Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Nota da Federação Rondoniense de Xadrez


A Diretoria da Federação Rondoniense de Xadrez (FRX) vem tornar público seu REPÚDIO ao tratamento recebido pela Secretaria Estadual Cultura, Esporte e Lazer de Rondônia – SECEL:

Esta Federação tem 28 anos de existência, com um trabalho ímpar para o Xadrez de Rondônia e para a própria história esportiva deste Estado, com atletas de alto nível, tais como: Mestre da Federação Internacional e vários jogadores com Rating FIDE. Nesse ínterim, a FRX jamais recebeu o tratamento conferido atualmente pela administração da SECEL, motivo pelo qual manifesta o seu REPÚDIO, com a citação, entre outros, destes fatos:

a) A FRX, após acordo feito com a SECEL, solicitou a cessão de espaço no Estádio Aluízio Ferreira para a realização de projeto social (02/08/2012). Em meados de agosto, a SECEL informou que a cessão ocorreria e faltava parecer da Procuradoria Geral do Estado. A FRX chegou até a ir visitar a sala com servidor da SECEL. De modo abrupto e sem boa-fé, início de setembro/2011, a SECEL entregou ofício, assinado pelo Secretário em 04/08/2012, informando que não seria possível atender ao pedido da FRX. Em suma, a SECEL manteve a FRX por quase um mês na expectativa cessão do bem, mesmo tendo o próprio Secretário já assinado, dois dias depois do protocolo da FRX, a negativa ao pleito.

b) A FRX, desde junho de 2011, tem enviado expedientes para a SECEL para a celebração de convênio para realização do XXIII Campeonato Rondoniense de Xadrez. Por sua vez, a SECEL, após grande lapso de tempo, em janeiro de 2012, comunicou a FRX que o convênio seria formalizado. Nessa oportunidade, a FRX se organizou para a realização do campeonato entre os dias 16 e 24 de março de 2012. Contudo, a SECEL, em março de 2012, às vésperas da realização do campeonato, comunicou que não realizaria o convênio em razão de existir no projeto o pedido de pagamento de arbitragem, uma vez que essa rubrica (arbitragem) era proibida de ser paga em convênios dessa espécie.

Apesar da total insensibilidade da SECEL, sempre contrária ao interesses da Ginástica da Inteligência (Goethe), a FRX realizou copas em 4 Regiões do Estado, às expensas dos parcos recursos que têm, com a participação aproximadamente 300 enxadristas.

Nesse cenário, a Federação declinou da participação no JIR/2012, até eventual mudança de postura da SECEL em relação aos defensores de Caíssa neste Estado.

A Federação, mesmo diante do descompasso da SECEL, vai realizar o XXIII Campeonato Estadual, em respeito às centenas de enxadristas deste Estado.
Esta medida vem para demonstrar que esta Diretoria da FRX tem se pautado diuturnamente pelo fortalecimento do Xadrez de Rondônia, com respeito à publicidade e transparência de seus atos, bem como às diretrizes legais regentes.

Quando um dos peões chega à oitava fila do tabuleiro, ele é coroado. Os demais peões tiveram que ser sacrificados ao longo da marcha.

O equívoco maior daqueles que desmerecem o Xadrez de Rondônia é não diagnosticar que o sacrifício agora suportado pela FRX nada mais é do que o prelúdio da consecução da oitava casa do tabuleiro.

No Xadrez, peça tocada é peça jogada!

Diretoria da Federação Rondoniense de Xadrez

 

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte