Porto Velho (RO) sábado, 23 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Na estreia de Luxa, Galo fica no empate com o América-MG


  
Depois de quase dois meses longe do Mineirão, a torcida do Atlético-MG tinha motivos para fazer a festa neste sábado, no primeiro jogo da equipe no Campeonato Mineiro: a estreia do técnico Wanderley Luxemburgo e dos novos reforços e a permanência do ídolo Diego Tardelli. Entretanto, os mais de 33 mil atleticanos presentes não contavam com tanta resistência do América. O time verde-branco saiu na frente, teve mais chances para ampliar, mas cedeu o empate. Placar final: 1 a 1.

A partida foi marcada por grandes exibições dos goleiros Flávio e pela forte pegada do meio campo, às vezes até de forma excessiva: oito jogadores receberam cartão amarelo e dois acabaram expulsos: Jonílson, do Galo, e Nando, do América.

Na segunda rodada, no domingo, o Atlético enfrenta o Tupi, de Juiz de Fora, no Mineirão, às 17 horas. Mais cedo, às 10h30, o América encara o Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

O jogo - Logo no início, o Atlético tentou partir para cima. Aos 2 minutos, Tardelli fez jogada pela direita e cruzou para Muriqui. O atacante não concluiu bem e o goleiro Flávio defendeu. Dois minutos depois, Coelho cobrou falta e o goleiro americano fez grande defesa, colocando a bola para escanteio.

Quando tudo indicava um massacre alvinegro, o América fez seu gol. Aos 5 minutos, no primeiro ataque da equipe, Rodrigo recebeu a bola livre na intermediária e arriscou de longe, acertando o ângulo esquerdo de Aranha. O gol desestabilizou o Atlético e o América começou a criar mais chances, explorar as costas do lateral-direito Coelho.

Aos 23 minutos o América quase ampliou. Luciano, dentro da área, rolou a bola para Moisés chutar forte de primeira, mas Aranha fez bela defesa. O Galo tentou responder dois minutos depois, em jogada entre Muriqui e Correa, mas a zaga trava o chute e o goleiro Flávio faz a defesa.

A situação do Galo, que já era complicada, piorou aos 29 minutos, quando Jonílson foi expulso, após falta em Luciano. Ele havia recebido o primeiro amarelo quatro minutos antes. A partir daí, o jogo ficou quente e o árbitro Cleisson Veloso Pereira começou a distribuir cartões para as duas equipes.

Com um a mais, o América voltou a criar outras chances. Aos 36 minutos, Moisés invade a área pela esquerda, chuta cruzado e Aranha espalma para escanteio. Aos 41 minutos, um lance incrível: Luciano invadiu a área e chutou. A bola bateu no travessão e na trave, mas não entrou. O primeiro tempo terminou mesmo em 1 a 0 para o Coelho.

Na volta do intervalo, Luxemburgo tentou recompor o meio de campo, colocando Fabiano no lugar de Evandro e a mudança deu efeito praticamente imediato. No primeiro minuto, Tardelli cruzou da direita, Fabiano concluiu firme, mas o goleiro Flávio defendeu no reflexo. No rebote, a bola acertou em Muriqui e foi para fora.

A situação melhorou para o Galo aos 7 minutos, quando o lateral-direito Nando, do América, também foi expulso. Na seqüência, aos 9 minutos, o Galo empatou. Muriqui cruzou, Werley tocou mal, mas a bola sobrou para Fabiano empurrar para as redes. E a virada quase veio aos 12 minutos. Muriqui, em velocidade, ganhou do marcador e acertou a trave.

Com o jogo aberto, o América passou a explorar os contra-ataques. E quase deu certo em duas oportunidades. Aos 15 minutos, Laécio passou para Luciano, a bola tocou em Werley e foi em direção ao gol, encobrindo Aranha. O goleiro, entretanto, se recuperou a tempo e fez grande defesa. Aos 22 minutos, Luciano invadiu a área pela esquerda e chuta cruzado, Aranha defendeu novamente.

Para incendiar o time, Luxemburgo promoveu a entrada dos veteranos Júnior e Marques. O Galo cresceu, mas quem teve as chances mais claras foi o América. Aos 40 minutos, Danilo foi lançado em profundidade, driblou o goleiro Aranha, ficou de cara para o gol, mas foi desarmado pelo zagueiro equatoriano Jairo Campos, com um carinho salvador. 

Fonte: Gazeta Esportiva

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal