Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Muriqui brilha e deixa Galo perto do título mineiro


  
No momento da decisão, a tradição do Atlético-MG fez a diferença. Apesar do trabalho dado pelo Ipatinga, o Galo contou neste domingo com dois gols de Muriqui para vencer por 3 a 2 no Vale do Aço e ampliar sua vantagem na final do Campeonato Mineiro.

Agora, o Atlético-MG conta com o favoritismo total para faturar o Estadual. Na partida do final de semana que vem, o Galo terá o apoio de sua fanática torcida no Mineirão e poderá até perder por um gol de diferença para levantar a taça.

Antes disso, o Atlético-MG vai se concentrar na Copa do Brasil. Na quarta-feira, a equipe de Belo Horizonte inicia o confronto das quartas de final contra o badalado Santos, no Mineirão.

O Jogo - A decisão do Campeonato Mineiro começou empolgante. Mesmo fora de casa, o Atlético-MG seguia as orientações de Wanderley Luxemburgo e apresentava uma postura ofensiva. Já o Ipatinga, apesar da imagem de azarão, não se intimidava com as jogadas do rival.

Por sinal, os donos da casa eram mais objetivos em campo. Aos nove minutos, Leanderson só não colocou o Ipatinga na frente por causa de uma defesa espetacular do goleiro Aranha. Dois minutos depois, o time do Vale do Aço abriu, contudo, o placar. Francismar cobrou escanteio fechado da direita e viu o leve desvio de Fabiano contra o próprio patrimônio. O árbitro preferiu, todavia, dar o gol para Joabe.

O Atlético-MG percebeu que deveria aumentar o ritmo e melhorar sua movimentação para incomodar o Ipatinga. Em uma jogada de Correa, um elemento surpresa do Galo, saiu o empate. Diego Tardelli converteu o pênalti sofrido pelo meio-campista, em uma infração sem necessidade do goleiro Douglas.

O Ipatinga claramente sentiu o gol de empate. Em lances seguidos, Fabiano e Muriqui falharam no momento de colocar o Atlético-MG na frente. Otimista, a torcida do Galo esfregava as mãos.

O segundo gol atleticano veio no começo da etapa complementar. Francismar perdeu a bola no meio-campo e proporcionou o contra-ataque mortal do rival. Muriqui tabelou com Diego Tardelli, recebeu na área, dançou na frente do marcador e fuzilou Douglas.

A partir daí, o jogo ficou perfeito para os comandados de Wanderley Luxemburgo, que tinham espaços à disposição no contra-ataque. Só que a bola aérea voltou a ser vilã dos visitantes. O Ipatinga empatou aos 28 minutos. Luizinho cobrou falta da esquerda, a bola foi desviada pelo atleticano Zé Luis, tocou na trave e morreu nas redes de Aranha.

No fim, na base da raça, o Atlético-MG provou sua superioridade e garantiu a vitória. Aos 39 minutos, Muriqui aproveitou cruzamento de Júnior da esquerda e concluiu na pequena área: 3 a 2.

Fonte: Gazeta Esportiva

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal