Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Muricy vai encarar forte pressão no centenário


Em 22 de junho do ano passado, a conquista da terceira Libertadores da história do Santos consagrava Muricy Ramalho como alguém que fez a diferença no time que por pouco não foi eliminado logo na primeira fase da competição.

Já em 18 de dezembro, a opção do mesmo "salvador da pátria" em escalar o time com três zagueiros levou parte da torcida a contestar sua postura na final do Mundial.

Eleito na última semana o sexto melhor técnico de clubes do mundo pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), o treinador terá de fazer valer o reconhecimento em 2012, já que o ano promete trazer alguns problemas para o técnico.

Um deles será novamente nas laterais. Jonas foi o único reforço para a ala direita, agora sem Danilo. Do outro lado, Léo está em fim de carreira e Durval, que chegou a ser improvisado em 2011, comprometeu no setor e voltou ao setor de origem em meio ao Mundial.

A zaga, motivo de preocupação até a chegada de Muricy, segue com a mesma dupla principal - Edu Dracena e Durval - e tem a desconfiança de
parte da torcida. A opção por um 3-5-2 contra o Barcelona rendeu ao técnico o rótulo de "retranqueiro".

Não bastassem os problemas dentro de campo, o imbróglio envolvendo Ganso, somado à pressão que ronda todos os clubes quando chegam
aos 100 anos - o que rendeu o fantasma da "Maldição do Centenário" - devem deixar o sexto melhor técnico do mundo ainda mais preocupado
este ano.–Só posso dar nota 10 ao Guardiola quando ele trabalhar no Brasil, porque a pressão e as condições de trabalho aqui são muito maiores que na Europa – chegou a dizer Muricy.

Para ganhar nota máxima no centenário peixeiro, o comandante santista terá de trabalhar muito e readquirir a confiança da torcida até o chocolate catalão de dezembro.
 

Problemas que Muricy terá em 2012

Falta de laterais

Com Léo em fim de carreira e apenas a incógnita Jonas para a ala direita, Muricy terá dificuldades para firmar jogadores nas laterais do time. Tal
qual em 2011, a falta de nomes de peso pode trazer dores de cabeça.

Zaga contestada

Como em 2011, o setor defensivo segue como um dos mais criticados no time. Com a mesma dupla do ano passado, pós-Mundial trará ainda mais pressão do que anteriormente.

Novela Ganso

As especulações envolvendo o camisa 10 podem atrapalhar seu desempenho dentro de campo. Cresce a pressão para que ele mostre que o clube deve fazer esforço para mantê-lo no elenco.

Pressão no Centenário

Os 100 anos do clube trarão mais cobrança para que o técnico leve o time de volta ao Mundial de Clubes.
 

Trajetória de Muricy desde sua chegada ao Santos

Salvador da Pátria

O treinador chegou ao Santos em março do ano passado, quando o time, que iniciou a temporada sob o comando de Adilson Batista, estava virtualmente eliminado na primeira fase da Libertadores. Com sua chegada, o time mudou de postura, classificou-se e ainda venceu o Campeonato Paulista e a Libertadores pela terceira vez - primeira na carreira do técnico. A conquista do título continental do clube aconteceu 48 anos após o bicampeonato, ainda na era Pelé.

Brasileiro de lado

Na "ressaca" pós-Libertadores, o time chegou a estar na zona de rebaixamento. Com lesões e desfalques pelas convocações à Seleção Brasileira, o time deixou o nacional de lado e usou a competição apenas como laboratório para a disputa do Mundial de Clubes. Com direito a
ausência do técnico em alguns jogos devido a uma hérnia de disco, o Peixe terminou em 10º lugar.

Contestação pós-Mundial

Antes da viagem para o Japão, Muricy falava que o time entraria em campo "com alegria", já que não achava ser possível haver um esquema para barrar Messi e o Barcelona. Na decisão, a formação com três zagueiros gerou muitas críticas após a goleada por 4 a 0.

FONTE: LANCENET

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal