Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Justiça determina que Fifa Fan Fest pague direitos autorais


Alex Rodrigues
Agência Brasil

O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) obteve, na Justiça, uma primeira vitória para receber do governo do Distrito Federal (GDF) o pagamento de direitos autorais pela execução de músicas durante a Fifa Fan Fest - evento gratuito, com shows ao vivo, música eletrônica e a apresentação das partidas de futebol da Copa do Mundo.

No último dia 2, o juiz Jansen Fialho de Almeida, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, determinou que o GDF, deposite, em juízo, R$ 78 mil. O valor representa 30% dos R$ 260 mil que o Ecad cobra do governo local pela utilização de músicas sem o pagamento dos direitos autorais devidos aos artistas e, portanto, sem a autorização prévia do escritório. O não depósito da quantia no prazo de 72 horas, a partir da notificação, implica multa diária de R$ 100 mil pelo GDF.

O Ecad move ações semelhantes contra as prefeituras de Fortaleza, Porto Alegre, Manaus, Salvador e Natal. As ações foram ajuizadas contra as prefeituras e contra o GDF na condição de organizadoras dos eventos locais, em parceria com a Fifa e com a Rede Globo.

Segundo a assessoria da instituição responsável por arrecadar e distribuir aos artistas os direitos da execução pública de músicas, as outras seis cidades-sede do Mundial - Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo - cumpriram todos os requisitos legais antes do início do evento, em 12 de junho.

Na ação que move contra o GDF, o Ecad pedia que a Justiça vetasse a veiculação de músicas no Fifa Fan Fest de Brasília enquanto a situação não fosse regularizada. Na capital federal, o evento é no Taguaparque, a cerca de 25 quilômetros do centro de Brasília.

No último jogo da seleção brasileira, contra a Colômbia, 45 mil pessoas acompanharam o jogo pelos telões e prestigiaram os shows de Moraes Moreira e de artistas locais. A estimativa do Ecad é que, até o próximo domingo (13), quando a Copa chega ao fim, mais de 70 shows sejam apresentados apenas no Taguaparque.

Ao analisar o pedido, o juiz concluiu que o evento, utilizado para promover a Copa do Mundo, deve pagar direitos autorais, porque conta com a participação de artistas e a veiculação de música.

Ao determinar o pagamento em juízo, o magistrado ponderou que a eventual suspensão do evento, conforme sugerido pelo Ecad, caso o GDF não regularizasse a situação, resultaria em "potenciais prejuízos incalculáveis", como a repercussão nacional e internacional do fato e o consequente prejuízo para a imagem do país no exterior.

Para o juiz, a obrigação de o GDF depositar, em juízo, os 30% do valor cobrado pelo Ecad, protege os direitos do escritório e dos titulares dos royalties, "sem implicar maiores transtornos para a continuidade da realização da Fifa Fan Fest".

Procurado pela Agência Brasil, o GDF confirmou ter recebido a notificação judicial e que está cumprindo a decisão. Na nota enviada à reportagem, o GDF destaca que a decisão é liminar e que o mérito da ação ainda será julgado. E lembra que, em sua sentença, o próprio juiz Jansen Fialho de Almeida usa a expressão "supostamente devida", ao se referir ao valor cobrado pelo Ecad para conceder a licença necessária à promoção dos shows musicais.

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal