Porto Velho (RO) domingo, 21 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Internacional perde mais uma e chega a seis jogos sem vitória



No futebol nada é tão ruim que não possa piorar. Ao tentar se recuperar da goleada por 3 a 0 para o São José, o Inter tombou novamente na sexta rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho, elevando o nível da crise no clube. Desta vez o Colorado levou 2 a 0 do Caxias, cavando um pouco mais o poço onde se encontra o técnico Jorge Fossati, aumentando para seis o números de partidas sem vitória. A partida na Serra Gaúcha pode culminar com a saída do uruguaio do Colorado.

A situação colorada fica duplamente complicada. Na quarta-feira, o Inter precisa vencer o Cerro, do Uruguai, pela Libertadores para assumir a liderança do Grupo 5. Pelo Gauchão, o time pode sair da zona de classificação da Chave na segunda-feira, caso o Universidade vença o São José.

Quarto colocado, a equipe de Fossati enfrenta o Universidade na última rodada, no próximo domingo. Praticamente garantido como líder da chave, o Caxias enfrentará o São Luiz.

O jogo marcou o retorno do esquema com três zagueiros no Inter. Pouco adiantou tanto na frente como atrás. No ataque, Edu e Kleber Pereira não são nem caricaturas de suas próprias biografias. Na defesa, os erros se multiplicam a cada partida. Desse modo, o Caxias chegou a seu 12º jogo sem perder com gols de Marcelo Costa, cobrando falta, e Edu Silva.

O jogo - "Prazer, Edu". "Prazer, Kleber Pereira". Assim poderia ser a simulação da conversa entre os dois atacantes escalados por Jorge Fossati para enfrentar o Caxias. Os dois atuaram juntos pela primeira vez. Exatamente lá na frente esteve o principal problema do Inter no primeiro tempo.

As jogadas não tinham acabamento nas poucas vezes em que a bola chegou no ataque. Kleber Pereira, nos primeiros instantes, parecia estar em uma tarde diferenciada dos seus primeiros cinco jogos pelo clube, chutando a gol logo no primeiro minuto de partida. Mas não, em seguida passou a ser um observador do confronto, vendo os lances passarem cada vez mais longe de seus pés.

Isso também porque o ala Kleber e seu companheiro de setor, Edu, não tiveram uma vitória pessoal sequer durante os 45 minutos iniciais. Edu esteve mais tempo no chão reclamando de faltas, do que tentando levar perigo ao gol de Fernando Wellington.

O jogo tinha um grande vigor. O ritmo que o Inter tentava impor era quebrado pelas trombadas do time do Caxias. As ações se desenrolavam com dividida atrás de dividida e falta após falta. Em escanteio, Sorondo acertou a trave, aos 12 minutos. Depois, Bolívar apareceu na área, finalizando de maneira torta.

Wilson Mathias e Guiñazu estavam em tardes nada inspiradas. O primeiro deixou a defesa em apuros em três oportunidades. Já o argentino corria muito, como sempre, sem conseguir acertar passes quando tinha a bola.

Os três zagueiros colorados conseguiam neutralizar as investidas adversárias. O Caxias arrematou pela primeira vez aos 23 minutos, em chute de Cristian Borja espalmado por Abbondanzieri, após lançamento longo do outro lado do campo.

O gol saiu de bola parada, cinco minutos depois. A cobrança de Marcelo Costa foi forte, alta e no canto do goleiro colorado. Em desvantagem, nem mesmo o pouco que era acertado pelo Inter voltou a se repetir até o intervalo. Desarticulado, o time acabou sendo dominado.

A tentativa para amenizar os problemas foi Walter, substituindo o inativo Edu no intervalo. O garoto em dois minutos fez mais, bem mais do que em um tempo inteiro fizeram Edu e Kleber Pereira juntos. Ele bateu duas vezes para o gol. Só que o que não se contava era com dois erros grotescos de Bolívar. No mesmo lance, o zagueiro tocou a bola equivocadamente em um par de vezes, acarretando em escanteio para o Caxias, aos 4 minutos.

Da linha de fundo saiu o cruzamento que achou Edu Silva, exatamente na quina da grande área. De pé esquerdo, firme, ele acertou em cheio na bola, que encontrou o ângulo do gol de Abbondanzieri.

A força que ainda restava ao Inter tinha como protagonistas Walter, Adnrezinho e Thiago Humberto, coincidentemente todos reservas de Fossati.Do trio, saiu a triangulação, que não parou no gol, em chute de Andrezinho, pois Marcos Rogério tirou de cabeça. Nada como uma fase ruim para a bola não entrar. Conseguindo pressionar, Thiago Humberto viu Anderson Bill tirar em cima da linha, aos 25 minutos. No último suspiro do Inter no jogo, que pode ter sido o adeus de Jorge Fossati.

Resultado bom - O único ponto positivo da tarde colorada foi a vitória por 3 a 1 do Veranópolis sobre o São Luiz. A derrotado do Glorioso manteve os colorados na zona de classificação. O VEC foi às redes com Raulen, João Paulo e Guido, no fim da partida. O gol do São Luiz foi anotado por Jean Paulo

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte