Porto Velho (RO) quarta-feira, 17 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Handebol da Metropolitana conquista Bronze no JUBs


Chegou ao fim neste domingo (13) o maior evento esportivo acadêmico do país, as Olimpíadas Universitárias JUBs 2011. Durante dez dias, a cidade paulista de Campinas recebeu cerca de 3.000 atletas para a disputa de oito modalidades - atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, natação, vôlei e xadrez. Participaram da competição 194 Instituições de Ensino Superior dos 26 estados do Brasil e mais o Distrito Federal.

A Faculdade Metropolitana participou das Olimpíadas Universitárias - JUBs 2011com sua Equipe de Handebol Feminino que conseguiu medalha de bronze, conquistando o terceiro lugar da 1ª divisão do handebol feminino universitário. Segundo o coordenador de esportes da Metropolitana, trata-se de um título inédito para o handebol rondoniense.

“Ontem foi realizado a semifinal e perdemos com o seguinte resultado: FACEX/RN - 24 X 20 - FAMETRO/RO, deixando escapar a chance de disputarmos o título. Porém, na decisão de 3º e 4º lugares, o resultado foi o seguinte: FAMETRO/RO - 27 X 26 - FAMA/MA. Dessa forma, conquistamos um título inédito para o handebol rondoniense. Estamos levando no peito uma medalha de uma das maiores competições do Brasil. Estamos levando para nossa faculdade um troféu almejado por faculdades e universidades de todo o Brasil. Podemos melhorar e com certeza em 2012 trocaremos o bronze pelo ouro do 1º lugar. Temos um time de talento para isso. Só quero agradecer as meninas pelo esforço e a direção da faculdade pelo apoio e atenção prestados a toda a equipe”, declarou o professor Erasmo Mesquita.
 

JUBs 2011

O diretor geral das Olimpíadas Universitárias JUBs 2011 e Gerente de Iniciação, Fomento e Eventos do Comitê Olímpico Brasileiro, Edgar Hubner, destacou a importância do evento em Campinas. "Pelo sexto ano consecutivo organizamos a competição que se tornou uma referência no calendário esportivo nacional. Agradecemos a prefeitura de Campinas pelo empenho em sua realização e o povo campineiro pelo seu carinho. Esperamos ter deixado importantes legados para a cidade, que foi a primeira do estado de São Paulo e da região Sudeste a sediar as Olimpíadas Universitárias", disse Edgar.

O evento contou com a presença de atletas com participações em Jogos Olímpicos, Pan-americanos e Campeonatos Mundiais, como Rosângela Santos, Sabine Heitling e Thiago Salles, do atletismo; João Luiz Gomes Jr, Henrique Martins e Edvaldo Valério, o Bala, da natação; Fabiana Manfredi e Ivana da Silva, do basquete; os jogadores de handebol Maik Morelli, Fábio Vanini, Guilherme Oliveira e Franklin Bezerra; além das judocas Edinanci Silva, Giulia Penalber e Raquel Silva. A competição também mostrou o surgimento de novos talentos com potencial para despontar no cenário nacional e internacional.

O superintendente executivo de esportes do COB, Marcus Vinícius Freire, falou sobre a importância do atleta de alto rendimento pensar na transição de carreira, que será mais fácil se já estiver cursado uma Universidade. "Enquanto está no auge de sua primeira profissão, o atleta se prepara para o mercado de trabalho. E quanto tiver que parar de participar de competições internacionais, já estará fazendo essa transição", disse Marcus Vinícius. "Seja qual for sua escolha, estará levando em seu currículo toda a bagagem dos valores do esporte, que valem muito também no mundo corporativo, tais como trabalho em equipe, foco no resultado, respeito pelos colegas e adversários, importância da hierarquia, respeito às regras etc", destacou Marcus.

A partir de agora as atenções se voltam para a cidade paranaense de Foz do Iguaçu, sede da edição de 2012, também no mês de novembro. Três cidades são candidatas à sede da competição universitária em 2013: Cuiabá (MT), Goiânia (GO) e Natal (RN). A Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU) irá definir, no dia 30 de maio do próximo ano, o local do evento.
 

Destaques de cada modalidade

Atletismo

Destaque para duas medalhistas do Pan Guadalajara 2011: a carioca Rosangela Santos (UCB-RJ) e a gaúcha Sabine Letícia Heitling (UNISC-RS), além do carioca Thiago de Jesus Sales (Universo-RJ). Rosangela ganhou a medalha de ouro nos 100m rasos e no 4x100m rasos; Sabine foi campeã nos 3000m com obstáculos e nos 1500m rasos e bronze nos 4x400m. E Thiago foi o vencedor em três provas: 400m com barreiras, 4x100m e 4x400m rasos. No feminino, por Instituição de Ensino, a primeira colocada foi a Universidade Castelo Branco (RJ), com 132 pontos, seguida da Universidade Paulista (SP), com 128 pontos, e da Faculdade Maurício de Nassau (PE), com 94 pontos. Já no masculino, a liderança foi da Universidade Salgado de Oliveira (RJ), com 160 pontos. A Universidade Castelo Branco (DF), com 156 pontos, ficou na segunda posição seguida da Faculdade Maurício de Nassau (PE), com 98,5 pontos.
 

Basquete

Na final do torneio feminino da Divisão Especial, a Uniasselvi (SC) superou a Uni Sant'anna (SP) por 74 a 66 e garantiu o título invicto, O terceiro lugar ficou com a Universidade Castelo Branco (RJ). No masculino, a Uni Sant'anna (SP) foi campeã com a vitória sobre a Unoesc (SC) por 91 a 87. A Cescage (PR) ficou na terceira posição. Na Primeira Divisão feminina, ouro para a SECAL (PA) e prata para a UFPA (PA). No masculino, a Fasipe (MT) foi a campeã e a UFU (MG) a vice. As duas primeiras colocadas da Primeira Divisão garantiram a vaga na Divisão Especial em 2012.
 

Futsal

A Unisul (SC) garantiu o título do torneio masculino da Divisão Especial ao superar a Upis (DF) por 5 a 2, na prorrogação. Na disputa do bronze a Unifor (CE) goleou o Anhembi-Morumbi (SP) por 6 a 4. No feminino, as catarinenses da Unesc levaram a melhor sobre a Unifor (CE) por 5 a 2. A Faculdade Dom Bosco (PR) derrotou a Unip (SP) por 3 a 2 e garantiu a medalha de bronze. Na Primeira Divisão as duas primeiras colocadas que se classificaram para a Divisão Especial em 2012 foram UCB-DF (campeã) e Ulbra-RS (vice), no feminino; e IJN/Faro-RO (campeã) e Estácio Atual-RR (vice).
 

Handebol

O campeão do torneio masculino da Divisão Especial foi a UNIP (SP), com um time de astros, que contou com Maik, Vanini, Gui e Diógenes. A medalha de prata foi para o AESO (PE) e a de bronze ficou com a UCB (RJ). No feminino, a Universidade Paranaense, de Cianorte (PR), conquistou o título. O time paranaense era formado por quatro jogadoras que conquistaram a inédita medalha olímpica nos Jogos da Juventude de Cingapura 2010: as pontas Larissa Araujo e Daise Souza, a Dadá, a armadora Keila Alves e a pivô Fernanda Marques. A segunda colocada foi a Doctum/FABAVI (ES) seguida da AESO (PE). Na Primeira Divisão, com vaga garantida na Especial 2012, a campeã foi a FACEX (RN), vice a FASIPE (MT), ficando a Fametro/RO em terceiro lugar, no feminino. No masculino a campeã e vice foram: UCB (DF) e CEAP (AP).
 

Judô

Bicampeã dos Jogos Pan-americanos e com participação em quatro edições dos Jogos Olímpicos, a judoca paraibana Edinanci Silva fez sua estreia nas Olimpíadas Universitárias, defendendo a UNIP-SP. Aos 35 anos, a judoca foi o destaque da modalidade ao ganhar duas medalhas de ouro, no meio-pesado e na absoluto. Destaque ainda para o judô pauiense com Stanley Torres e Francinaldo Segundo, o gigante de 1,90m e 145kg, Na classificação geral, por Instituição de Ensino, as primeiras colocadas foram a Universidade Paulista (UNIP-SP), no feminino, e Universidade Castelo Branco (UCB-DF), no masculino.
 

Natação

Henrique Martins, Jéssica Veronez, Larissa Oliveira e Betina Lorcheitter, todos da UNIP (SP), deixaram Campinas (SP) somando, juntos, 23 medalhas de ouro. Destaque para Larissa Oliveira, com oito medalhas de ouro, e Henrique Martins, com cinco, que conquistaram o troféu de melhor índice técnico da competição. Na classificação geral feminina, a Universidade Paulista (UNIP-SP) terminou em primeiro lugar, com 340 pontos, seguida da Universidade Salgado de Oliveira (Universo-RJ), com 171pts, e da Faculdade Maurício de Nassau (PE), com 79,5pts. No masculino, a UNIP também foi a primeira colocada com 315 pontos. Em segundo terminou a Universo (RJ), com 111,5 pontos, e, em terceiro, o Centro Universitário do Maranhão (UNICEUMA-MA), com 88 pontos.
 

Vôlei

Na Divisão Especial feminina a medalha de ouro ficou com a Universidade Paulista (UNIP-SP), que derrotou na final a UNOChapecó (SC) por 3 a 2 (18/25, 19/25, 27/25, 25/22 e 15/11). Na decisão masculina, o título ficou com a equipe da Faculdade Politécnica (MG), que ganhou da Faculdade Maurício de Nassau (FMN-PE) por 3 a 0 (25/19, 25/17 e 25/12). Na Primeira Divisão, as duas primeiras colocadas que garantiram o acesso à Divisão Especial em 2012 foram: UCDB (MS) e Universo (RJ), no feminino, e Universo (RJ) e FAA (GO), no masculino.
 

Xadrez

No masculino, a competição reuniu 20 enxadristas ranqueados na Federação Internacional de Xadrez (FIDE), sendo três Mestres Internacionais (MI). E um deles, o pernambucano Vinícius Tiné, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE-PE), conquistou a medalha de ouro ao somar 6,5 pontos em sete partidas disputadas. A prata ficou com o paranaense Ernani Francisco Choma (UTF-PR) e o bronze com o paulista Marcos Vinicius Pires (UFSCAR-SP). No feminino, a campeã foi Janine Martinez, da Universidade Paulista (UNIP-SP), com 6 pontos. Na segunda posição ficou Vivian Heinrichs, também da UNIP-SP. E Cintia Rocha Leão, da UNIPAR-PR, foi a terceira colocada. Na classificação geral por Instituição de Ensino as primeiras colocadas foram a UNIP-SP, no feminino, e a UFRN, no masculino.

fonte: Sergio Mello

 

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte