Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Grêmio vira sobre o São Paulo e assume vice no Brasileirão


Jones Lopes da Silva
Zero Hora

 

Se você quiser fazer deste Grêmio e São Paulo um documento para a história do futebol brasileiro, aqui vai um prato cheio. A virada por 2 a 1 diante São Paulo e de 46 mil torcedores no penúltimo domingo de jogo no Olímpico foi tão flamante quanto os 58 anos de vida do estádio. Homenagem assim é demais.

O Grêmio assumiu o segundo lugar do Brasileirão e enfrenta Portuguesa e Figueirense pelo Campeonato Nacional, até chegar o Gre-Nal na última rodada.

Equilíbrio e susto na primeira etapa

Talvez foram esses últimos momentos do Olímpico que levaram Zé Roberto a fazer um discurso ao grupo de jogadores abraçado em pleno túnel - e o pedido do próprio camisa 10, de dedo em riste, foi de força total nesta tarde.

E começou assim quando o Grêmio entrou em campo. Mas encontrou um São Paulo bem assentado. O nervosismo tomou conta de alguns jogadores como Anderson Pico, que mal conseguia o rápido Lucas.

Houve momentos em que Léo Gago e Souza tiveram de dar socorro na lateral esquerda porque visivelmente Pico não conseguia se sobrepor ao atacante paulista. A todo momento, Vanderlei Luxemburgo fazia gestos à beira do gramado, pedia calma, e não era ouvido.

Até o meio do primeiro tempo, Luís Fabiano havia cabeceado e Grohe defendido e Léo Gago havia acertado um chute de 30 metros, com a bola caindo sobre o travessão do goleiro Rogério Ceni completamente imóvel.

O primeiro momento tenso da tarde histórica no Olímpico ocorreu contra o Grêmio e sua torcida. A 41 minutos, o zagueiro Saimon poderia livrar-se da bola recuada, até porque Osvaldo estava por perto. Mas o zagueiro, o último homem, perdeu meio segundo, tentou driblar Osvaldo, mas complicou-se. A bola rebateu no adversário e subiu dentro da grande área, Marcelo Grohe chegou desesperado ao lance e, antes disso, Saimon forçou o choque sobre Osvaldo, que se estatelou. O árbitro Wilson Pereira Sampaio, bem pertinho, apitou o pênalti com a maior das convicções.

Rogério Ceni apresentou-se para bater: aos 39 anos, 103 gols marcados numa das carreiras mais espetaculares do futebol mundial, aquela cena também pareceu uma homenagem emocional a um dos últimos jogos da história do estádio. Então Ceni deu dois passos e chutou seco, a bola se aninhou no canto esquerdo, do lado do placar eletrônico, Grohe mal se atirou no esquerdo. O primeiro tempo foi de muita tensão e pouco lance de gol.

Virada e festa no segundo tempo

Mas no segundo tempo o nervosismo aumentou justamente pela sequência de lances de gol. Antes de tudo, porque Zé Roberto assumiu o jogo como se estivesse sob a benção de Osvaldo Roll, o Foguinho. Em dois lances, Zé Roberto quase marcou, no mais perigoso ele passou em velocidade por três são-paulinos e chutou rasante, a centímetros do poste de esquerdo de Ceni.

O Grêmio encurralou o São Paulo, trocou Souza por André Lima, e a torcida não entendeu a razão da mudança até que o atacante venceu Rogério Ceni com um chute da entrada da grande área. O 1 a 1 era justo, mas podia ser mais.

Zé Roberto continuou com suas diabruras, Moreno ameaçou, Pico acertou de fora da área e, aos 39 minutos, Pará cortou para dentro e cruzou na medida para Moreno cabecear no canto de Ceni. O velho goleiro não teve nenhuma chance.

FICHA TÉCNICA - BRASILEIRÃO, 35ª RODADA, 11/11/2012

GRÊMIO - 2

Marcelo Grohe; Pará, Saimon, Naldo e Anderson Pico; Fernando, Souza (André Lima, 10'/2ºT), Léo Gago, Marco Antonio (Marquinhos, 30'/2ºT) e Zé Roberto; Marcelo Moreno (Vilson, 41'/2ºT)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SÃO PAULO - 1
Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Casemiro (Ademilson, 27'/2ºT) , Jadson (Willian José, 38'/2ºT) e Lucas; Luís Fabiano e Osvaldo (Maicon, 10'/2ºT)
Técnico: Ney Franco

Gols: Rogério Ceni (43'/1ºT) (S); André Lima (15'/2ºT) e Marcelo Moreno (39'/2ºT)

Cartões amarelos: Douglas, Luis Fabiano, Rhodolfo (S); Marcelo Moreno, Saimon, Souza, Fernando, André Lima (G)

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal