Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Galo vence e é campeão mineiro pela 40ª vez


Pedro Henrique Vieira - Gazeta Esportiva

Em uma grande festa no Mineirão, o Atlético-MG venceu o Ipatinga e foi campeão mineiro pela 40ª vez. Maior vencedor do estadual, que começou em 1915, o Galo fez uma final inédita contra a equipe do Vale do Aço e derrotou o Tigre nas duas partidas disputadas.

Neste domingo a equipe atleticana venceu por 2 a 0, no Mineirão, em uma partida pouco movimentada, diferente do último jogo, quando o Atlético derrotou o Tigre por 3 a 2 em um confronto bastante equilibrado. Os gols do Galo foram marcados pelo artilheiro Diego Tardelli e pelo experiente Marques, ídolo da "massa" atleticana.

O Atlético poderia perder por até um gol de diferença para ser campeão, mas com o apoio de mais de 60 mil torcedores no Gigante da Pampulha, a equipe alvinegra não deu chances para o Tigre. Pouco ofensivo, o Ipatinga pouco atacou o time atleticano, que fez valer o mando de campo e dominou o adversário.

O técnico Wanderley Luxemburgo manteve o time do Atlético no esquema 4-4-2, com apenas uma novidade na equipe em relação ao último jogo. O experiente Junior foi poupado e Leandro entrou no setor.

Já o time do Ipatinga entrou em campo bastante modificado. O técnico Gilson Kleina vetou a formação 3-5-2 e entrou no 4-4-2. O meia Reina e o lateral direito Afonso foram escalados na equipe titular e o também lateral direito Luizinho atuou no meio-campo. O armador Francismar foi deslocado para o ataque e o atacante Joabe acabou indo para o banco de reservas.

O próximo compromisso do Atlético será na quarta-feira, quando enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Já o Ipatinga volta a campo no sábado, quando estreia na Série B do Campeonato Brasileiro contra o Paraná, no sul do país.

O jogo - Precisando de uma boa vitória no Mineirão, o Ipatinga começou melhor o jogo e teve a primeira chance da partida. Aos três minutos o meia Reina recebeu na esquerda, driblou o atleticano Carlos Alberto e bateu forte para o gol, mas o goleiro Aranha defendeu.

No entanto, logo o Atlético equilibrou a partida e iniciou a pressão. Várias jogadas foram criadas e a primeira finalização alvinegra foi aos dez minutos do primeiro tempo, quando o atacante Muriqui chegou na lateral do campo e tocou para trás. O meia Fabiano chutou de primeira, mas o arremate foi no meio do gol, facilitando a defesa do goleiro Douglas.

Melhor no jogo, o Galo matinha a posse de bola e criava mais, mas a defesa do Ipatinga controlava as investidas alvinegras. A equipe atleticana chegou novamente com perigo somente aos 30 minutos do segundo tempo, em um forte chute do atacante Diego Tardelli, mas o goleiro Douglas aliviou.

Sem grandes chances de gol e pouco movimentado, o primeiro tempo acabou. A etapa final começou mais eletrizante e logo aos dois minutos o Atlético teve uma grande chance de marcar. Em um rápido contra-ataque, o Galo avançou com três jogadores contra um do Ipatinga. O meia Fabiano tocou para Diego Tardelli na direita, o atacante deixou Muriqui na frente do gol, em clara chance de marcar, mas o jogador se enrolou com a bola e perdeu um gol impressionante.

Quatro minutos depois foi o Ipatinga que chegou com perigo. Após uma boa jogada no meio-campo, o lateral Afonso saiu livre na direita e bateu cruzado, mas a bola parou na rede pelo lado de fora. No momento seguinte o Galo atacou com o lateral esquerdo Leandro, que chegou em velocidade e cruzou para trás, mas a zaga do Tigre cortou.

Aos oito minutos o Ipatinga saiu em contra-ataque e quase marcou em chute de Francismar, mas o goleiro Aranha defendeu. E o Mineirão explodiu de alegria aos 25 minutos do segundo tempo, quando o Galo saiu em uma rápida jogada de contra-ataque e marcou o gol. O zagueiro Jairo Campos recuperou a bola no meio-campo, tocou para o volante Correa, que fez belo lançamento para Muriqui. O atacante achou o companheiro Diego Tardelli livre na área, que bateu de primeira para o gol, fazendo a imensa torcida atleticana pular de felicidade.

E não acabou. Aos 42 minutos o meia Ricardinho fez belo lançamento para o experiente Marques, de 37 anos, que tocou para o gol na saída do goleiro. O ídolo atleticano chorou, tirou a camisa e a fez de bandeira. Sem acréscimos, o árbitro encerrou o jogo com 2 a 0 para o Atlético, que fez uma bela festa de campeão no Mineirão.
 

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte