Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Galo desafia invencibilidade do Vasco as 21 horas em São Januário



Rodrigo Rodrigues e Gazeta Press - Rio de Janeiro (RJ)

O Atlético-MG tenta nesta quinta-feira, a partir das 21 horas, contra o Vasco, dar início à sua reação no Campeonato Brasileiro, onde ocupa o 17º lugar, com 17 pontos. A partida em São Januário é válida pela 20ª rodada e o Galo terá pela frente um time que está invicto há 11 rodadas. O time mineiro, por sua vez, vive um momento complicado no Brasileirão e, das 19 partidas disputada no primeiro turno, perdeu 12 e venceu apenas cinco.

A má colocação na tabela incomoda a torcida e a insatisfação já chegou à administração do clube. Nesta semana, o presidente do Galo, Alexandre Kalil, concedeu uma entrevista e disse que apoia a iniciativa dos torcedores, que criaram um 'Disque Denúncia' para flagrar eventuais excessos dos jogadores atleticanos na noite belo-horizontina.

"Quando o time é líder, está ganhando, tudo bem. Nesse momento, a atitude da torcida do Atlético-MG está correta. Eles têm meu apoio, têm o apoio da presidência. Achei ótimo. Acho que os jogadores têm que se cuidar sim. O Atlético-MG não é brinquedo. E se eles tomarem um cacete na madrugada não vai fazer mal nenhum", afirmou o mandatário alvinegro.

A declaração de Kalil gerou polêmica e o Ministério Público de Minas Gerais, por intermédio do promotor José Antônio Baeta, disse que a manifestação do presidente do Galo seria passível de uma representação na área cível e criminal, por incitar a violência.

Em campo, o técnico Wanderley Luxemburgo mexe no time mais uma vez para, enfim, conquistar os três pontos em São Januário. O zagueiro Jairo Campos, recuperado de um estiramento muscular, ganhou a vaga de Werley. Na lateral esquerda, Leandro, também curado de uma lesão, assume o lugar do jovem Eron. No meio-campo, o treinador vai escalar Edison Mendez e Diego Souza, nos lugares de Rafael Jataí e Ricardinho, respectivamente. No ataque, com Obina suspenso e Diego Tardelli contundido, jogam Daniel Carvalho e Neto Berola.

Os jogadores atleticanos garantem que, a partir de agora, o time vai encontrar o caminho das vitórias e tirar o clube da incômoda zona de rebaixamento. "Temos mais 19 rodadas para tirar o Atlético-MG desta situação. Precisamos botar uma pedra em cima do que fizemos até agora. É um novo campeonato começando para nós", assegura o lateral Leandro.

O meia Ricardinho, um dos mais experientes do grupo, começa a partida no banco. Para ele, a parte psicológica influencia no rendimento da equipe. Contudo, o Galo tem que se preocupar somente com o seu trabalho em campo.

"O que vai resolver a nossa situação é o trabalho em campo. É lógico que a parte psicológica, emocional, é importantíssima neste momento. Mas somente com trabalho vamos evoluir e conseguir os resultados que podem tirar o Atlético-MG dessa situação", frisa Ricardinho.

Já o Vasco, que vem embalado pela vitória de 2 a 0 sobre o Ceará, está disposto a encostar na zona de classificação para a Copa Libertadores, e tentará tirar proveito da péssima fase vivida pelo Galo.

Paulo César Gusmão, técnico do Vasco, tem procurado mostrar a seus jogadores que a vitória em casa é uma obrigação. O treinador entende que a vaga na Copa Libertadores só será conquistada se o Cruzmaltino tiver, no segundo turno, 100% de aproveitamento atuando em São Januário.

"Jogando em casa, a obrigação de vencer é toda nossa. Essa é a realidade do Campeonato Brasileiro. Além disso, em São Januário a nossa torcida costuma comparecer em grande número para nos apoiar e cobra atitude dos jogadores dentro de campo. Por isso mesmo que venho batendo na tecla da necessidade de sermos sempre vencedores em casa, senão nada vai acontecer para a nossa equipe na competição", disse Paulo César Gusmão.

Os jogadores vascaínos concordam que a obrigação de vitória é do Cruzmaltino, mas apenas pelo fato de o time carioca atuar em seu estádio. Isso porque eles entendem que a má fase vivida pelos atleticanos deve ser deixada de lado e minimizada por conta da qualidade do elenco mineiro.

"Com certeza eles estarão no Rio de Janeiro com o pensamento de recuperar os pontos perdidos em casa contra o São Paulo. Nós temos que procurar fazer a nossa parte e ter uma grande exibição, independentemente do momento vivido pelo nosso adversário" disse o goleiro Fernando Prass.

O Vasco tem muitos problemas para este compromisso. PC Gusmão perdeu duas peças importantes, uma vez que os meias Zé Roberto e Carlos Alberto não terão condições de ir a campo. Enquanto o primeiro vai cumprir suspensão por conta do terceiro cartão amarelo recebido contra o Ceará, o segundo deixou a partida diante dos cearenses com fortes dores na coxa direita e foi vetado.

O quadro se agrava porque Alan, que seria uma opção, está na seleção brasileira de juniores, enquanto Felipe ainda se recupera de estiramento na coxa direita.

Neste cenário, Gusmão vai escalar o time que vinha atuando logo depois da Copa do Mundo, sem a maior parte de suas estrelas. Nilton, que volta de suspensão, formará trio de volantes com Rômulo e Rafael Carioca. Com isso, caberá a Fumagalli a criação de jogadas e municiar a dupla de atacantes, que continuará sendo composta por Eder Luís, ex-Atlético-MG, e Nunes.
 

FICHA TÉCNICA
VASCO X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 9 de setembro de 2010 (quinta-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Cleber Welington Abade (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e João Bourgalber Nobre Chaves (ambos de SP)

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Titi e Jumar; Nilton, Rafael Carioca, Romulo e Fumagalli; Éder Luis e Nunes
Técnico: Paulo César Gusmão

ATLÉTICO-MG: Fábio Costa; Rafael Cruz, Jairo Campos, Réver e Leandro; Serginho, Fabiano, Edison Mendes e Diego Souza; Daniel Carvalho e Neto Berola
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal