Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Flamengo - Landim presidente, homem do petróleo chega ao poder e aposta em cobrança.


Empresário Rodolfo Landim, de 61 anos, é engenheiro de formação e fez carreira na Petrobras — Foto: André Durão / GloboEsporte.com - Gente de Opinião
Empresário Rodolfo Landim, de 61 anos, é engenheiro de formação e fez carreira na Petrobras — Foto: André Durão / GloboEsporte.com

Aos 61 anos, novo presidente usou exemplo de vida empresarial, reuniu grupos políticos e, com as derrotas no futebol, surfou na onda da mudança entre sócios e torcedores do Rubro-Negro


“Não existe situação na vida em que eu vá me acovardar. Se passar a mão na minha bunda, vai tomar uma porrada. Seja do tamanho que for”. As aspas estão logo no início de um perfil famoso da revista “Piauí” sobre Luiz Rodolfo Landim Machado, novo presidente do Flamengo.


Eleito por 1.879 sócios, aos 61 anos, Landim chega ao poder após meses de campanha de um grupo dividido desde a situação, ainda com Bandeira no primeiro mandato. Os apoios vieram de correntes distintas, de ex-presidentes como Márcio Braga a Patricia Amorim. Landim e o núcleo duro da diretoria - formado por Landim, Luiz Eduardo Baptista, o BAP, Claudio Pracownik e Gustavo Oliveira - tem o desafio de conduzir grupos heterogêneos dentro do clube - que vão querer espaço depois do apoio na eleição.


A campanha cresceu proporcionalmente aos fracassos e derrotas no futebol na reta final de 2018. Até a eliminação da Libertadores e da Copa do Brasil, não era difícil encontrar correligionários de Landim pessimistas, prevendo novamente a influência do grupo “SóFla”, numeroso e determinante na política - e nas urnas.


O crescimento deu confiança aos apoiadores de Landim, que não descansou e não desanimou em momento algum da campanha. Discretamente, marcou encontros com o presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo, e com o presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos. Também deve se reunir com Rubens Lopes, presidente da Federação Carioca de Futebol, em breve. Passou a seguinte mensagem: o fim das desavenças públicas, na imprensa, o que Landim considerou erro estratégico de Bandeira. O presidente eleito também vai ao sorteio dos grupos da Libertadores da América, no Paraguai, em 17 de dezembro.

Frases de efeito como a que deu à “Piauí” nortearam a campanha. Inseparável do publicitário Gustavo Oliveira, diretor da agência Draft/FCB, Landim destacou no site que “em 2019 uma coisa vai mudar no Flamengo: cobrança”. Tratou do tema incansavelmente desde setembro, quando a campanha pegou fôlego. 



Campanha rica e frustração com Renato. Abel é o técnico escolhido


Landim costuma abrir os braços, gesticula bastante e faz caretas para destacar expressões. Nos eventos de campanha que acompanhamos e nas entrevistas que o GloboEsporte.com fez com o candidato, o empresário destacava logo o lado executivo e de gestor bem-sucedido.

Ao responder sobre a citação na delação premiada de Renato Duque, ex-companheiro de Petrobras, na Operação Lava Jato, lembrou a carreira de sucesso na estatal e a oportunidade que tinha de ganhar dinheiro ilicitamente se assim desejasse - como tantos outros fizeram até serem presos. Foi para o setor privado para ganhar sua independência financeira. Com a qual, disse na campanha, ganhou direito de “comprar sua liberdade” para se dedicar agora ao Flamengo.

Mais Sobre Esporte

Equipes de Rolim de Moura participarão da fase Regional do JIR em Alta Floresta

Equipes de Rolim de Moura participarão da fase Regional do JIR em Alta Floresta

Nos dias 25 e 26 deste mês várias modalidades esportivas de Rolim de Moura (RO) irão a Alta Floresta do Oeste participar da fase regional dos Jogos

FEJUR - Rondônia fica em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro de Judô

FEJUR - Rondônia fica em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro de Judô

No início de maio no município de Ji-Paraná, distante cerca de 378 Km de Porto Velho/RO, 750 atletas dos estados de Rondônia, Acre, Mato Grosso, Mato

17 judocas Rondonienses se classificaram para o Brasileiro de Judô e garantiu bronze no quadro geral de medalhas

17 judocas Rondonienses se classificaram para o Brasileiro de Judô e garantiu bronze no quadro geral de medalhas

Ex-atleta dos Jogos Escolares de Rondônia (Joer), a judoca cacoalense Amanda Arraes é uma das 17 atletas classificadas para disputar o Brasileiro

Inicia a III edição do Interatléticas em Cacoal

Inicia a III edição do Interatléticas em Cacoal

Com o apoio da Prefeitura de Cacoal, por meio da Autarquia Municipal de Esportes de Cacoal (Amec), o maior evento universitário do interior do estad