Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Em Brasília e SP, alemães e brasileiros celebram conquista


 
Ana Cristina Campos e Elaine Patricia Cruz
Agência Brasil

Em várias partes do país, brasileiros se uniram aos alemães para comemorar o título de campeão da Copa do Mundo, conquistado hoje (13) pela seleção da Alemanha, que bateu a Argentina no Maracanã. Aos gritos de “É tetracampeã” e “Fora Messi”, cerca de 15 mil torcedores que acompanharam a final pelos telões instalados na Fifa Fan Fest, em Taguatinga, a 20 quilômetros do centro da capital federal, celebraram o tetracampeonato da seleção alemã, conforme a organização do evento. Desde o começo do Mundial, no dia 12 de junho, mais de 350 mil pessoas passaram pelo local.

Depois de sofrer por 120 minutos, o comerciante Maximiliano Haedo, 34 anos, de Buenos Aires, não conseguia esconder a tristeza enrolado em uma bandeira azul e branca. “O sonho acabou. Estou muito triste. Foi muito sofrido”, disse ele, que logo após a partida foi embora com dois amigos. Eles vieram assistir ao jogo entre Brasil e Holanda no Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha, mas, como não conseguiram ingressos para a final, resolveram ficar na capital federal.

Vestido com uma camisa da seleção alemã, o motorista Silvio Rodrigues, 45 anos, disse que a Alemanha apresentou o melhor futebol e merecia ganhar. “O time teve organização em campo desde o início do Mundial. Deu gosto de ver o time jogar. As duas seleções jogaram bem, foram dignas de uma final”.

A professora de ensino fundamental Lucélia Ester Berto, 35 anos, veio com parentes e amigos torcer pela Alemanha. “Não queria que a Argentina ganhasse no Maracanã. Foi um jogo emocionante e um placar justo.”

Já a analista de sistemas Elisângela Kanacilo, 36 anos, estava torcendo pela Argentina por causa do namorado Matias Sernagoras, 37. O comerciante da cidade de San Bernardo, na província de Buenos Aires, continuou gritando “somos campeões” mesmo após a derrota. “Foi um grande jogo. Temos que continuar apoiando nossos jogadores sempre”, disse.

A banda paraense Calypso se apresenta neste momento. Em seguida, o DJ Lúcio Balla assume as picapes e encerra os 25 dias de festa na Fifa Fan Fest.

Já na Fifa Fan Fest, em São Paulo, se a maioria das camisas eram argentinas, quem fez a festa ao final do jogo foram os poucos alemães presentes ao local. O título da Copa do Mundo, o quarto conquistado pela Alemanha, foi muito celebrado, principalmente pelos brasileiros, que se divertem neste momento com um show da banda Capital Inicial.

A torcida que encheu o local refletiu muito a tensão do jogo. Os argentinos vibraram antes do início da partida, mas durante o jogo o silêncio se fez presente a maior parte do tempo. A exceção foi o gol anulado de Higuaín ainda no primeiro tempo. Quando o gol foi anulado pelo juiz, que marcou um impedimento do jogador, foi a vez dos brasileiros responderem comemorando a marcação. Depois disso, a grande comemoração na Fan Fest veio mesmo com o gol do alemão Götze, no segundo tempo da prorrogação.

As torcedoras alemãs Margit Schwarz e Bettina Arnswald não esconderam a alegria. No meio de vários torcedores argentinos, elas levaram a mão para o alto e pularam para celebrar o gol, que deu o título para a Alemanha. “Estou muito feliz”, disse Bettina. “A Argentina é muito boa e foi difícil, mas tivemos muita sorte”, acrescentou. Logo após o gol, Margit juntou as mãos e pareceu rezar pelo fim do jogo. “Nós somos os melhores. Somos os campeões”, gritou ao final do jogo.

O paulista Clayton Tavares também comemorou o resultado. “Estava torcendo para a Alemanha, sem dúvida. Sou rival da Argentina sempre, em qualquer modalidade. Isso não abate a tristeza pela nossa seleção, mas pelo menos não deixa eles [argentinos] fazerem a festa no nosso país”.

Enquanto alemães e brasileiros celebravam o resultado, os argentinos permaneciam em silêncio. Reinaldo Mendioza era um deles. “A vitória foi alemã. Não pudemos ganhar”, disse. “Não há explicação [para o que estou sentindo]. Tivemos uma falha na defesa e eles jogaram melhor”. Para o amigo dele, o também argentino Celso Rocha, a Argentina jogou bem hoje, mas “a Alemanha mereceu ganhar a Copa do Mundo”, disse, acrescentando estar triste pela derrota.

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal