Porto Velho (RO) sábado, 23 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Domingues Jr. comenta 'TOCO E ME VOU'


Maldini

Escrevo ainda contagiado pelo espetáculo da manhã deste domingo, na final do Mundial de Clubes entre Milan e Boca, os dois maiores campeões do planeta. A segunda vingança do ano do time do Milan, a primeira foi em cima do Liverpool, serviu para consagrar jogadores como Maldini, 3 vezes campeão do mundo, Cafu, também tri-mundial (uma pelo São Paulo) e o próprio técnico Ancelotti, que na falta de Ronaldo e Pato tem um Inzaghi sortudo e bem posicionado sempre. 

Seeedorf

O holandês Clarence Seedorf foi o que restou da máquina holandesa do Milan, que no passado também ganhava tudo: Van Basten, Gullit,  Rijkaard, Koeman, que timaço. E dos pés dele tem saído gols e lances deliciosos de se ver. Um craque, em plena forma e com uma bela coleção de títulos. No meio com Pirlo, o cão de guarda Gattuso e depois muito bem nosso Emerson, Seedorf  recebeu a Bola de Prata depois dos 4 a 2 sobre os argentinos do Boca. Um merecido prêmio porque o primeiro lugar já tinha dono e ele é brasileiro.

Kaká

Jovem, talentoso, com os olhos do mundo sobre ele e uma marcação quase implacável, Kaká não estraçalhou no jogo final, mas foram dele os passes para 2 gols e o melhor do mundo ainda marcou o seu. Não tem como contestar que o hoje ninguém joga e representa o espírito vencedor como Kaká. Virou mania na Itália, no mundo todo e na entrevista depois do jogo respondeu assim ao repórter italiano que lhe perguntava como parecia tão fácil para ele jogar futebol: “Jogo para me divertir”, respondeu o craque. “Não me vejo ainda como o melhor do mundo e nem me preocupo com isso, minha alegria é jogar futebol”. Sua e nossa Kaká, obrigado pelo show!

Dida

Ainda sem demonstrar emoções, e com a velha dificuldade em sair do gol, ele jogou bem, fez uma defesa linda e depois sofreu o gol contra de Ambrosini, mas se garantiu e garantiu seu time no topo do planeta bola. Dida, que teve alegria dobrada no domingo,  pois a FIFA oficializou o primeiro Campeonato Mundial de Clubes como sendo o de 2000, conquistado pelo Corinthians, com ele no gol, ganhou mais um título. Para um goleiro que merece mais aplausos e reconhecimento do que tem recebido fica a impressão de que ele não faz seu marketing como alguns outros, e é verdade. Mas goleiro tem que pegar a bola, e ser campeão. Dida preenche esses requisitos.

Palermo

Não chore por mim Argentina! 

domingues@sgcrondonia.com.br

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal