Porto Velho (RO) quarta-feira, 17 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Dodô faz três gols, e Vasco massacra Botafogo


 
A torcida do Botafogo compareceu esperançosa ao Engenhão na noite deste domingo para ver a estreia do atacante uruguaio Loco Abreu, mas saiu antes do final do jogo. O Vasco goleou o rival por 6 a 0, com três gols do atacante Dodô, que esteve afastado do futebol dois anos por doping.

O resultado fez justiça ao melhor desempenho da equipe dirigida por Vágner Mancini, que mostrou muita aplicação e objetividade. O Botafogo, que jogou de camisa nova, se mostrou surpreendido ao sofrer o gol logo no início, descontrolou-se emocionalmente, perdendo Eduardo expulso, e não conseguiu mais equilibrar as ações.

Com a vitória, o Vasco se isolou na liderança do grupo B da Taça Guanabara, com nove pontos ganhos. Já o time de General Severiano permaneceu com seis pontos e caiu para a terceira posição da chave. Na próxima quarta-feira, o Botafogo enfrentará o Tigres em São Januário, mesmo local da partida entre Vasco e Macaé, que será disputada na quinta-feira.

A partida começou com a torcida botafoguense motivada pela estreia do atacante uruguaio Loco Abreu. Só que o entusiasmo alvinegro sofreu o primeiro abalo aos três minutos, quando Dodô apanhou a bola na intermediária, correu sem ser incomodado e chutou forte no canto direito para marcar o seu primeiro gol com a camisa do Vasco.

O gol desorientou a equipe do Botafogo, que não conseguia trocar passes no meio-campo, o que deixava Herrera e Loco Abreu isolados entre os zagueiros vascaínos. O Vasco se aproveitou da má distribuição do Botafogo para dominar o meio-campo, onde Souza, Carlos, Philippe Coutinho e Léo Gago controlavam as ações.

Aos 12 minutos, Jéfferson teve que se empenhar para defender uma cabeçada do zagueiro Titi que tinha endereço certo. Aos 14 minutos, a situação do Botafogo ficou mais complicada, quando Eduardo cometeu falta dura sobre Léo Gago e recebeu o cartão vermelho.

O técnico Estevam Soares, chamado de burro pela torcida, tentou arrumar a equipe durante o tempo técnico, mas apenas o atacante argentino Herrera conseguia criar jogadas. O estreante Loco Abreu se movimentava, mas quase não conseguia tocar na bola.

Aos 32 minutos, o Vasco ampliou. Carlos Alberto cruzou do lado direito da área, Antonio Carlos vacilou, e Dodô apareceu para colocar a bola na rede de Jéfferson. O Botafogo se desarvorou de vez. Partiu de forma desordenada para o ataque e acabou sofrendo o terceiro gol aos 35 minutos. O lateral Marcelo Cordeiro perdeu a bola no ataque, Souza arrancou até as imediações da grande área e deu passe preciso para Dodô. O artilheiro só deslocou o goleiro Jéfferson e saiu para festejar com a torcida.

Um minuto depois, Herrera voltou a fazer boa jogada e chutou para a primeira defesa de Fernando Prass. O atacante argentino, único aplaudido pela torcida, voltou a assustar o Vasco com um chute de virada depois de receber de Loco Abreu. Aos 41 minutos, Carlos Alberto sentiu um problema muscular e deixou o campo. E o Botafogo ainda criou a última chance da etapa inicial, quando Herrera descobriu Alessandro livre na área, mas o lateral concluiu de forma bisonha.

O Botafogo voltou para o segundo tempo sem o uruguaio Loco Abreu, trocado pelo volante Somália, que veio do América-RN, numa demonstração de que Estevam estava mais preocupado em arrumar a defesa do que tentar chegar ao ataque. E logo aos cinco minutos, o goleiro Jéfferson teve que usar a coxa para evitar o quarto gol em chute de Magno.

Aos dez minutos, Antonio Carlos perdeu a bola na intermediária e foi obrigado a derrubar Dodô. Léo Gago cobrou com violência e o goleiro Jéfferson não conseguiu segurar a bola que acabou dentro do gol.

Aos sofrer o quarto gol, parte da torcida do Botafogo perdeu as esperanças e deixou o Engenhão. O Vasco continuou pressionando e chegou ao quinto gol aos 14 minutos, quando Dodô lançou Philippe Coutinho, e o jovem meia tocou na saída de Jéfferson.

Inteiramente batido, o Botafogo passou a viver do esforço isolado de Herrera no ataque e de Leandro Guerreiro no setor defensivo. Aos 31 minutos, o volante Somália arrancou pela esquerda e chutou cruzado por cima do travessão de Fernando Prass.

Nos minutos finais, o Vasco seguiu pressionando em busca do sexto gol, enquanto o Botafogo sem condições de atacar tentava apenas evitar uma humilhação maior, o que acabou não conseguindo porque o Vasco voltou a marcar aos 36 minutos com Philippe Coutinho, depois de tabelar na área botafoguense.

No final,a torcida vascaína pediu o sétimo gol para que fosse repetido o resultado registrado em 2001, mas o placar não foi mais alterado. 

Fonte: Gazeta Esportiva

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte