Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Coritiba: Chegou a hora de soltar o grito de campeão?


Chegar em dois anos consecutivos na final da Copa do Brasil já é comemorado como um título pela diretoria do Coritiba. Mas eles querem mais. Afinal, o clube também não quer ficar com o estigma de vice-campeão. E para conquistar o inédito título, terá que inverter uma vantagem de 2 a 0 do Palmeiras no Couto Pereira, nesta quarta-feira, em duelo que terá transmissão em tempo real do LANCENET!.

Os torcedores já preparam uma grande festa. Todos os ingressos foram vendidos e o estádio receberá o Green Hell Tecnológico, um espetáculo de luzes que a torcida coxa-branca vai realizar. Tudo isso tem um só objetivo: o sonhado título.

– A importância é a mesma que teve o Brasileiro de 1985. Desde o ano passado o time vem com uma excelente campanha. Mesmo com a derrota no primeiro jogo, há grande chance de inverter o resultado. Estou confiante – disse o ex-jogador Índio, campeão brasileiro em 1985, ao LANCENET!.

O meia Tcheco, que deixou em aberto a sua aposentadoria após a partida decisiva, lembrou o trabalho que a diretoria vem fazendo para exaltar a possível conquista:

– O título seria a coroação para a diretoria e os jogadores que estão aqui desde a Série B de 2010. Se ganharmos, ficaremos para sempre na história do Coritiba.

Histórico de superação

O Coritiba já provou que sabe vencer as adversidades para se sagrar campeão. Em 1973, o Coxa disputava o quadrangular final do Torneio do Povo – competição amistosa – e mesmo tendo dois jogadores expulsos empatou em 2 a 2 com o Bahia e conquistou o título, o que foi lembrado por Dirceu Krüger, ex-jogador e técnico do Coritiba, clube do qual é o maior ídolo.

– O Coritiba é um time guerreiro. Já provou isso no passado. Em 1973 conquistamos o Torneio do Povo contra o Bahia, lá na Bahia, e com dois jogadores a menos. O título do Campeonato Brasileiro de 1985, por exemplo, também veio na base da superação – disse ao LNET!.

Torcida não faltará para o Coxa levar a Copa do Brasil deste ano.

 

Pitaco dos grandes ídolos

O Coritiba consegue inverter o resultado e conquistar a Copa do Brasil deste ano?

Dirceu Krüger
Maior ídolo da história do Coritiba

Não é porque perdemos o primeiro jogo que não seremos campeões. O Coritiba é forte. Nós temos um elenco com jogadores comprometidos, um técnico que conhece muito bem os seus atletas, uma diretoria e um departamento de futebol capacitados para conquistarmos este título. Além disso, a nossa torcida é fantástica, empurra o time. Este título será um presente para a torcida.

Índio
Campeão brasileiro pelo Coritiba em 1985

Quando se trata de uma grande equipe como a do Palmeiras, eles não perdoam. Venceram por 2 a 0 em casa com o Coritiba jogando melhor. Mas temos uma possibilidade muito grande de conquistar este título. Em casa, o Coxa é muito forte. Só não pode sair desesperado querendo o gol, porque aí pode complicar. Mas com tranquilidade, acredito mesmo que pode inverter ou igualar esse placar.

Pachequinho
Ídolo dos anos 1990

Não é qualquer clube que chega em duas finais de Copa do Brasil consecutivas. Isso já é um grande feito. Mas é claro que nós acreditamos neste título. O Palmeiras conseguiu uma grande vantagem, mas o Coritiba tem ótimo retrospecto jogando no Couto Pereira. Sempre foi muito forte. Esperamos que essa estatística possa acontecer. O Couto Pereira é o nosso grande trunfo.

Tcheco
Apoiador e ídolo do atual elenco coxa-branca

Está um pouco difícil, mas não impossível. Em casa vamos ter o Green Hell, a Império (Alviverde), os nossos sócios torcedores. Somos um dos times mais eficientes dentro de casa. Nesta Copa do Brasil mesmo fizemos placares no Couto que nos dariam o título. Não há nada perdido. E digo mais: é a nossa chance de nos consolidarmos na história do Coritiba.

FONTE: LANCENET

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal