Porto Velho (RO) quinta-feira, 5 de agosto de 2021
×
Gente de Opinião

Esporte

Comissão de Esporte aprova PL da deputada Mariana Carvalho que garante recursos para o esporte feminino


Proposta prevê destinação de pelo menos 30% dos recursos recebidos pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) – verba essa proveniente dos lucros das loterias federais. - Gente de Opinião
Proposta prevê destinação de pelo menos 30% dos recursos recebidos pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) – verba essa proveniente dos lucros das loterias federais.

A Comissão de Esporte da Câmara aprovou, nesta terça-feira (30), parecer favorável ao Projeto de Lei 4089/19, da Deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), que assegura a destinação para as modalidades esportivas femininas de pelo menos 30% dos recursos recebidos pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) – verba essa proveniente dos lucros das loterias federais.

A autora explica que o intuito é tornar mais justa a distribuição dos recursos destinados ao esporte e ressalta que a proposta não diz respeito à ampliação de despesas pelo Poder Público. “Apenas busca equilíbrio, incentivando e motivando a participação feminina no esporte”.

Mariana destaca que o esporte ainda recebe pouco incentivo no Brasil e que em relação às modalidades femininas a questão é ainda mais grave. Atualmente, uma pequena parte dos recursos das loterias é destinada ao esporte.  Mas não há nada que garanta sua aplicação no esporte feminino. 

“Foi pensando nisso que apresentei o Projeto de Lei, para que pelo menos 30% dos recursos recebidos pelo COB e CBP vá para o esporte feminino”, explicou a deputada. 

De acordo com dados da Caixa Econômica Federal, em 2017, os repasses a ao COB e ao CBP totalizaram mais de R$ 350 milhões. “É importante garantirmos que parte desse recurso seja aplicado no financiamento de modalidades esportivas praticadas por mulheres, como forma de minimizar a desigualdade de apoio em relação ao esporte masculino”, reforçou Mariana.

Em seu parecer, o relator, Deputado Júlio César Ribeiro (Republicanos-DF), afirmou concordar com a autora que os recursos destinados para o desenvolvimento do esporte feminino no Brasil ainda são pouco expressivos, sobretudo quando comparados aos valores costumeiramente destinados ao esporte masculino. 

A proposta também já havia sido aprovada pela Comissão da Mulher em outubro de 2019, quando receber parecer favorável da Deputada Rose Modesto (PSDB-MS). O texto segue para análise da CCJ e em seguida do Plenário da Câmara. 

(Foto extraída do site Agência Patrícia Galvão)

Mais Sobre Esporte

Com 22 anos, Airton chega como esperança de gol ao Ceará

Com 22 anos, Airton chega como esperança de gol ao Ceará

Um jovem atacante está chegando para ajudar o Ceará a balançar as redes adversárias até o final da temporada 2021. Trata-se do atacante Airton, reve

Esporte municipal anuncia retorno de atividades e calendário de competições em Porto Velho

Esporte municipal anuncia retorno de atividades e calendário de competições em Porto Velho

Com o avanço da vacinação e queda no número de internações e óbitos por Covid-19, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semes) recebeu do prefeit

Como conciliar trabalho, estudo e treino!

Como conciliar trabalho, estudo e treino!

Hoje vamos deixar para vocês alguns meios e dicas de como ajudar e melhorar seu desempenho durante o dia corrido de trabalho, academia, estudos, e a