Porto Velho (RO) sábado, 23 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Com boa dose de sofrimento, Timão bate Furacão


Uma vitória com a cara do Corinthians. Assim pode-se descrever a partida em que o Timão bateu o Atlético-PR neste domingo por 2 a 1, no Pacaembu, um jogo que começou com cara de goleada e acabou com todo o sofrimento que a torcida corinthiana adora.

Mostrando a "fome" que falou no domingo passado, o Corinthians teve um início avassalador. Em sua primeira descida ao ataque, aos dois minutos de jogo, antes mesmo que o Atlético-PR tivesse tomado conhecimento da bola, o Corinthians tratou de abrir o placar. William disparou pela direitra e rolou para Liedson, no meio da área. Ele rolou para Paulinho que, livre, na altura da marca do pênalti, mandou para a rede, abrindo o placar.

Com o rival zonzo, o Timão logo fez o segundo. Danilo conduziu pela esquerda e rolou para Emerson Sheik. O camisa 11, da entrada área, bateu com força, no cantinho de Renan Rocha para ampliar a contagem.

Depois disso, o Atlético Paranaense se entregou. O Corinthians, mesmo em ritmo mais lento, seguiu pressionando enquanto o rival pouco ameaçava. A bem da verdade, o Timão poderia ter liquidado a fatura ainda no primeiro tempo, mas deixou a chance escapar.

Na volta do intervalo, o Furacão reagiu com três minutos de jogo. Nieto avançou pela direita, rolou para o meio, Paulo Baier bateu em cima do goleiro e, no rebote, a bola sobrou para o próprio Baier, que mandou para o gol.

Melhor em campo, o Atlético Paranaense ainda mandou uma bola no travessão, com Nieto, que pingou em cima da linha e voltou para as mãos de Julio César. A bem da verdade, a bola entrou, mas não inteiramente, logo não foi gol.

Fato é que o jogo passou de tranquilo para uma partida de risco. Aos 30, Paulo Baier mandou na trave direita de Julio César, assustando ainda mais a torcida do Timão.

Cinco minutos mais tarde, Tite promoveu a entrada de Adriano que até ajudou, prendendo os volantes paranaenses e acabando com o ímpeto ofensivo rival, que segue sua luta contra o descenso, cada dia mais perto.

Sufoco (e sofrimento) à parte, foi uma vitória ao estilo do Corinthians e de fundamental importância, já que deixa o time na ponta do Brasileirão, independente do que aconteça no clássico entre Vasco X Botafogo. Um detalhe: na saída, Adriano disse que sonha em ser campeão brasileiro mais uma vez e, verdade seja dita, ela fica cada vez mais perto.

O Corinthians volta a campo na quarta, em Fortaleza, contra o Ceará, outro ameaçado pela queda. Já o Atlético-PR recebe o São Paulo, que ainda sonha com uma vaga na Libertadores, em sua casa.

Fonte: Rádio Jovem Pan

 

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal