Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Clubes não aprovam jogos nos 'elefantes brancos'


Igor Siqueira

A intenção da CBF de obrigar os times da Série A do Brasileiro a jogarem em futuros estádios que ficarão subutilizados após a Copa do Mundo de 2014 não agradou aos clubes, especialmente àqueles que apostam na política de venda de pacotes de ingressos aos sócios para garantir renda.

Segundo o LANCE!Net apurou, a entidade pretende fazer com que as arenas de Brasília, Cuiabá e Manaus recebam dois mandos de cada participante da Série A. Grêmio, São Paulo e Fluminense são alguns dos clubes que estão receosos com a proposta, que pode trazer efeitos à comercialização das entradas.

– Com programa de sócios, já vendemos 30 mil ingressos para todos os jogos de 2013. Isso representa 50% dos assentos disponíveis. Não ouvi oficialmente, mas essa medida não faz sentido – afirmou Eduardo Antonini, presidente da Grêmio Empreendimentos, responsável pela construção da Arena do Grêmio, que será inaugurada sábado.

Antonini aproveitou a oportunidade para criticar o modelo brasileiro para o investimento nos estádios do Mundial:

– Perdemos a chance de desenvolver cidades para investir dinheiro em estádios.

No São Paulo, que pretende revitalizar em 2013 o programa de sócios, o vice-presidente de marketing, Julio Casares reforçou a posição gremista:

– O nosso mando é no Morumbi. Sempre que pudermos e tivermos o mando de campo, jogaremos lá, a não ser que tenhamos que ver outra alternativa por conta de obras no estádio, etc. Não dá pra gente trabalhar com hipóteses né. E pra jogar nesses lugares, teria que ver com a comissão técnica também. É mais uma questão de logística e do próprio futebol.


SEDES COMEMORAM

Os governos que podem ser beneficiados com jogos foram na contramão dos clubes e acharam a ideia positiva.

– Se for realidade, criará um clima muito interessante e vai ajudar a interiorizar o futebol brasileiro. Vejo com bons olhos essa possibilidade – disse Maurício Guimarães, secretário da Secopa-MT, que cuida da Arena Pantanal, em Cuiabá.

Via assessoria, o Governo do Distrito Federal se disse “radiante”, mas ressalta que os jogos, se ocorrerem, não serão o principal ponto para dar utilização ao Mané Garrincha depois da Copa.


ARENA DE RECIFE VAI SIM FICAR COM O NÁUTICO

O consórcio da Arena Pernambuco informou que não há possibilidade de que o Náutico opte por não jogar no estádio da Região Metropolitana de Recife, fato que poderia incluir a capital pernambucana no programa para evitar que os estádios construídos para a Copa fiquem ociosos.

A diretoria do Timbu já assinou um contrato se comprometendo a usar a Arena por 30 anos, deixando de lado o estádio dos Aflitos, que desperta interesse de empresas imobiliárias.

O contrato prevê um apoio financeiro ao Náutico no período pré-operacional do estádio e uma receita mensal para o clube no período operacional. Além disso, haverá investimento para melhorias nas instalações do Centro de Treinamento. Mesmo usando a Arena, o Náutico não arcará com custos de manutenção.

FONTE: LANCENET

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte