Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Cinco alternativas para acompanhar a Copa do Mundo fora da Globo


Cinco alternativas para acompanhar a Copa do Mundo fora da Globo - Gente de Opinião
Do Brasil de Fato - A Copa do Mundo 2018 começa amanhã (14) em Moscou, na Rússia, com transmissão para os cinco continentes. Na partida de abertura, os donos da casa recebem a Arábia Saudita no estádio Luzhniki. Durante um mês, 32 seleções vão disputar 64 jogos em 11 cidades diferentes.

Além das emissoras oficiais, que têm acesso aos hotéis, treinamentos e coletivas de imprensa, o futebol estará na pauta de rádios universitárias, emissoras públicas e jornais populares.

Confira abaixo cinco links para acompanhar a Copa fora dos veículos tradicionais:


1. Rádio Ponto


Cerca de 45 estudantes do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) trabalham há um mês na produção de conteúdos sobre a Copa do Mundo para veiculação na Rádio Ponto UFSC. Eles integram o Núcleo de Radiojornalismo Esportivo, uma iniciativa pioneira entre as universidades do país, e também fizeram a cobertura do Mundial 2014 no Brasil.

Para acompanhar a programação, é preciso sintonizar a FM 106.1 na região do Campus Trindade, em Florianópolis, ou acessar o site da rádio.

No período pré-Copa, a programação inclui boletins esporádicos sobre as 32 seleções e as 11 cidades-sede, além de detalhes sobre os confrontos da fase de grupos e previsões sobre a fase de "mata-mata".

A partir do dia 14, começam as Grandes Jornadas Esportivas (GJE), que são transmissões ao vivo de jogos do Mundial feitas pelos futuros jornalistas. A estrutura de transmissão da GJE se assemelha à de uma rádio comercial: um narrador, dois comentaristas, um repórter e um plantonista. Nos bares próximos ao estúdio, as partidas serão veiculadas com as imagens disponibilizadas pela Fifa e com o áudio da Rádio Ponto.

De segunda à sexta, às 17h45, as notícias mais quentes do dia são reunidas no programa Diário da Copa, como explica o estudante Fabio Tarnapolsky: “É um resumo geral do dia, dos jogos e de algum caso inusitado, com áudio de jogadores, dos treinadores e das nossas próprias narrações”.

Segunda, quarta e sexta, a partir das 18 horas, vai ao ar o programa Parada para a Copa, com debates e reportagens nos formatos áudio e vídeo: “Uma análise crítica, falando sobre os próximos jogos, previsões e palpites”, define o estudante.

A programação da Rádio Ponto UFSC é uma alternativa para acompanhar a Copa do Mundo sem os vícios dos jornalistas experientes e dos meios de comunicação tradicionais.


2. Ultrajano

Sob a batuta de José Trajano e Cláudio Arreguy, ex-jornalistas da ESPN e com bagagem de quatro décadas de cobertura esportiva, o Ultrajano trata não só de Copa do Mundo, mas de política, cultura geral e direitos humanos.

A plataforma concentra análises de colunistas, reportagens, entrevistas exclusivas e bate-papos ao vivo sobre os jogos do Mundial, com interação e colaboração de leitores.

A principal atração são os vídeos, divididos em dois programetes: o Arreguy na Área e o Tabelinha, cujas edições anteriores estão disponíveis em um canal único no Youtube.

Vale a pena conferir o que dizem dois repórteres que circularam pela mídia hegemônica e, desde o ano passado, gozam de autonomia para tratar de temas polêmicos, que não convêm aos grandes meios.


3. Rádio Inconfidência

Emissora de rádio pública de Minas Gerais, a Rádio Inconfidência AM 880 é conhecida por produzir conteúdos noticiosos com qualidade e independência. Quando o assunto é futebol, a programação se diferencia das rádios comerciais do estado por apresentar conteúdo crítico, sem interferência de interesses mercadológicos e sem vínculos com os patrocinadores.

As partidas da Copa do Mundo, naturalmente, terão cobertura completa na Rádio Inconfidência.

Nos dias de semana, o futebol é assunto no programa Primeiras Esportivas, das onze da manhã ao meio-dia. Como os clubes mineiros estarão de folga, o Mundial deve roubar a cena, principalmente em dias de jogos da Seleção.

Às oito da noite, tem mais uma hora de noticiário esportivo, com participação de convidados e comentaristas de todo o estado, além da contribuição de ouvintes pelas redes sociais. O programa Esportes pelo Ar se estende até as dez da noite nas quintas-feiras.

Coordenada por José Augusto Toscano, a equipe esportiva contém três narradores, três comentaristas, cinco repórteres e quatro plantonistas, de olho no dia a dia da Seleção.

Quem estiver fora de Minas Gerais pode acompanhar a cobertura da Copa no site oficial da emissora.


4. Telesur


Para aqueles que compreendem o idioma espanhol, a TV pública venezuelana é uma ótima alternativa de cobertura com viés político, debates acalorados e irreverência.

O ponto alto da programação é a presença do craque argentino Diego Maradona, que terá um programa próprio durante a Copa. A atração De la mano del diez [“Das mãos do dez”] estreia hoje (13) às 23 horas, e será apresentado em parceria com o jornalista esportivo uruguaio Víctor Hugo Morales. Eles vão repetir a dobradinha que fizeram durante a Copa de 2014. Na época, o programa de debates se chamava De Zurda [“De canhota”].

A Telesur afirma que o programa oferecerá “uma análise profunda, certeira e respeitosa sobre os acontecimentos do Mundial da Rússia”.

Clique aqui para assistir à Telesur ao vivo na internet e acompanhe o Twitter criado pela emissora especialmente para conteúdos relacionados à Copa do Mundo 2018.


5. Brasil de Fato

Como você já sabe, o próprio Brasil de Fato tem uma página especial dedicada à cobertura da Copa.

Somos dois correspondentes no país-sede, e viajamos mais de dois mil quilômetros desde a segunda semana de maio para mergulhar nos costumes da Rússia e compreender as diferenças e semelhanças em relação ao Brasil.

A cobertura oferece transmissões ao vivo no Facebook de segunda à sexta, boletins diários na Rádio Brasil de Fato e reportagens exclusivas no portal. Os programas estaduais, que vão ao ar toda semana, também repercutem os boletins e trazem as informações mais recentes sobre o Mundial.

A hashtag oficial para interagir com a reportagem é #BdFnaCopa, que também pode ser usada para enviar críticas e sugestões de matéria durante o Mundial.

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte