Porto Velho (RO) domingo, 8 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Chuva de gols marca torneio de integração entre escolinhas de futsal em Porto Velho


Chuva de gols marca torneio de integração entre escolinhas de futsal em Porto Velho - Gente de Opinião

Jovens atletas das escolas Laura Vicuña, Sapiens, Dom Bosco e escolinha Mato Grosso abrilhantaram o I Torneio Solidário de Futsal da Escolinha Mato Grosso, no último sábado, 9, na quadra da Escola Nossa Senhora das Graças. A garotada fez bonito e o resultado final foram ótimas jogadas, dribles de cair o queixo e uma chuva de gols marcados totalizando 30 vezes em que a bola ficou no fundo das redes.

 

O torneio marcou o encerramento das atividades deste ano do projeto social coordenado pelos professores Elciney, Arthur e Moisés. O projeto, sem fins lucrativos, atende duas vezes por semana garotos na faixa etária de 8 a 17 anos, que moram na região do bairro Mato Grosso. A ideia do torneio, ressalta o professor Elciney, foi promover a integração de alunos da Escolinha Mato Grosso e alunos de outras escolinhas de futsal.

 

A primeira etapa teve como campeã a equipe do Instituto Laura Vicuña (categoria Sub 7 e 8 anos) que jogou uma partida acirrada contra o time do colégio Sapiens, perdendo por 3 a 2. Em seguida, venceu a equipe da Escolinha Mato Grosso, por 3 a 0. Com a derrota do Sapiens por 3 a 1 no jogo contra Mato Grosso, Laura Vicuña ficou em primeiro lugar graças ao saldo de gols, cinco no total.

 

Na etapa seguinte do torneio, a equipe da Mato Grosso se sagrou campeã desbancando o Laura Vicuña por 1 a 0 e vencendo o Sapiens com o placar de 3 a 0. Já na terceira fase, com atletas da categoria 12 a 14, a escolinha Mato Grosso não deu mole para as demais equipes e bateu o Dom Bosco por 2 a 1 e o Sapiens por 3 a 2, e mais uma vez ficou em primeiro lugar com duas vitórias com o saldo de cinco gols.

 

O time do Dom Bosco ficou na lanterna, com o saldo de 3 gols. As partidas foram acirradas, e apesar de enfrentarem times mais experientes que já treinam juntos desde o início do ano, os alunos jogaram com muita raça, mas não conseguiram superar a prevalência tática dos adversários.

 

O professor Elciney ressalta a importância da prática esportiva e a necessidade de projetos esportivos destinados aos jovens das classes populares. Ele defende a prática esportiva como instrumento educacional para o desenvolvimento integral das crianças, jovens e adolescentes.

 

Conforme o treinador da equipe do Instituto Laura Vicuña, professor Daniel, vale ressaltar que o esporte, aliado à educação, é uma poderosa ferramenta de proteção social e resgate de crianças e jovens, pois, quando não estiverem na escola, estes se manterão ocupados e diminuindo o ócio e evitando o risco de estarem nas ruas, convivendo e aprendendo o que não devem.

 

De acordo com o também professor Edivan Melo, a prática de esportes não é apenas um símbolo de cuidado com a saúde. “Os esportes têm sido, cada vez mais, uma ferramenta de integração e inclusão social. Durante a prática esportiva, crianças e jovens aprendem muito mais que as técnicas que envolvem o esporte. Aprende-se a ter respeito pelas regras e pelos outros jogadores, agregam-se o entendimento, o convívio com o coletivo, a resoluções de conflitos, o esforço e responsabilidade. Ao aliarmos esporte e educação de qualidade é possível que nossas crianças e jovens se sintam participantes da sociedade”, explica.

 

Galeria de Imagens

Mais Sobre Esporte

Um jogador ideal para a Copa Davis

Um jogador ideal para a Copa Davis

A Copa Davis é uma copa diferente. O tênis é um esporte individual, porém,  na Copa Davis, se joga,  com dezoito países divididos em seis grupos, com

Um show de SUPERAÇÃO e SOLIDARIEDADE será realizado pelo time de basquetebol de cadeirantes em Nova Mutum Paraná

Um show de SUPERAÇÃO e SOLIDARIEDADE será realizado pelo time de basquetebol de cadeirantes em Nova Mutum Paraná

Com objetivo de mostrar à comunidade da região o poder do esporte na vida da pessoa com deficiência, a equipe de basquetebol em Cadeiras de Rodas do

Rondônia conquista 38 medalhas em cinco modalidades nas Paralimpíadas Escolares em São Paulo

Rondônia conquista 38 medalhas em cinco modalidades nas Paralimpíadas Escolares em São Paulo

A edição 2019 das Paralimpíadas Escolares encerrou-se na última sexta-feira, 22, e destacada como sendo uma porta de entrada para jovens com idade esc

Atletas da rede municipal de Educação de Vilhena representam Rondônia em competições nacionais

Atletas da rede municipal de Educação de Vilhena representam Rondônia em competições nacionais

Desde o dia 18 de novembro é realizada a edição 2019 da Paralimpíadas Escolares, no Centro de Treinamento Paralímpico, na cidade de São Paulo (SP). Ro