Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Caso ISL foi o golpe final em Ricardo Teixeira


Em 23 anos à frente da CBF, Ricardo Teixeira enfrentou diversos escândalos. E o mais recente, envolvendo a empresa suíça de marketing esportivo ISL, que anunciou sua falência em 2001, foi o golpe final em sua conturbada gestão. Diante da possibilidade da divulgação dos documentos que comprovam uma nova irregularidade, o dirigente decidiu deixar o comando da CBF.

Em maio do ano passado, a rede britânica BBC, em reportagem do jornalista Andrew Jennings, trouxe a informação de que o ex-presidente da Fifa João Havelange e Teixeira receberam US$ 9,5 milhões em propinas da ISL para garantir contratos de exclusividade em transmissões e patrocínios da Copa do Mundo.

O valor em questão estava incluído em pagamentos de propinas de mais de US$ 100 milhões à Fifa. O dinheiro teria sido pago por meio de empresas fantasmas entre agosto de 1992 e novembro de 1997.

Segundo a reportagem, a Justiça suíça determinou a devolução do dinheiro e encerrou o caso. Atualmente, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, detém os documentos do processo e tem sido pressionado para torná-los públicos. O dirigente já prometeu liberá-los.

Teixeira teria recebido o dinheiro numa conta secreta por meio da empresa Sanud, localizada Liechteinstein, um conhecido paraíso fiscal. O valor teria sido dividido em 21 parcelas de US$ 250 mil.

Na reportagem, a emissora britânica lembra que a Sanud havia sido citada na CPI do Futebol, que investigou Ricardo Teixeira.
 

Empresa foi parceira de Flamengo e Grêmio

Antes de decretar falência em 2001, a ISL foi parceira de dois clubes brasileiros: Flamengo e Grêmio. E o que começou como uma grande ajuda financeira para contratações, acabou se transformando num mar de dívidas nos clubes.

Presidente do Flamengo entre 1999 e 2001, Edmundo Santos Silva foi o responsável por levar a ISL para o Rubro-Negro, após indicação da Fifa. O contrato assinado previa um aporte de US$ 850 milhões ao longo dos 15 anos do acordo.

Com a parceria, Edmundo investiu na contratação de grandes jogadores como Alex, Denílson, Vampeta, Edílson, Petkovic, Gamarra, entre outros. O Flamengo conquistou o tricampeonato estadual (1999, 2000 e 2001) mas, diante da falência da empresa, problemas surgiram e o presidente rubro-negro, acusado de improbidade administrativa, sofreu impeachment.

No Grêmio, a empresa chegou em 2000 na gestão do presidente José Alberto Guerreiro. O clube, então, investiu na contratação de jogadores como Zinho e Paulo Nunes e dos argentinos Astrada e Amato. Após a falência da ISL, o Grêmio começou a enfrentar problemas financeiros que culminaram no rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, em 2004.
 

O CASO

Maio de 2011

A rede britânica BBC, em reportagem do jornalista Andrew Jennings, afirma que Ricardo Teixeira e o ex-presidente da Fifa, João Havelange, receberam US$ 9,5 milhões em propinas da ISL nos aos 90 para garantirem contratos de exclusividade em transmissões e patrocínios da Copa do Mundo.

Acordo

Na Justiça da Suíça, os dois dirigentes não teriam negado a acusação e teriam feito um acordo para devolver o dinheiro integralmente.

Investigação no Brasil

Diversas entidades no país, como Ministério Público e Polícia Federal passaram a investigar o caso.


 

COM A PALAVRA
Andrew Jennings
Jornalista da rede britânica BBC,
em entrevista ao LANCENET! por e-mail

"A atual situação de Ricardo Teixeira vem de 20 anos de ganância e corrupção. Espero que as investigações criminais de evasão fiscal e lavagem de dinheiro continuem, que ele seja levado para a cadeia e seja despojado de toda a sua riqueza. Fico satisfeito que o escândalo da ISL tenha causado sua demissão. Trabalhei por muitos anos para descobrir a identidade dos bandidos da Fifa que receberam subornos.

Ricardo Teixeira está morto para a Fifa. Blatter irá trair qualquer um para sobreviver. Teixeira nunca foi importante na Fifa. Mas Blatter lutou por muitos anos para esconder o relatório dos subornos da ISL. Mas, nós jornalistas, estamos investindo mais tempo para tentar tornar o caso público. Acho que, dentro de um ano, teremos essa divulgação e Blatter será envergonhado e terá de lidar com isso.

O que me deixa irritado é que Blatter tem uma cópia do relatório e poderia divulgá-lo a qualquer momento. Então, quando ele e o Jérôme Valcke (secretário geral da Fifa) forem ao Brasil, a população brasileira deveria vaia-los dia e noite.

No caso da CBF, ela só pode ficar melhor sem Teixeira, assim como o futebol brasileiro. Ele e sua gangue não contribuíram com nada e pegaram tudo o que podiam."

FONTE: LANCENET

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal