Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Brasil e da Colômbia são recebidas com entusiasmo


 Danilo Macedo – Enviado Especial

Gente de Opinião

Os jogadores da seleção brasileira, que chegaram à capital cearense na noite passada, puderam ver e sentir, no caminho até o hotel onde estão hospedados, o carinho e o interesse de centenas de torcedores e fãs que se aglomeravam para vê-los e cumprimentá-los, mesmo que a distância. Hoje (3) cedo, antes das 7h, muitos adolescentes voltaram ao hotel, na tentativa de ver algum ídolo entre as grades que dão vista para a piscina.

O jogo de amanhã (4), contra a Colômbia, válido pelas quartas de final, será o segundo da seleção brasileira em Fortaleza nesta Copa do Mundo.

Famosa pelo calor humano e por ter sido a primeira cidade em que a torcida e os jogadores começaram a cantar à capela o Hino Nacional, após o fim do trecho mais curto que a Fifa disponibiliza antes dos jogos, os torcedores querem apagar da memória a última partida, sofrida, que terminou com um empate sem gols com o México, na fase de grupos. Desta vez, um empate significará prorrogação de 30 minutos e, se persistir o empate, decisão por cobrança de pênaltis. Neste caso, a torcida lembraria o sofrimento do último jogo, contra o Chile, com empate no tempo normal e na prorrogação, e vitória do Brasil, por 3 a 2 nos pênaltis, graças às grandes defesas do goleiro Julio Cesar. 

Em frente ao hotel onde a seleção da Colômbia está hospedada, na Avenida Beira Mar, um grupo de torcedores também cantava e esperava que os atletas aparecessem pelo menos na janela do quarto e acenassem para eles. Alguns dos jogadores penduraram a bandeira colombiana na sacada. Confiantes, os torcedores cantam músicas provocando os brasileiros: “Aqui no Brasil, ninguém nos ganha porque esta festa é colombiana” e “Colombiano, colombiano, que bonito ser quem é, porque seremos campeões na terra de Pelé”.

O torcedor Lídio García, que já tem ingresso para as semifinais, espera uma partida dura amanhã, mas aposta que a Colômbia ganhará por 2 a 1. "A grande diferença que há entre Colômbia e Brasil é que o Brasil jogará pressionado porque tem um compromisso por ser pentacampeão e por estar jogando em casa. Para nós, não, porque é a primeira vez que passamos para as quartas de final em nossa história, e vamos frescos, vamos tranquilos ao campo para mostrar o que temos, sem nenhum tipo de pressão."

Na Avenida Beira Mar, a mais frequentada por turistas, brasileiros e colombianos caminham vestidos com as cores de seus países. Para fazer valer a superioridade numérica dentro do estádio e não ser superada pela torcida adversária, como aconteceu em alguns momentos no jogo contra o México, a torcida brasileira em Fortaleza marcou ensaios para divulgar as canções de incentivo à seleção. Um deles hoje, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, a partir das 20h, e outro amanhã, antes do jogo, nas proximidades da Arena Castelão.

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal