Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Botafogo fica no 0 a 0 com o Nova Iguaçu


A chama esteve bem menos acesa do que na estreia. Faltou um pouco de tudo ao Botafogo no empate por 0 a 0 com o Nova Iguaçu, neste domingo, em Bangu: organização para encaixar a transição do meio ao ataque, presteza para aproveitar as poucas chances criadas, inspiração para desmontar a marcação adversária. Com Loco Abreu quase fora do raio de visão dos criadores, o jeito foi apelar para bolas paradas e cruzamentos. Em vão.

O Nova Iguaçu, sem embocadura ofensiva, também não apresentou grande capacidade para movimentar o placar. O empate sem gols foi um resultado natural. O time da casa, porém, lamenta um impedimento mal marcado. Mossoró estava frente a frente com Jefferson.

Com o resultado, o Botafogo perdeu a chance de aproveitar o tropeço do Flamengo (também empatou por 0 a 0, sábado, com o Macaé) para rumar à liderança do Grupo A do Campeonato Carioca. Segue na segunda colocação, com quatro pontos, atrás dos rubro-negros no saldo de gols. O Nova Iguaçu, também com quatro, é o terceiro.

A partida teve público pagante de 2.151 pessoas e renda de R$ 47.035,00. Na quarta-feira, o Botafogo visita o Madureira, e o Nova Iguaçu, um dia depois, encara o Bonsucesso fora de casa.
 

Loco, o náufrago

Não fosse a companhia dos zagueiros do Nova Iguaçu, Loco Abreu não teria com quem falar no primeiro tempo em Moça Bonita. Seria engolido pelo tédio. Morreria de solidão. Porque a bola, parceria mais desejada pelo uruguaio, mal deu as caras na etapa inicial. A pobreza ofensiva do time alvinegro explica o empate por 0 a 0 nos primeiros 45 minutos.

A engrenagem meio-ataque, de bom funcionamento na vitória de 3 a 1 sobre o Resende, parecia enguiçada neste domingo. O Botafogo teve muito Andrezinho e pouco Maicosuel. Elkeson não chegou ao ataque como deveria. E Loco ficou lá no ataque, cercado apenas por adversários. Deu apenas um cabeceio, e torto, já que foi ruim o cruzamento de Lucas.

A equipe de Oswaldo de Oliveira foi mais incisiva nos primeiros minutos. E sempre com jogadas coordenadas por Andrezinho. Repetidas vezes, ele fez o goleiro Jefferson, do Nova Iguaçu, agir. Bateu duas faltas com perigo – ambas afastadas pelo oponente de luvas.

Da metade do primeiro tempo em diante, o Nova Iguaçu se consolidou em campo. Caiu a supremacia do Botafogo. Mas faltou qualidade técnica ao adversário alvinegro. Foi uma sucessão de lançamentos exagerados, passes tortos, cruzamentos errados. Não houve uma chance sequer de gol. Quando haveria, a arbitragem anulou mal um lance no qual Mossoró ficaria frente a frente com o botafoguense Jefferson. Ele não estava impedido. Poderia ter sido o gol do time mandante.

Muda o time, segue o placar

O Botafogo tentou verticalizar o jogo no segundo tempo. Não deu muito certo. A escalação inicial de Oswaldo sobreviveu até os 12 minutos, quando Elkeson deu lugar a Herrera. Assim, diminuiu o isolamento de Loco Abreu.

Não por acaso, a equipe alvinegra ficou mais aguda. E passou a criar chances. Chute de Maicosuel só não virou gol porque a cabeça de Naylhor, no meio do caminho, impediu. Loco, na sequência, mandou cabeceio, e a zaga afastou novamente. Pouco depois, o uruguaio dominaria com a mão, sem percepção da arbitragem, se livraria do goleiro e perderia nova chance ao ser desarmado.

E aí o Botafogo parou de novo. Oswaldo de Oliveira tentou novas cartadas. Colocou Felipe Menezes no lugar de Andrezinho e Caio na vaga de Maicosuel. Pouco adiantou. Era um domingo para 0 a 0.

Fonte: G1

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal