Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Bola rola às 17h para Brasil x Croácia


Foi em 2007 que se confirmou. Em 2009, virou realidade com 12 faces. Incontáveis foram os esforços, dentro e fora das quatro linhas, para chegar à 20ª edição da Copa do Mundo da FIFA nas melhores condições. O torneio, que nos fez chorar de alegria por cinco vezes, e nos deu a tarefa de aprender a lidar com as frustrações, retorna à casa do futebol. Se não foi criado aqui, como disse a presidenta Dilma Rousseff em mensagem enviada ao Congresso da FIFA, neste país ganhou condição de arte. E é depositando as expectativas nas chuteiras e no talento dos nossos 23 jogadores que o Brasil amanhece neste 12 de junho de 2014 de forma especial. O início do sonho tem hora, local e adversário definidos: 17h, na Arena Corinthians, em São Paulo, contra a Croácia.

“Chegou a hora. Vamos todos juntos. É o nosso Mundial”, disse Luiz Felipe Scolari, comandante da equipe nacional, na véspera da partida. O clima na Seleção é leve e bem-humorado. A confiança está em alta, as lesões passaram longe da preparação e o objetivo é claro para todos, especialmente na cabeça e no coração do craque do time. “Não quero ser melhor jogador, nem artilheiro. Só quero o título. Estou preparado para ajudar meus companheiros. Nenhum jogador atua sozinho”, disse Neymar.

Desde 26 de maio, a preparação foi intensa. O grupo que não disputava partida havia três meses voltou a reunir as energias. Temporadas intensas pesaram para alguns, dois amistosos – contra o Panamá e a Sérvia – foram importantes na reta final para entrosamento e evolução da equipe. O time titular possivelmente será o mesmo que ergueu o troféu da Copa das Confederações há pouco menos um ano: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Fred e Neymar. E é nessário acrescentar mais um nome na escalação, que faz toda a diferença: a torcida brasileira.

Amor à Seleção

Nos estádios, serão milhares, mas outros tantos milhões estarão espalhados pelo país, cada um torcendo do seu jeito. Muitos deles nas 12 Fan Fest, espaços de exibição pública das 64 partidas, com atrações musicais e culturais. A Copa de 2014, antes de começar, já foi capaz de revelar várias formas curiosas de demonstrar o apoio à Seleção. Um fusca conversível ganhou as seis estrelas do hexa e virou celebridade em Fortaleza. Outro carro da mesma marca, todo decorado, ganhou pinta de Fuleco Móvel e parou o trânsito entre os pernambucanos. Pernambuco, aliás, que vem fazendo das tradicionais festas juninas um ponto de reforço à torcida pelo Brasil.

Na capital federal, uma senhora pintou todos os centímetros da casa de verde e amarelo. Um grupo de samba de Itaquera, bairro paulistano onde foi construído o estádio da abertura, anima a vizinhança ao som do Samba do Hexa. Lá no Morro Dona Marta, no Rio de Janeiro, a comunidade fez das tintas a ferramenta para uma decoração impressionante. Já no sul, em Curitiba, a criatividade em verde e amarelo ficou por conta do figurino de uma família de ex-pugilistas. Em Cuiabá, um ex-sargento da PM transformou a si próprio e a uma Caravan 1977 em objeto de reverência à Seleção. Em Campinas, dois amigos se empolgaram, arremataram uma Kombi, transformaram o veículo em Motorhome e vão fazer uma aventura de várias escalas entre Fortaleza e o Rio de Janeiro para assistir aos jogos. 
 

As histórias são inúmeras e a Copa no Brasil não inspirou somente brasileiros. Ingleses percorreram 1.966 quilômetros a pé, partindo da Argentina, para curtir o Mundial por aqui. Uma caravana de 800 veículos traz millhares de chilenos a Cuiabá, com direito a escolta da Polícia Rodoviária Federal e torcida in loco da presidenta Michelle Bachelet. A invasão mexicana já começou por Recife, onde o terminal de passageiros do Porto foi reformulado para a Copa. Colombianos estão sendo esperados com ansiedade nas casas de Brasília que vão servir de hospedagem alternativa, e chegarão por um aeroporto modernizado e reformado, também para o Mundial. Nove amigos uruguaios pegaram a estrada até Fortaleza para acompanhar a Celeste. 

E as recepções nas cidades dos Centros de Treinamento? Ruas ficaram lotadas em Viamão (RS) para receber o Equador, mexicanos não cansam de repetir o quão agradecidos já estão com o carinho de Santos (SP). Croatas chegaram a São Paulo elogiando a recepção e o tratamento cordial em Mata de São João (BA). Sete mil torcedores acompanharam treino aberto do Uruguai em Sete Lagoas (MG). Os seis mil ingressos oferecidos para treino de Portugal em Campinas esgotaram em menos de seis minutos. É a Copa que vai além das 12 sedes. E uma Copa que extrapola o esporte, para fortalecer campanhas importantes e trazer esperança em outras áreas além do futebol.

Pela paz e contra o racismo

Vai ser uma Copa que não se cansará de frisar a luta contra o racismo. E um torneio a favor da paz, como destacou o Papa Francisco em mensagem proferida por ocasião do Mundial. “Pensemos na lealdade, na perseverança, na amizade, na partilha, na solidariedade. De fato, são muitos os valores e atitudes fomentados pelo futebol que se revelam importantes não só no campo, mas em todos os aspectos da existência, concretamente na construção da paz. O esporte é escola da paz”, disse o pontífice.

Pombas poderão ser vistas no céu de Itaquera pouco antes do pontapé inicial, assim como muitos ritmos e uma pitada de ciência.
 

São Paulo - Coletiva sobre a Abertura da Copa

Gente de Opinião

 

Cerimônia de abertura

Um espetáculo de 25 minutos promete levar aos espectadores a alegria do país anfitrião. Quem garante é a diretora artística da cerimônia de abertura, Daphné Cornez. A natureza, os brasileiros e o futebol são os três “tesouros que estarão em destaque no show. O ato final contará com a apresentação da música oficial da Copa, We are one, interpretada por Jennifer Lopes, Pitbull, Claudia Leitte e Olodum, artistas que não escondem a ansiedade pelo momento.

“É um momento especial, uma grande oportundiade de compartilhar com todos minha brasilidade. Vou entregar todo o meu amor e isso é também uma honra. Eu me sinto privilegiada”, disse a cantora Claudia Leitte.

O show começará às 15h15 e os portões serão abertos às 13h. Dançarinos, capoeiristas, ginastas, entre outros artistas, integram um time de mais de 600 bailarinos que entrarão em campo antes dos jogadores para mostrar a diversidade do país.

Ainda antes do pontapé inicial, um momento histórico vai ativar as esperanças de mais de 25 milhões de pessoas no mundo que estão em cadeiras de rodas. Um paciente paraplégico, movimentando uma veste robótica controlada pela atividade cerebral (exoesqueleto), irá se levantar e caminhar por cerca de 25 metros no campo e dar o primeiro chute da Copa. Será uma demonstração do projeto Andar de Novo, consórcio formado por 156 cientistas de todo o planeta e liderado por um neurocientista brasileiro, Miguel Nicolelis.
 

Adversário

“Eu não posso prometer vencer a Copa, eu não posso prometer que vamos vencer o Brasil, mas posso prometer que vamos dar o máximo que temos para que nossos torcedores tenham orgulho da nossa equipe”, disse o lateral-direito da Croácia, Darijo Srna, na véspera da partida.

O técnico NiKo Kovac, que sabe extamente o que é uma estreia contra o Brasil em Copas – esteve em campo na partida vencida pelos brasileiros por 1x 0 na Copa da Alemanha, em 2006 – relembrou a ocasião.

"Se eu tiver que comparar o jogo de 2006 em Berlim e o de amanha, a diferença é que estamos aqui no Brasil. É uma posição mais favorável, pois terão o apoio dos torcedores. Em relaçao aos jogadores, é uma geracao totalmente diferente. Tentaremos surpreendê-los, não vamos desistir até o ultimo minuto”, reforçou.

A escalação é guardada a sete chaves, mas isso não preocupa tanto Luiz Felipe Scolari, que foi sucinto e seguro quando questionado se estamos preparados para o desafio. “Prontos”, disse.

Fonte: Carol Delmazo – Portal da Copa

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte