Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Apesar do empate, Felipão diz que Brasil mostrou evolução


Foto: Alex Livesey/ FIFA/ Getty Images

Gente de Opinião

O técnico Luiz Felipe Scolari afirmou que a Seleção Brasileira mostrou evolução no jogo desta terça-feira (17.06) contra o México, na Arena Castelão, em comparação à partida de estreia, contra a Croácia, no último dia 12 de junho, quando o Brasil venceu por 3 a 1. “O time jogou melhor do que no primeiro jogo. Evoluímos no mínimo 10%. Não era o resultado que nós queríamos, mas estou satisfeito com o que eu vi em campo”, disse Felipão, após o empate em 0 a 0 diante dos mexicanos em Fortaleza.

Com o resultado, a Seleção Brasileira chegou aos quatro pontos e mantém a liderança do grupo – supera o México devido ao saldo de gols. “Às vezes um ponto classifica você para a próxima fase. Se não ganha, também não pode perder”, afirmou o treinador brasileiro. Felipão não confirmou se mexerá na equipe para a partida contra Camarões, a última do grupo A da Copa do Mundo, mas ressaltou que a confiança nos jogadores está mantida. “Os outros times também jogam bola. Confio plenamente no grupo”, disse.

O goleiro Júlio César ressaltou o bom jogo que o time mexicano fez na Arena Castelão. “É uma seleção que chuta muito de fora da área e deu muito trabalho. Eles ainda se defenderam muito bem. Quando jogam Brasil e México é sempre assim. Foi uma grande jogo”, afirmou  o número 12 da Seleção Brasileira.

Melhor em campo

O goleiro mexicano Ochoa foi eleito o melhor em campo pela FIFA. O jogador fez pelo menos três defesas importantes, em uma cabeçada de Neymar e um chute de Paulinho, no primeiro tempo, e outro lance envolvendo o camisa 10 da seleção na segunda etapa. Além disso, mostrou segurança nas saídas de bola pelo alto. “Eles têm grandes jogadores e criaram jogadas de perigo. Nossa defesa foi parte importante do resultado. Mas sabíamos que teríamos que atacar também. Foi uma ótima partida nossa”, afirmou Ochoa.

Durante a entrevista coletiva pós-jogo, o técnico Miguel Herrera elogiou o comportamento da torcida mexicana, que em muitos momentos chegou a calar a torcida do Brasil na Arena Castelão. “Escutamos nosso torcedor mais forte que os brasileiros. E os jogadores dentro de campo sentiram isso e cumpriram o que determinamos. Enfrentamos o maior favorito para vencer o Mundial e em sua casa. A entrega deles foi fundamental”, afirmou o treinador mexicano.

Números do jogo

De acordo com as estatísticas da Fifa, o Brasil teve 53% de posse de bola, contra 47% da seleção mexicana. Foram 14 chutes a gol brasileiros e 13 do adversário. O jogo no Castelão registrou 31 faltas (18 do México e 13 do Brasil) e o público foi de 60.342 pessoas.

Fonte: Thiago Cafardo, do Portal da Copa em Fortaleza
 

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal