Porto Velho (RO) sábado, 23 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Apesar das surpresas, semifinais da Copa ficam com 'gigantes' do futebol


Marcelo Brandão*
Agência Brasil

A Costa Rica, o Chile, a Colômbia e a Argélia foram consideradas as surpresas da Copa e presentearam o público com exibições emocionantes e belos gols. Mas agora, na reta final do torneio, não há espaço para surpresas. As semifinais terão os "gigantes” do futebol. São dez títulos mundiais, 11 títulos de vice-campeão, seis terceiros lugares e três quartos lugares que estarão em gramados brasileiros nos jogos de hoje (8) e amanhã (9).

O Brasil e a Alemanha se enfrentam nesta terça-feira, às 17h (horário de Brasília), no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte. A Argentina e a Holanda jogam amanhã, no mesmo horário, no Estádio Itaquerão, em São Paulo.

Mesmo com atuações irregulares ou ainda sem convencer plenamente a torcida, as quatro seleções chegaram às semifinais. O peso das camisas do Brasil, da Alemanha, Argentina e Holanda se confirmam pela história. Em todas as copas pelo menos uma dessas seleções figura entre as quatro primeiras colocadas.

Os mundiais de 1974 e 1978 contaram com nada menos do que três desses países entre os quatro primeiros. Em 1974, a Alemanha foi campeão, a Holanda, vice, e o Brasil ficou em quarto lugar. Na Copa seguinte, as três primeiras colocações foram da Argentina, da Holanda e do Brasil. Caso os dois europeus se classifiquem à final, a Holanda terá a oportunidade de uma revanche contra os argentinos, que venceram na final de 1978. Os holandeses são a única seleção considerada potência do futebol que ainda não levantou a taça.

O protagonismo desses quatro países é tão grande ao longo dos anos que a única possibilidade de não haver uma reedição de final de Mundial é se o Brasil vencer a Alemanha hoje. A seleção brasileira nunca enfrentou argentinos ou holandeses em uma final. Já a Alemanha enfrentou a Argentina nas finais de 1986 e 1990, com uma vitória para cada lado. Holandeses e alemães decidiram o título em 1974 e os germânicos levaram a taça.

* Colaborou Eurico Tavares

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal