Porto Velho (RO) terça-feira, 23 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Amigáveis, Felipão e Luxemburgo reeditam rivalidade


Os confrontos entre os times de Luiz Felipe Scolari e Vanderlei Luxemburgo marcaram o futebol brasileiro na década de 1990. Apontados como dois dos melhores treinadores do País na época, eles viviam um clima de intensa rivalidade, mas se reencontram no mata-mata desta Copa do Brasil com discurso amistoso.

Antes mesmo de ter sido definido o Tricolor gaúcho como rival palmeirense na semifinal do torneio, Felipão analisou o embate com o adversário, já que enfrentará o Grêmio também pelo Campeonato Brasileiro, na noite deste domingo.

“Vai ser um jogo bem parelho e bonito, pelo que vi nesta semana em um vídeo do Grêmio e contra o Vasco. Vamos nos encontrar como bons amigos e vou conversar com ele, assim como também com o (preparador físico Paulo) Paixão e com os caras que gosto muito em Porto Alegre”, afirmou o comandante alviverde.

O início da rivalidade entre os dois aconteceu quando Luxemburgo estava no Palmeiras e Felipão no Grêmio. Depois, ainda nos anos 1990, o gaúcho foi para o Verdão e encarava o Corinthians do outro técnico.

Já a aproximação entre os técnicos teve como capítulo marcante o encontro em 2009, quando Felipão visitou o Palmeiras e encontrou o então comandante alviverde, Luxemburgo. Os dois conversaram e riram bastante naquela ocasião, ao lado do ex-presidente palmeirense Luiz Gonzaga Belluzzo.

Apesar do iminente duelo, o atual comandante gremista evita tratar a semifinal da Copa do Brasil como um duelo particular. “Vai ser Grêmio contra Palmeiras, com os treinadores das duas equipes. Vejo isso muito sossegado”, afirmou, logo depois de ter eliminado o Bahia.

O pentacampeão, por sua vez, faz questão de apontar para a importância de ambos na história do clube de Palestra Itália, principalmente pelos recentes títulos conquistados à frente do Verdão.

“Acho que na história do Palmeiras, o Vanderlei e eu somos dois técnicos dos mais vencedores. Tive a oportunidade de trabalhar por muito mais tempo no Grêmio e ele está agora lá. Vamos nos encontrar e sempre sou recebido maravilhosamente bem pela torcida deles. São dois técnicos com currículo tanto no Palmeiras quanto no Grêmio”, comentou.

Os dois foram os grandes responsáveis pelas glórias que o Verdão obteve depois da fila de 17 anos. Técnico presente na quebra do jejum, Luxemburgo conquistou pelo clube alviverde quatro Paulistas (1993, 1994, 1996 e 2008), dois Brasileiros (1993 e 1994) e um Rio-São Paulo (1993).

Já Felipão levou a melhor com o Palmeiras na Copa Mercosul (1998), na Copa do Brasil (1998), na Libertadores (1999) e no Rio-São Paulo (2000), além de ter vencido com o Grêmio três Gaúchos (1987, 1995 e 1996), uma Copa do Brasil (1994), uma Libertadores (1995), uma Recopa Sul-americana (1996) e um Brasileiro (1996).

A semifinal da Copa do Brasil entre as equipes paulista e gaúcha ainda não tem data definida e nem a ordem dos mandos de campo. Na outra partida do torneio, o duelo por vaga na decisão será entre São Paulo e Coritiba.

Fonte: Gazeta Esportiva.NET
 

Mais Sobre Esporte

Rondônia sediará Campeonato Brasileiro de Judô

Rondônia sediará Campeonato Brasileiro de Judô

De 03 à 05 de maio, atletas dos estados de Rondônia, Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e Distrito Federal disputarão o Campeonat

Com apoio de Adelino Follador, 53 atletas rondonienses de Jiu-Jitsu disputam campeonato brasileiro

Com apoio de Adelino Follador, 53 atletas rondonienses de Jiu-Jitsu disputam campeonato brasileiro

Considerada uma das mais importantes competições da categoria, o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu acontece entre 26 de abril a 6 de maio, em Barue

Quartas de final da Champions movimentam apostas no futebol europeu

Quartas de final da Champions movimentam apostas no futebol europeu

As quartas de final do principal torneio continental do mundo já começaram. Os oito melhores times se enfrentam para ver quem avança para as semifinai

Porto-velhense Ruan Gladson é heptacampeão estadual de Judô

Porto-velhense Ruan Gladson é heptacampeão estadual de Judô

Faltando poucos dias para representar o Estado de Rondônia pelo sexto ano no Campeonato Brasileiro de Judô - Região IV, o porto-velhense Ruan Gladson,