Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Entrevista

IBGE: crescimento na indústria é permanente, mas discreto


Cássia Almeida - Agência O GloboRIO - A indústria avança de forma permanente, mas num ritmo discreto. Essa foi a análise do coordenador de Indústria do IBGE, Silvio Sales, ao divulgar os números do setor de agosto, nesta quinta-feira pela manhã. A produção, frente a julho, cresceu 0,7%,. na segunda alta seguida. Frente a agosto de 2005, o avanço foi de 3,2%:_ Nesse bimestre, de julho de agosto, a alta foi de 1,4%, puxada pela produção de bens de capital e de insumos, com a redução na categoria de bens não duráveis. Há uma tendência de crescimento verificada há cinco trimestres, de uma forma permanente, mas discreta.O economista do IBGE ressaltou os setores exportadores, principalmente de commodities como indutores da alta. No mercado interno, a produção de máquinas e equipamentos foi o destaque e a produção automobilística também._ O lado negativo veio das indústrias de calçados e confecções, que sofrem a concorrência dos importados e perderam fôlego nas exportações.

Mais Sobre Entrevista

Daniel Pereira pede a exoneração do superintendente do IBAMA-RO

Daniel Pereira pede a exoneração do superintendente do IBAMA-RO

Daniel Pereira pede a exoneração do superintendente do IBAMA-RO

Uma bela entrevista com Pepe Mujica - Por Tereza Cruvinel

Uma bela entrevista com Pepe Mujica - Por Tereza Cruvinel

Compartilhe no Google + Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Tereza Cruvinel / Colunista do 247, Tereza Cruvinel é uma das mais respeitadas

'Espero que o apelo do papa ecoe no Brasil', diz dom Murilo, sobre o 1° Dia Mundial dos Pobres

'Espero que o apelo do papa ecoe no Brasil', diz dom Murilo, sobre o 1° Dia Mundial dos Pobres

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); A Ação da Cidadania volta a realizar a campanha Natal sem Fome após 10 anos e segundo um estudo div

CF 2018: Especialista em segurança pública analisa a face da violência no Brasil

O professor da PUC Minas, onde coordena o Núcleo de Estudos Sociopolíticos (Nesp), Robson Sávio Reis Souza, é um dos colaboradores na redação do texto