Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Entrevista

IBGE: crescimento na indústria é permanente, mas discreto


Cássia Almeida - Agência O Globo RIO - A indústria avança de forma permanente, mas num ritmo discreto. Essa foi a análise do coordenador de Indústria do IBGE, Silvio Sales, ao divulgar os números do setor de agosto, nesta quinta-feira pela manhã. A produção, frente a julho, cresceu 0,7%,. na segunda alta seguida. Frente a agosto de 2005, o avanço foi de 3,2%: _ Nesse bimestre, de julho de agosto, a alta foi de 1,4%, puxada pela produção de bens de capital e de insumos, com a redução na categoria de bens não duráveis. Há uma tendência de crescimento verificada há cinco trimestres, de uma forma permanente, mas discreta. O economista do IBGE ressaltou os setores exportadores, principalmente de commodities como indutores da alta. No mercado interno, a produção de máquinas e equipamentos foi o destaque e a produção automobilística também. _ O lado negativo veio das indústrias de calçados e confecções, que sofrem a concorrência dos importados e perderam fôlego nas exportações.

Mais Sobre Entrevista

Daniel Pereira pede a exoneração do superintendente do IBAMA-RO

Daniel Pereira pede a exoneração do superintendente do IBAMA-RO

Daniel Pereira pede a exoneração do superintendente do IBAMA-RO

Uma bela entrevista com Pepe Mujica - Por Tereza Cruvinel

Uma bela entrevista com Pepe Mujica - Por Tereza Cruvinel

Compartilhe no Google + Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Tereza Cruvinel / Colunista do 247, Tereza Cruvinel é uma das mais respeitadas

'Espero que o apelo do papa ecoe no Brasil', diz dom Murilo, sobre o 1° Dia Mundial dos Pobres

'Espero que o apelo do papa ecoe no Brasil', diz dom Murilo, sobre o 1° Dia Mundial dos Pobres

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); A Ação da Cidadania volta a realizar a campanha Natal sem Fome após 10 anos e segundo um estudo div

CF 2018: Especialista em segurança pública analisa a face da violência no Brasil

O professor da PUC Minas, onde coordena o Núcleo de Estudos Sociopolíticos (Nesp), Robson Sávio Reis Souza, é um dos colaboradores na redação do texto