Porto Velho (RO) segunda-feira, 24 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

PP reúne duas mil pessoas em Rolim de Moura


Mais de duas mil pessoas estiveram presentes no Clube Terapia, em Rolim de Moura, para o grande encontro do Partido Progressista (PP). Este é a primeira reunião dos Progressistas, após a condenação do senador Ivo Cassol no Superior Tribunal Federal (STF). O assunto realçou os discursos das autoridades no evento. Pelo PP nacional estiveram presentes o deputado federal do Alagoas Arthur Lira, líder do partido na Câmara, deputado federal de Roraima Márcio Junqueira e o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP.

O vereador de Porto Velho, Aélcio da TV, disse que “o PP é o maior partido de Rondônia porque temos a maior liderança política desse Estado. Conte conosco senador, acreditamos no senhor que não é a maior liderança por acaso”, disse o vereador da Capital.

O deputado estadual Neodi Carlos disse que fez questão de estar na reunião, apesar de ser do PSDC, porque companheiro é aquele que está junto em qualquer situação. Opinião compartilhada pelo também deputado estadual Maurão de Carvalho (PP).

Para o deputado estadual Flávio Lemos (PR) toda família tem os agregados e o PR é agregado ao PP com muito orgulho. O parlamentar disse que acredita em uma solução para a situação do senador Ivo Cassol. “Quando Deus tem planos, nenhum juiz pode atrapalhar. Dessa mesa vai sair o governador do Estado, temos pessoas competentes para isso”.

Luiz Cláudio, deputado estadual do PTN, destacou a importância da lealdade na política. “Senador, o senhor desde quando foi prefeito, passando por governado, foi um politico de palavra e leal ao nosso Estado. Precisamos do senhor na liderança desse grupo para resgatarmos Rondônia da decadência em que vive hoje. O povo clama sua volta ao governo de Rondônia. O povo hoje veio de longe para lhe ver e demonstrar que é o nosso senador e que o povo precisa de vossa excelência. Não desista, não desanime porque nós, o povo está ao seu lado”, disse o deputado.
 

FORTALECIMENTO DO PP EM RONDÔNIA

O vice-presidente regional do PP e deputado federal, Carlos Magno, disse que o encontro marcou mais uma etapa do fortalecimento partidário no estado para as próximas eleições. “O PP nas próximas eleições será o maior partido em número de filiados em Rondônia. Estou satisfeito de ver tantas lideranças reunidas e firmes em um só propósito acreditando que esse momento difícil de hoje será revisto pela vontade de Deus e da própria justiça”. Disse Carlos Magno.

Márcio Junqueira, deputado federal de Roraima, disse que fez questão de prestigiar o evento em Rondônia e o amigo Ivo Cassol, que é referência política em Rondônia. “Senador, a vida nos tira casa, carro, propriedades, e às vezes querem nos tomar até a verdade. Mas, há algo que ninguém tira de nós, a nossa história. Nem juiz nem ninguém vai conseguir apagar. Sua história foi escrita e nenhuma corte vai apagar. Nosso partido está aqui para dizer que não concordamos com a decisão. O estado de Rondônia é maior que isso, precisa e terá você. Venho aqui hoje para dizer que aos melhores homens são concedidas as maiores e mais difíceis missões. Sua missão é servir o povo de Rondônia senador e não tem como fugir”, declarou o deputado.

O representante do quarto maior partido do Brasil em número deputados na Câmara Federal, deputado Arthur Lira, de Alagoas, destacou que o pedido do PP para o encontro em Rolim de Moura foi para mostrar que os progressistas são unidos e solidários. O líder do PP na Câmara disse acreditar que o povo de Rondônia voltará ao poder.  “Tenho certeza que você será governador desse estado Ivo Cassol. Essa decisão do STF não condiz com o que Rondônia precisa, o povo não merece essa decisão. A oposição do PP em Rondônia não tem o que mostrar e por isso se preocupa em denegrir a imagem de um homem de bem. O estado que tem a sorte de ter um homem corajoso e que trabalha pelo seu povo é um estado de sorte. O Partido Progressista vai lutar e não abre mão da nominata com o Cassol como governador do Estado”.
 

Ivo Cassol continua na presidência do PP

“Quando se planta boa semente colhe-se bons frutos. Continuo de pé”, foi com essas palavras que o senador Ivo Cassol iniciou seu discurso durante o encontro em Rolim de Moura, no último sábado (7). Cassol disse que respeita a decisão do Supremo, por ser corte máxima do país, mas garantiu, mais uma vez, que não desviou recursos, não subfaturou preços nem houve enriquecimento ilícito, conforme também reconheceram os ministros do STF. “Não roubei e fui condenado por questões técnica, não concordo. Respeito a decisão da corte, mas como ser humano e como ex-prefeito, pelo trabalho que fiz, não concordo com a decisão. Quem mora em Rolim de Moura sabe e reconhece o trabalho que foi feito”, desabafou o senador.

Ivo Cassol afirmou que continua buscando sua defesa e que acredita no esclarecimento de todas as dúvidas que porventura ficaram. “Tem muitos adversários fazendo festa com essa decisão. No entanto, nos quatro cantos do Estado o povo clama por Ivo Cassol e foi porque eu fiz Rondônia melhor, com ajuda do povo. Obrigada pela solidariedade. Perdemos uma luta, mas não a guerra”, desabafou o senador. Cassol apontou nomes que podem ser futuros candidatos ao governo com seu apoio como o deputado federal Carlos magno, o deputado estadual Neodi Carlos, o ex-deputado estadual Tiziu, e o prefeito de Rolim de Moura Cesar Cassol. “Estou fora do processo eleitoral mas não da política. Engana-se os adversário que nós estamos mortos. Rondônia não será jogada e esquecida por nós”, disse Ivo Cassol.

O presidente do PP nacional, senador Ciro Nogueira, revelou que assim que saiu a condenação, Ivo Cassol procurou o partido para entregar a presidência, pedido que não foi aceito pela diretoria do PP. “Uma condenação que não representa a realidade. Precisamos do Ivo Cassol a frente do PP em Rondônia. Ele já demonstrou sua força e capacidade em fazer o partido crescer”, disse Ciro Nogueira.  O senador disse que fez questão de estar em Rolim de Moura para mostrar ao povo rondoniense que o PP é solidário a Cassol e está ao lado do presidente regional.

“Vimos aqui hoje muitos discursos, emocionados, outros revoltados, mas todos com o sentimento de indignação pela injustiça cometida. O seu respeito a corte é louvável, mas não vamos perder a confiança que será feito justiça ao povo desse estado que te elegeu. Você é uma estrela e referência em todo o país. Sua missão é colocar o povo no comando do Estado novamente. Vamos lutar de todas as formas para te fazer candidato, e se não for, vamos estar ao seu lado e do candidato. É mais fácil sair da vida pública e cuidar da família e das suas empresas, mas como ficaria o PP e o povo do seu estado? Então senador, assuma seu posto, você foi e será a maior liderança do Estado e o povo confia em você.

Fonte: Ascom

 

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por