Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

Marina Silva: Lei que prejudica novos partidos é golpe


Do R7, com Record News e Agência Câmara

A proposta de mudança na legislação que restringe o tempo de televisão e o Fundo Partidário de novos partidos foi tratada pela ex-ministra do Meio Ambiente e ex-senadora Marina Silva como sendo um “golpe na democracia”. Ela falou ao Jornal da Record News nesta quarta-feira (17). O projeto de lei começou a ser discutido na Câmara dos Deputados também nesta quarta, com obstruções dos opositores.

— Eu vejo com preocupação [o projeto]. É um golpe na democracia. Porque o que queremos é o direito de fazer circular nossas ideias. Mas o que me preocupa mais é esse desrespeito à democracia. Não se pode mudar as regras do jogo durante o jogo. Houve uma decisão do Supremo [Tribunal Federal] que deu ao PSD o acesso ao dinheiro do Fundo [Partidário] e do tempo de TV.

A ex-senadora fundou o partido Rede Sustentabilidade e seria a mais prejudicada nas eleições presidenciais de 2014, caso o projeto seja aprovado. Marina ainda disse que espera “que no Senado isso possa ser reparado”.

Ela criticou a postura do PT em tentar que os novos partidos não tenham tempo de televisão durante as próximas eleições.

— Obviamente que o PT ainda tem a responsabilidade de pensar no que está fazendo, de não fazer conosco aquilo que eles estavam fazendo quando estávamos criando o PT. Nunca imaginei na minha vida que o PT pudesse fazer a mesma coisa comigo. Tem uma manobra política, mas também uma mudança de rumo daqueles que, no passado, defendiam a democracia.

PSDB, PPS, Psol, PV e PSB são contrários à alteração. O projeto determina que as mudanças de deputados de partido durante a legislatura não implicarão a transferência de tempo de televisão e de Fundo Partidário, que ficarão no partido que elegeu o parlamentar. Os descontentes afirmam que a proposta está sendo votada de maneira temerária, sem o debate necessário, e voltada exclusivamente a mexer nas regras da eleição de 2014.

A maioria dos partidos, no entanto, defende a aprovação do projeto. Na avaliação deles, o texto vai fortalecer a fidelidade partidária. O deputado Silvio Costa (PTB-PE) denunciou que, no plenário, “há uma disputa de interesses sendo travestida em disputa de ideologia”.
 

Assista na integra à entrevista de Marina Silva:

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por