Porto Velho (RO) terça-feira, 25 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

Jaqueline ouve pedidos para a retomada dos bois bumbás


Depois de passar o sábado e domingo na Ponta do Abunã, numa agenda repleta de compromissos, a candidata ao governo de Rondônia Jaqueline Cassol (PR), iniciou a semana em Guajará-Mirim, a Pérola do Mamoré.

Logo cedo, Jaqueline Cassol, acompanhada da candidata ao senado Ivone Cassol (PP), já estava visitando o comércio no município de Nova Mamoré. De porta em porta, cumprimentando cada uma das pessoas no local, ela apresentou as propostas para a mudança de Rondônia, para recolocar o Estado de volta nos trilhos do progresso.

Enquanto discursava no centro da cidade, o aposentado Antônio dos Santos, 69 anos, foi se aproximando do local onde estava Jaqueline. Atentamente ouviu as propostas e, ao final, se aproximou da candidata:

- Anunciaram que a senhora viria aqui hoje. Quando ouvi o barulho no carro de som vim saber o que a senhora iria nos prometer.

Jaqueline Cassol foi enfática ao responder para o eleitor:

- Seu Antônio, eu não faço promessas, faço compromisso com a população de Rondônia e de Nova Mamoré. Nós vamos recolocar este estado nos trilhos do desenvolvimento. Com a vontade de Deus e a ajuda do povo vamos, com certeza, melhorar a saúde, em especial dos municípios distante de Porto Velho como é o caso de vocês.

Mais cedo, Jaqueline Cassol havia conversado com Josué Silvestre. O produtor rural mostrou indignação com a situação da saúde na região. Depois de meses de espera, ele conseguiu marcar um exame, disponível apenas no distrito de Extrema. Jaqueline quer evitar esses deslocamentos com a regionalização da saúde.

- Vamos ampliar os atendimentos nos municípios pólos através de parcerias com os municípios. Quem mora no interior tem que ser atendido no interior e não ter que se deslocar para Porto Velho para a realização de um exame.

Descaso com a Cultura e Turismo de Guajará-Mirim

Em Guajará Mirim, Jaqueline Cassol cumpriu agenda de reuniões em diversas empresas atacadistas. Em todos os locais visitados a população reclama de abandono, esquecimento do poder público. O carregador Kleber Lins pediu a retomada da festa folclórica mais importante do município, o Duelo da Fronteira, disputa de bois bumbás.

- A gente respira essa tradição que foi quebrada na atual gestão. Vemos que ninguém se interessa mais pela nossa história. Fazíamos uma festa linda, que gerava emprego e renda, atraia turistas. Agora não tem mais, depois da enchente então Guajará acabou. Somos mesmo fim de linha como dizem por aí.

Jaqueline Cassol lembrou nas reuniões para a construção do bumbódromo, realizada durante a gestão em que era secretária de Assuntos Estratégicos.

Jaqueline contou ainda que na época, foi destinado um recurso ao município, para a construção de dois barracões para o boi e que por falta de planejamento o recurso foi devolvido sem a construção do espaço.

- O resultado da falta de gestão é o enfraquecimento do Estado, das manifestações culturais, do turismo, da economia. O povo de Rondônia precisa manter suas tradições, sua identidade. Os turistas precisam conhecer nossos valores. Para isso vamos dar uma atenção especial à cultura e ao turismo. Voltar com o festejo do Duelo da Fronteira como fazíamos no governo passado.

Jaqueline disse ainda que tem o compromisso de fazer de Guajará-Mirim, um ponto turístico não apenas no período de festa.

- Quando eu era jovem vivia aqui em Guajará. Me lembro de uma cidade movimentada, cheia de gente de fora, turistas que tinham prazer de visitar a cidade. Hoje só escuto lamentação dos moradores e, principalmente, dos comerciantes. Podem ter certeza, a estrela de Guajará vai voltar a brilhar. Essa tão famosa pérola do nosso Estado terá um grande valor novamente. Contem comigo.

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por