Porto Velho (RO) sábado, 22 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

Expedito diz a transportadores e taxistas que todos irão trabalhar


Um grupo de pequenos empresários proprietários de ônibus e de taxistas que atuam no transporte intermunicipal recorreu ao candidato ao governo pela Frente Muda Rondônia, Expedito Junior, a quem fizeram um apelo de “socorro para poder trabalhar em paz”. Representando 268 pequenas empresas que reúnem cerca de 500 ônibus e aproximadamente 3 mil taxistas, os representantes do grupo se disseram perseguidos pelo DER e pelo Detran que não os deixam trabalhar.

Um deles, que começou com um ônibus, chegou a possuir 13 veículos e 80 funcionários antes de ser alcançado pela perseguição. Depois, com fiscais em seu encalço aplicando-lhe sistemáticas multas, acabou sendo empurrado à falência. Após tanta pressão e decepção, teve sua empresa reduzida uma van, com a qual sobrevive hoje com a ajuda da mulher, fazendo o transporte de acadêmicos.

O relato deixou o candidato sensibilizado e indignado. “Em meu governo, todos, do pequeno ao grande, todos vão trabalhar, não haverá servidor indicado por grupos para perseguir e multar trabalhador. Podem contar comigo. Esse é um compromisso do qual não iria me afastar um milímetro. Não tenho rabo preso com empresários, com grupo político nem com qualquer outro interesse. Por isso nossa campanha é do tostão contra o milhão. É humilde, se ressente da falta de dinheiro, mas é pé no chão e voltada para defender os interesses do povo, não de empresas”, assegurou.

No caso dos taxistas que fazem lotação para o transporte intermunicipal, há uma lei aprovada desde o governo de Ivo Cassol, que depende de regulamentação para entrar em vigor e autorizar o serviço. Em julho do ano passado, o atual governo reuniu centenas de taxistas em seu gabinete e anunciou que até o final daquele mês iria regulamentar o decreto. Foi festejado, aplaudido, mas não teve coragem de enfrentar as pressões que vieram de dentro de seu próprio governo, de setores que controlam pastas estratégicas para essas atividades. Acuado, o governador quedou, silente.

“Eu não tenho esse tipo de problema. Nem rabo preso, nem medo. Vou enfrentar essas forças que não são nada invisíveis e vou regulamentar o decreto logo no início do governo. Confiem em mim e me deem essa oportunidade que retribuirei com nova oportunidade a vocês”, comprometeu-se Expedito.

Fonte: Ascom

 

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por