Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

Expedito assume compromissos na OAB


Em evento cívico promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Rondônia, em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral e Ministério Público, na noite de ontem (26), o candidato ao Governo de Rondônia pelo PSDB Expedito Junior reafirmou as propostas de campanha e assumiu o compromisso com eleições, limpas, livres e éticas.

Embora os candidatos pudessem discorrer sobre as principais metas de suas propostas, o evento seguiu uma dinâmica diferente dos debates com o candidato sendo sabatinado por um representante do Conselho Regional de Medica, Conselho Regional de Engenharia, dois representantes da Seccional e a magnifica reitora da Unir, em um tema previamente sorteado referente à infraestrutura, cidadania, educação, segurança e saúde.

Gente de Opinião

Após explanar sobre o plano de governo, quando abordou as principais propostas para educação, saúde, segurança, cidadania e parceria com as prefeituras, Expedito Junior fez questão de anunciar que pretende governar em geral ajudando os prefeitos a superarem a crise que assola os municípios, e em particular com o da capital. “Apesar de Mauro Nazif ser um dos expoentes da campanha de reeleição do atual governador, vencendo o pleito, vou procura-lo para traçarmos um conjunto de ações comuns para melhorar a infraestrutura de Porto Velho. Não podemos aceitar nossa capital em frangalhos e abandonada”, assegurou.

Em relação à educação o candidato voltou a declarar que é uma pasta importante demais para não ser gerida por alguém que não seja da área e prometeu nomear um secretário que conheça e pertença aos quadros da educação. “Educação é prioridade. Não se faz educação apenas com voluntarismo: é preciso conhecer a área e possuir um comprometimento profissional. Quem vivencia e conhece a educação são os trabalhadores da educação. Vou buscar alguém dos quadros da educação para gerir a pasta”, garantiu Junior.

Quanto à infraestrutura Expedito Junior lamentou que o Governo de Rondônia não tivesse sido capaz de utilizar os recursos do Programada de Aceleração do Crescimento (PAC), disponíveis em caixa, por incapacidade técnica de concluir o processo licitatório e incompetência na execução dos respectivos projetos básicos. “São mais de setecentos milhões de reais em caixa destinados ao saneamento básico e expansão da rede de água potável que estão parados por inércia do executivo estadual. É um problema de gestão que vamos corrigir caso sejamos vencedores do pleito”, disse Junior.
Apesar de o governo apresentar dados estatísticos que sugerem melhoria no sistema de saúde estadual, Expedito Junior lembrou que em recente pesquisa divulgada pelo Ibope revela exatamente inverso do que divulga o estado. “Mais de setenta porcento das pessoas pesquisadas criticam e desaprovam a saúde oferecida pela rede pública”. Portanto, os dados oficiais não refletem aquilo que pensa a população usuária da rede”, assinalou Expedito.

Perguntado por um membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB-RO sobre suas propostas para a segurança e o sistema carcerário, o candidato tucano adiantou que é preciso aproximar o policial da comunidade e pretende criar o policiamento comunitário. Disse ainda que é importante dialogar com os policiais civis, militares e agentes penitenciários para destravar os gargalos que impedem uma boa prestação dos serviços, a exemplo das condições de trabalho, entre outras.

O sistema carcerário, de acordo com Expedito Junior, possui um modelo equivocado e exaurido. A reformulação das unidades prisionais e a transformação do atual modelo em presídios ‘industriais’ é a principal meta do plano de governo.

“Temos que encarar o problema com coragem e determinação. Ele existe e necessita ser totalmente reformulado porque hoje, com uma população carcerária rondoniense em torno de quase oito mil presos, a tendência é aumentar porque não consegue cumprir o papel de reeducar e ressocializar. Nossos jovens entram no sistema por delinquir em crimes de potencial ofensivo menor e saem peritos em crimes violentos e bárbaros”, explicou.

Para Expedito Junior, não adianta amontoar os jovens nos presídio se o estado não mudar o conceito ultrapassado que utiliza. Nesse sentido propõe transforma as unidades prisionais em ‘presídios indústrias’, colocando o interno para trabalhar e ocupando o tempo de prisão para se qualificar e produzir. “Ao cumprir a pena o reeducando deixará a unidade qualificado para exercer uma profissão lícita. Hoje, com a ociosidade, os presídios viraram ‘escolas’ de especialização em crimes violentos. O jovem ingressa na prisão como ‘ladrão de galinha’ e sai dela especialista em explosões de caixas eletrônicos. É um sistema pernicioso que realimenta os índices de criminalidade e não recupera ninguém. Com trabalho ofereceremos a oportunidade de uma vida extragrandes com dignidade”, avaliou Junior.

Signatário da “Carta Compromissos da OAB-RO”, Expedito reafirmou no final do evento que fará uma campanha limpa, ética e digna.

.

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por