Porto Velho (RO) domingo, 23 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

Casal religioso dá exemplo e convida Confúcio para falar a eleitores indecisos


O casal Margareth e Sérgio Rubens Castelo Branco, de Porto Velho, não pensou duas vezes depois de constatar que vários conhecidos e membros da Igreja Assembleia de Deus Ágape do Amazonas, bairro Lagoinha, estavam indecisos e organizou uma reunião na própria residência, esquina das ruas Afonso Pena com João Goulart. Dezenas deles puderam ouvir as propostas do candidato à reeleição ao governo pela coligação “Rondônia no Caminho Certo”, médico Confúcio Moura, na última quarta-feira (27).

O candidato chegou às 19h20 acompanhado do senador Valdir Raupp e quando começou a cumprimentar convidados que ainda estavam do lado de fora da residência, cerca de 100 outros já lotavam as duas áreas da casa, em formato de alpendre, toda decorada com cartazes, cavaletes e banner dos candidatos da coligação.

Maria do Socorro Moraes Pereira, há 24 anos morando na rua Elias Gorayeb, 1243, foi a primeira a abraçar Confúcio Moura e a reafirmar seu apoio para um novo mandato de 4 anos. “Votei nele na eleição passada e pretendo votar novamente porque é um homem honesto”, disse.

Confúcio Moura fez uma retrospectiva do ingresso do deputado Edson Martins, que ajudou na época quando o parlamentar era apenas um leiloeiro de gado no interior do Estado, e de quem agora recebe apoio integral à campanha pela reeleição. Destacou a iniciativa do casal Castelo Branco, lembrando a importância dos laços familiares para a formação de um povo e o desenvolvimento das sociedades.

Eleição difícil

O candidato Confúcio admitiu em seguida que a campanha à reeleição se tornou mais difícil pelo fato de serem quatro os concorrentes dispostos a fazer ataques a um candidato só e às ações de governo, que nos debates da televisão falta tempo para responder a todas. Por isso é importante a realização de atos como o promovido terça-feira (26) última pela Seccional da OAB Rondônia e as reuniões com lideranças comunitárias e religiosas para que a verdade seja restabelecida.

Para tirar o setor da saúde do fundo do fosso quando assumiu em janeiro de 2011, Confúcio admitiu ter mudado cinco vezes o secretário de Saúde e chegou a colocar um delegado de polícia na gestão da Secretaria, antes da nomeação do atual titular, Williames Pimentel. “Não sei como conseguimos R$ 730 milhões para investir somente na área de saúde. Mas conseguimos quase R$ 1 bilhão”, disse.

Os resultados vieram com a reestruturação de todo o sistema, regionalização dos serviços de saúde, atendimento com hora marcada nas especialidades médicas e ampliação de 629 leitos hospitalares na rede pública. Mas ainda quero fazer mais e entregar à população de Porto Velho o novo Hospital de Emergência e Urgência (Heuro). Serão mais de 300 leitos para resolver em definitivo o problema da estrutura arcaica do João Paulo II, onde somente a dedicação dos profissionais que trabalham na unidade mantém o funcionamento, embora no primeiro mandato o governo tenha investido em reforma, aumento de leitos, salas de UTI e humanização no atendimento.

Rondônia se destaca

Estudo do Conselho Federal de Medicina publicado recentemente pela Revista Exame coloca Rondônia em primeiro lugar no ranking nacional entre os Estados que mais criaram leitos hospitalares, a frente de Estados como o Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Espírito Santo e Santa Catarina.

A rede pública de saúde no Brasil perdeu quase 13 mil leitos desde o início de 2010. Em janeiro de 2010, o Sistema Único de Saúde (SUS) contava com 361 mil leitos. Em julho deste ano, o número caiu para 348.303.

A diminuição da infraestrutura da rede pública não é sentida da mesma maneira em todas as áreas do país. Os estados que tiveram as maiores reduções em números absolutos estão nas regiões Sudeste e Nordeste. Só no Rio de Janeiro, por exemplo, 4.621 leitos foram desativados desde 2010.

Dos 26 estados brasileiros (mais o Distrito Federal), apenas nove apresentaram aumento no número de leitos no período: Rondônia (629), Rio Grande do Sul (351), Espírito Santo (239), Santa Catarina (205), Mato Grosso (146), Distrito Federal (123), Amapá (93), Roraima (24) e Tocantins (9). Segundo Confúcio Moura, Rondônia já possui é mais leitos hospitalares. “Ainda hoje acabei de contratar mais 20 leitos junto ao Hospital Irmãs Marcelinas para suporte às internações do Hospital e Pronto Socorro João Paulo II”, afirmou Confúcio.

O governo não gastou dinheiro com propaganda para divulgar essas ações. Caso tivesse gasto, a atual administração estaria com folga e pelo menos 60% de aceitação. “Como não gastamos o dinheiro do contribuinte com divulgação estamos pedindo a vocês que falem a verdade e apoiem quem está com a verdade e não apenas criando dificuldades para vender facilidades”, disse Moura.

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por