Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

Candidatos a governador garantem gestão municipalista


Mais uma iniciativa resultante da unidade de chefes de Poder Executivo municipal marca a História de Rondônia. Reunidos pela representatividade institucional da Associação Rondoniense de Municípios – Arom, dezenas de prefeitos conquistaram o comprometimento moral dos candidatos ao governo estadual com o municipalismo. Nesta terça-feira (14), em Ji-Paraná/RO, os concorrentes ao cargo de governador em segundo turno, Confúcio Moura (PMDB) e Expedito Junior (PSDB) assinaram uma Carta Compromisso, durante o evento Pacto Municipalista.

O documento assinado pelos candidatos sugere ênfase à política de relações institucionais entre as gestões estadual e municipais, alterações constitucionais, fixação de datas para transferências e repasses, bem como, percentual satisfatório para as prefeituras. Na carta, a Arom ressalta que todos os itens que compõem a pauta reivindicatória são um apontamento feito pelos próprios prefeitos e representam seus maiores anseios, além disso, a instituição salienta que se atendidos, os administradores poderão produzir mais.

Dentre as observações feitas pelo presidente da Arom e prefeito de Machadinho do Oeste, Marinho da Caerd, está a disponibilidade dos candidatos em aceitarem discursar aos prefeitos, deixarem seu posicionamento e assinarem a Carta Compromisso. “Percebemos que os dois candidatos se mostraram simpáticos às nossas necessidades e garantem ser municipalistas. Mas o mais importante é que este momento representa uma vitória para os prefeitos e para a associação, que está cumprindo o seu papel”, disse ele acrescentando que cobrará o cumprimento do compromisso ao candidato vencedor.

Sobre o cumprimento dos quesitos estabelecidos no Pacto Municipalista, tanto Confúcio quanto Expedito adiantaram que alguns pontos reivindicados serão discutidos posteriormente com afinco técnico e jurídico. Embora tenha avisado que fará novas observações, Expedido disse não ter tido nenhuma dificuldade em assinar a Carta. Já Confúcio fez ressalvas antes de assinar o documento. Segundo o peemedebista, há detalhes que requererão de seu governo a verificação de um possível comprometimento financeiro e jurídico. Os dois candidatos frisaram que a iniciativa dos prefeitos por meio da Arom é legitima e tem grande relevância ao seu plano governativo.

Outro momento marcante para as disputas eleitorais de Rondônia em que, pela primeira vez, os prefeitos são representados e têm oportunidade de colher o posicionamento dos candidatos, foi a participação Tribunal Regional Eleitoral. O presidente do TRE, desembargador Péricles Chagas, atendeu o convite da Arom, prestigiou o evento e solicitou uma cópia assinada da Carta. “Sei da relevância deste evento para a sociedade. Os candidatos precisam se lembrar de que é no município que está a força que move o motor que sustenta o Estado, e em contrapartida, estão as maiores carências. Vim assistir e testemunhar o que foi assinado pelos candidatos”, disse.

Fonte: Willian Luiz/Arom

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por