Porto Velho (RO) sábado, 27 de novembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

Residência médica em Rondônia será decidida nesta 5ª


A Comissão Nacional de residência Médica do Ministério da Educação volta a se reunir nesta quinta-feira, 16, quando vai avaliar o pedido de reconsideração do Estado de Rondônia para a manutenção do programa de residência médica, descredenciado por falta de cumprimento de compromisso do Governo do Estado. Quem está fazendo de tudo para reverter o descredenciamento é o médico rondoniense e conselheiro federal de medicina com assento na diretoria do Conselho Federal de Medicina (CFM), Hiran Gallo, que classificou o ato como um prejuízo irreparável à saúde no estado.

“Já somos um estado carente em todos os sentidos na área da saúde e não podemos concordar com a retirada do programa de residência médica para formar especialistas”, observa Hiran Gallo, que desde segunda-feira está em Brasília conversando com os 12 conselheiros com direito a voto na Comissão Nacional de Residência Médica. Nessa conversa, Gallo expõe aos conselheiros as carências da saúde na região e a importância do programa de residência médica para a formação de especialistas e, ao mesmo tempo, fixar no estado os médicos formados aqui.

Enquanto fazia esse trabalho de bastidores em Brasília, o diretor do Conselho Federal de Medicina mantinha linha direta com os gestores da Saúde em Rondônia, encarregados de preparar os projetos e a documentação que o Estado terá de apresentar na reunião desta quinta-feira junto com o pedido de reconsideração do descredenciamento. “É lamentável que o Estado tenha chegado ao ponto de perder um programa tão importante como a residência médica por incúria administrativa, mas não é hora de ficarmos apontando culpados. O importante agora é conseguirmos reverter esse quadro”, acentua Hiran Gallo.

Entre as providências que o Estado tem de adotar para que o programa permaneça, está o não desconto do Imposto de Renda da bolsa paga aos médicos-residentes, aumentar o número de preceptores (médicos professores que acompanham os recém-formados na residência médica), construção de laboratórios e biblioteca.

Caso não apresente um projeto consistente e compromissos com a implementação das medidas recomendadas pela Comissão Nacional de Residência Médica, avisa o diretor do CFM, Rondônia não conseguirá manter o programa, o que será uma lástima para a saúde do Estado.

Fonte: Cremero
 

Mais Sobre Educação

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) divulgou nesta quarta-feira, 24/11/2021, na Seção 3 do Diário Oficial da Un

Hildon Chaves anuncia bonificação de fim de ano aos professores durante Congresso Municipal de Educação

Hildon Chaves anuncia bonificação de fim de ano aos professores durante Congresso Municipal de Educação

O V Congresso Municipal de Educação iniciou, nesta quarta-feira (24), em Porto Velho. O evento reúne mais de 5 mil professores e diretores escolares p

Pais e responsáveis sem acesso à internet podem participar da chamada escolar de forma presencial em Porto Velho

Pais e responsáveis sem acesso à internet podem participar da chamada escolar de forma presencial em Porto Velho

Pais e responsáveis sem acesso à internet, ou com dificuldades de manuseio de aparelho eletrônico, podem buscar, até a próxima sexta-feira (26), um do

Vencedores do prêmio Boas Práticas são anunciados durante Congresso Municipal de Educação em Porto Velho

Vencedores do prêmio Boas Práticas são anunciados durante Congresso Municipal de Educação em Porto Velho

Os dez vencedores da 3ª edição do prêmio Boas Práticas foram reconhecidos nesta quarta-feira (24). A premiação aconteceu durante a solenidade de abe