Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Pronatec: Brasil Sem Miséria chega a 13,4 mil de matrículas


Brasília – A população de baixa renda de Tocantins dá mais uma demonstração de sua vontade de se qualificar e buscar melhores condições no mercado de trabalho. Lançado em 2012, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) já recebeu 13.429 matrículas nos cursos voltados ao público do Plano Brasil Sem Miséria no estado de Tocantins. Ao todo, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) investiu cerca de R$ 26,9 milhões na região.

No último sábado (8), a presidenta Dilma Rousseff comemorou a marca histórica em seu perfil no Twitter. “Este recorde demonstra a determinação dos beneficiários do Bolsa Família em aproveitar as oportunidades para transformar suas vidas”, declarou. Para a presidenta, o número é mais uma prova de que o que o esforço de cada uma das pessoas, o apoio de suas famílias e as oportunidades oferecidas pelos programas do governo constroem um país mais justo.

Veja aqui a quantidade de matrículas no Pronatec Brasil Miséria em cada município

Em todo o país, os cursos mais procurados foram de auxiliar administrativo, operador de computador, eletricista instalador predial de baixa tensão, recepcionista e manicure e pedicure. As mulheres se destacam nos cursos de qualificação profissional do Pronatec Brasil Sem Miséria, respondendo por 67% das matrículas. Para o primeiro semestre de 2014, estão sendo oferecidas 1.137.936 vagas em 3.631 municípios.

Inclusão Produtiva – O Pronatec é uma das ações de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria, tendo os beneficiários dos programas de transferência de renda como seu principal público. Por meio do programa, a população de baixa renda, mesmo nas regiões historicamente com baixo desenvolvimento, tem acesso à qualificação profissional.

Os cursos de qualificação profissional são oferecidos gratuitamente. Quem participa ainda recebe alimentação, transporte e materiais escolares. As capacitações são realizadas em instituições de ensino técnico e tecnológico, como as unidades do sistema nacional de aprendizagem (Senac, Senai, Senar e Senat) e a rede federal e estadual de educação profissional e tecnológica.

Para participar do Pronatec Brasil Sem Miséria, é preciso ter no mínimo 16 anos e estar cadastrado ou em processo de inclusão no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. As matrículas devem ser feitas nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), que também mobilizam a população de baixa renda.

Fonte: Ascom/MDS

Mais Sobre Educação

UNIR divulga concurso público com 24 vagas para professor do magistério superior

UNIR divulga concurso público com 24 vagas para professor do magistério superior

A Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) divulga o edital Edital nº 01/GR/UNIR/2019 de Concurso Público de Provas e Títulos para Professor

O primeiro doutor em Geografia da Região Norte será formado pela UNIR

O primeiro doutor em Geografia da Região Norte será formado pela UNIR

No dia 22 de março de 2019 (sexta-feira) às 8h, no Auditório Milton Santos/CEGEA/UNIR, Bloco 1T, do Campus José Ribeiro Filho, em Porto Velho, o Pro

Senai e Ceron oferecem cursos de qualificação profissional para a população de Rondônia

Senai e Ceron oferecem cursos de qualificação profissional para a população de Rondônia

Além da abertura de novas vagas para os cursos e da melhoria dos laboratórios para as aulas, a Ceron vai apoiar os técnicos e eletricistas formados

Laerte Gomes se reúne com secretário de Educação e anuncia indicação do plano de segurança nas escolas públicas

Laerte Gomes se reúne com secretário de Educação e anuncia indicação do plano de segurança nas escolas públicas

Parlamentar informou que indicará ao Governo implantação de Plano Estratégico de Segurança nas escolas públicas do EstadoO presidente da Assembleia