Porto Velho (RO) terça-feira, 30 de novembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

PROFESSORA DA UNIR – CAMPUS DE ROLIM REALIZARÁ INTERCAMBIO COM UNIVERSIDAD DE LA LAGUNA-ILHAS CANÁRIAS-ESPANHA


 

Um dos projetos selecionados no processo seletivo de candidatos à bolsa Santander Universidades 2013 - Programa Ibero-Americano para Jovens Professores e Pesquisadores, o projeto “O CORPORATIVISMO SINDICAL COMO ELEMENTO DE SUSTENTAÇÃO DAS RELAÇÕES SEMICOLONIAIS E SEMIFEUDAIS NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA” de autoria da Professora Doutora Marilsa Miranda de Souza (Departamento de Educação - Campus de Rolim de Moura), será apresentado na Universidade de La Laguna (Ilhas Canárias, Espanha), no período de 18 a 25 de outubro de 2015, concluindo o intercâmbio proposto.

A pesquisa desenvolvida nesse intercâmbio contou com a participação da estudante Tatiane Furtado Ricarte por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e do professor do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Rondônia- Campus de Vilhena, Márcio Marinho Martins.  O objetivo foi analisar as relações estabelecidas entre dois sindicatos rondonienses, Gente de Opiniãoo sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Rondônia - SINTERO e o Sindicato dos Servidores Públicos da Zona da Mata - SINSEZMAT com seus filiados e com o Estado, o processo de organização sindical no Brasil e sua submissão às políticas educacionais formuladas pelo imperialismo para suas semicolônias identificando os aspectos do corporativismo e suas consequências no processo de organização dos trabalhadores em Educação e no desenvolvimento da luta de classes na atualidade. A pesquisa demonstrou a precarização do trabalho e a desvalorização dos trabalhadores em Educação em Rondônia, o descrédito dos entrevistados em relação aos sindicatos e a necessidade construir sindicatos classistas que contribuam para a transformação da sociedade.

Entre um conjunto de atividades de socialização da Pesquisa, a professora Marilsa Miranda de Souza ministrará a Conferência “Corporativismo sindical como elemento de sustentación de las relaciones semicoloniales y semifeudales en la educación brasileña”, participará  mediante “asistencia y participación en el Encuentro Mujeres Rurales”, proferirá palestra “ Movimientos sociales y lucha por la tierra en la Amazonía brasileña”, participará de reuniões com o Grupo GISAS e de  Movimentos Sociais da Espanha, entre outras atividades acadêmicas. O intercâmbio com a Universidade de La Laguna possibilitou à pesquisadora da UNIR, tornar-se membro permanente do Grupo GISAS e colaboradora do doutorado Territorio y Sociedad. Evolución Histórica en un Espacio Tricontinental (África, América y Europa) oferecido pela Universidad de La Laguna. http://www.ull.es/view/doctorandos/doctricontinetal/Entidades%20participantes/es. As atividades relacionadas aos movimentos sociais muito contribuirá com o trabalho que a professora desenvolve na Disciplina Educação e Movimentos Sociais no Programa de Mestrado em Educação da UNIR.

A Pesquisadora já realizou parceria e estudos com o Grupo de Investigación sobre el Subdesarrollo y el Atraso Social de la Universidad de La Laguna (GISAS), buscando compreender os processos de semifeudalidade e semicolonialismo na educação brasileira: “Nos anos PROFESSORA DA UNIR – CAMPUS DE ROLIM REALIZARÁ INTERCAMBIO COM UNIVERSIDAD DE LA LAGUNA-ILHAS CANÁRIAS-ESPANHA - Gente de Opiniãode 2008 a 2010 realizamos estudo sobre as políticas educacionais para a educação do campesinato na Amazônia que resultou no livroImperialismo e educação do campo,publicado pela editora da  UNESP. Em 2012 e 2013 demos continuidade a esse estudo por meio da pesquisa intitulada ‘Capitalismo burocrático, Políticas educacionais as relações de poder na educação escolar em Rondônia’ retomando a discussão sobre o caráter semifeudal e semicolonial do Estado capitalista burocrático brasileiro. Nossos estudos até agora revelaram que as políticas educacionais têm reforçado as relações de semisservidão dos professores no contexto escolar, enfraquecido a gestão democrática e a construção de uma educação histórico-crítica e as lutas em defesa da escola pública”. Uma das características da semifeudalidade é o gamonalismo, que no Brasil é chamado de coronelismo. Segundo a pesquisadora, “[...] é nas relações coronelícias que se encontram as forças capazes de fazer uma determinação do Banco Mundial ser cumprida por milhares de secretarias de educação do País, obrigando os professores a aderirem aos programas e projetos formulados pelas agências internacionais”. Foi o estudo sobre coronelismo que revelou a importância de compreender as relações sindicais, objeto da pesquisa ora realizada no processo de intercâmbio com pesquisadores da Espanha.

A UNIR também receberá em 2016 pesquisadores da Universidade de La Laguna (ULL) e de outras Instituições, já que sediará no próximo ano o VI Seminário Internacional sobre Capitalismo Burocrático na Explicação do Subdesenvolvimento e do Atraso Social. As edições anteriores desse seminário foram realizadas na Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Estadual de Pernambuco (UPE), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal de Alagoas (UFAL). A programação completa das atividades em que participará a professora poderá ser acessada no site do Grupo GISAS, na Universidade de La Laguna no endereço: http://gisas.webs.ull.es/noticias.html.

Mais Sobre Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Por meio do Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Depesp), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia-IFRO, Cam

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) divulgou nesta quarta-feira, 24/11/2021, na Seção 3 do Diário Oficial da Un

Hildon Chaves anuncia bonificação de fim de ano aos professores durante Congresso Municipal de Educação

Hildon Chaves anuncia bonificação de fim de ano aos professores durante Congresso Municipal de Educação

O V Congresso Municipal de Educação iniciou, nesta quarta-feira (24), em Porto Velho. O evento reúne mais de 5 mil professores e diretores escolares p