Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Processo seletivo para médicos residentes


Na sexta feira (17), a Prefeitura de Porto Velho e a Universidade Federal de Rondônia (Unir) anunciaram oficialmente a parceria para residência médica em ginecologia e obstetrícia na Maternidade Mãe Esperança. Será feito um processo seletivo para o preenchimento das vagas ofertadas para as especializações que será feita numa parceria com a Processo seletivo para médicos residentes  - Gente de OpiniãoUniversidade de Campinas (Unicamp). O edital com os critérios para a seleção será publicado ainda em fevereiro e as inscrições terão início na primeira semana de março.

De acordo com a parceria firmada, a Prefeitura vai arcar com as instalações físicas devidamente adequadas para os profissionais de medicina fazerem as especializações, no caso a Maternidade. A Unir, além do processo seletivo, disponibilizará a equipe de profissionais para acompanhar a formação dos residentes. Conforme a professora da instituição superior de ensino, Diama Vale, o acompanhamento será feito por quatro especialistas, que também são professores do curso de medicina da Unir.

Diama adiantou que o processo seletivo será feito em duas partes e podem participar candidatos de qualquer lugar do Brasil. O principal requisito é que sejam formados em medicina. Na primeira fase eles serão submetidos a uma prova de múltipla escolha. A segunda será uma avaliação do currículo do candidato. Ao final, quatro serão selecionados, conforme determinado pelo governo federal. O período de especialização é de três anos, mas a cada ano será feita nova seleção para mais quatro residentes.

Referência

O secretário municipal de saúde, Williames Pimentel, disse que a Maternidade Municipal é referência em todo Estado. Lembrou que em 2010, a unidade recebeu o certificado de Hospital Amigo da Criança, pelo trabalho realizado em prol da redução da mortalidade materna e infantil, sendo o primeiro em Rondônia a obter o título. Disse também que a Maternidade tem sido um importante campo de estágio para os novos profissionais da medicina e enfermagem, por meio de parcerias firmadas com faculdades particulares e a própria Unir.

Pimentel fez questão de enaltecer o trabalho da equipe comandada pela médica Ida Perea, diretora da Maternidade, que trabalhou intensamente nesse projeto para torná-la uma escola de formação de especialistas em ginecologia e obstetrícia. “Isso significa que passamos pelo crivo do Ministério da Educação, após um grande preparo e cumprirmos com uma série de requisitos obrigatórios. A Maternidade reúne todas as condições necessárias para cursos de especialização”, declarou.

De acordo com Pimentel, a presença de médicos residentes potencializa os serviços prestados pela Maternidade, principalmente por causa das pesquisas científicas que serão feitas e só têm a fortalecer as ações que o Município realiza em favor da saúde da mulher. Ele agradeceu o apoio do prefeito Roberto Sobrinho pela atenção que tem dado para melhorar os serviços de saúde como um todo na Capital e nos distritos.

Índices

Ida Perea explicou que o principal objetivo do Projeto Pró-residência do Ministério da Saúde, que incentiva a formação de especialistas em ginecologia e obstetrícia é reduzir a mortalidade materna na Região Norte do Brasil. Ela destacou as adequações já feitas na Maternidade e o projeto de ampliação, com a construção da UTI neonatal, centro cirúrgico, sala de partos, novos consultórios médicos e implantação do banco de leite.

O secretário adjunto da saúde municipal, Luiz Eduardo Maiorquin, destacou que os médicos residentes vão modificar a rotina da Maternidade, que passará a ter valores científicos e críticos. “Vamos nos tornar referência em toda região Norte num período muito curto”, comentou.

Projeto

Williames Pimentel também informou que o Poder Executivo Municipal vai encaminhar à Câmara de Vereadores um projeto de lei que irá normatizar o Programa de Residência Médica no Município. “Nosso objetivo é garantir a permanência desse programa independente de qualquer governo que venha a assumir a Prefeitura”, observou.

Fonte:
 Augusto José
Foto: Quintela

 

Mais Sobre Educação

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas  de espanhol, francês e italiano

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas de espanhol, francês e italiano

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Vilhena, abre inscrições para os cursos de Formação Inicial e Conti

Senai oferece cursos gratuitos de  aprendizagem industrial na Capital

Senai oferece cursos gratuitos de aprendizagem industrial na Capital

Inscrições em cursos de aprendizagem industrial básica estão abertas e 70 vagas estão disponíveisEstudantes com idade mínima de 14 anos e cursando a p

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Na última quinta-feira (14) a FIMCA teve a honra de realizar a colação de grau dos formandos dos cursos de Administração Agronomia, Biomedicina, CIênc