Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

Processo seletivo para médicos residentes


Na sexta feira (17), a Prefeitura de Porto Velho e a Universidade Federal de Rondônia (Unir) anunciaram oficialmente a parceria para residência médica em ginecologia e obstetrícia na Maternidade Mãe Esperança. Será feito um processo seletivo para o preenchimento das vagas ofertadas para as especializações que será feita numa parceria com a Processo seletivo para médicos residentes  - Gente de OpiniãoUniversidade de Campinas (Unicamp). O edital com os critérios para a seleção será publicado ainda em fevereiro e as inscrições terão início na primeira semana de março.

De acordo com a parceria firmada, a Prefeitura vai arcar com as instalações físicas devidamente adequadas para os profissionais de medicina fazerem as especializações, no caso a Maternidade. A Unir, além do processo seletivo, disponibilizará a equipe de profissionais para acompanhar a formação dos residentes. Conforme a professora da instituição superior de ensino, Diama Vale, o acompanhamento será feito por quatro especialistas, que também são professores do curso de medicina da Unir.

Diama adiantou que o processo seletivo será feito em duas partes e podem participar candidatos de qualquer lugar do Brasil. O principal requisito é que sejam formados em medicina. Na primeira fase eles serão submetidos a uma prova de múltipla escolha. A segunda será uma avaliação do currículo do candidato. Ao final, quatro serão selecionados, conforme determinado pelo governo federal. O período de especialização é de três anos, mas a cada ano será feita nova seleção para mais quatro residentes.

Referência

O secretário municipal de saúde, Williames Pimentel, disse que a Maternidade Municipal é referência em todo Estado. Lembrou que em 2010, a unidade recebeu o certificado de Hospital Amigo da Criança, pelo trabalho realizado em prol da redução da mortalidade materna e infantil, sendo o primeiro em Rondônia a obter o título. Disse também que a Maternidade tem sido um importante campo de estágio para os novos profissionais da medicina e enfermagem, por meio de parcerias firmadas com faculdades particulares e a própria Unir.

Pimentel fez questão de enaltecer o trabalho da equipe comandada pela médica Ida Perea, diretora da Maternidade, que trabalhou intensamente nesse projeto para torná-la uma escola de formação de especialistas em ginecologia e obstetrícia. “Isso significa que passamos pelo crivo do Ministério da Educação, após um grande preparo e cumprirmos com uma série de requisitos obrigatórios. A Maternidade reúne todas as condições necessárias para cursos de especialização”, declarou.

De acordo com Pimentel, a presença de médicos residentes potencializa os serviços prestados pela Maternidade, principalmente por causa das pesquisas científicas que serão feitas e só têm a fortalecer as ações que o Município realiza em favor da saúde da mulher. Ele agradeceu o apoio do prefeito Roberto Sobrinho pela atenção que tem dado para melhorar os serviços de saúde como um todo na Capital e nos distritos.

Índices

Ida Perea explicou que o principal objetivo do Projeto Pró-residência do Ministério da Saúde, que incentiva a formação de especialistas em ginecologia e obstetrícia é reduzir a mortalidade materna na Região Norte do Brasil. Ela destacou as adequações já feitas na Maternidade e o projeto de ampliação, com a construção da UTI neonatal, centro cirúrgico, sala de partos, novos consultórios médicos e implantação do banco de leite.

O secretário adjunto da saúde municipal, Luiz Eduardo Maiorquin, destacou que os médicos residentes vão modificar a rotina da Maternidade, que passará a ter valores científicos e críticos. “Vamos nos tornar referência em toda região Norte num período muito curto”, comentou.

Projeto

Williames Pimentel também informou que o Poder Executivo Municipal vai encaminhar à Câmara de Vereadores um projeto de lei que irá normatizar o Programa de Residência Médica no Município. “Nosso objetivo é garantir a permanência desse programa independente de qualquer governo que venha a assumir a Prefeitura”, observou.

Fonte:
 Augusto José
Foto: Quintela

 

Mais Sobre Educação

Prorrogadas as inscrições de seleção do IFRO para o primeiro semestre de 2022

Prorrogadas as inscrições de seleção do IFRO para o primeiro semestre de 2022

Foi prorrogada até o dia 20/12/2021 a seleção de alunos que ingressarão no primeiro semestre de 2022 no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tec

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

Aqueles que almejam oportunidade de fazer um curso gratuito para se qualificar profissionalmente, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de R

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

Uma completa renovação dos parquinhos das escolas municipais foi providenciada neste ano para acontecer em breve. A Secretaria Municipal de Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a