Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Prefeitura inclui a soja no cardápio da merenda escolar


A partir deste ano os alunos da rede municipal de ensino terão um ingrediente a mais no cardápio da merenda escolar: a soja. Já visando essa implementação, no ano passado a Divisão de Alimentação Escolar, da Secretaria Municipal de Educação (Diale/Semed) capacitou as merendeiras que trabalham nas escolas do município para trabalharem com o produto.

“A soja é um alimento saudável que pode ser utilizada de várias formas, em saladas, molhos, em complementos e até substituindo as carnes. E traz grandes benefícios à saúde. É mais um passo no sentido de se garantir aos alunos das escolas do município uma alimentação saudável e de qualidade, proporcionando prazer e boa saúde durante as refeições nas escolas”, afirmou a nutricionista Auriane Saldanha, do Diale.

Da família das leguminosas, a soja é um grão assim como o feijão, a ervilha, a lentilha e o grão de bico. No que diz respeito ao aspecto nutricional, é rica em proteínas, em antioxidantes (que combatem o envelhecimento precoce das células), além de ser uma excelente fonte de minerais (cobre, ferro, fósforo,potássio, magnésio, manganês, enxofre e cloro) e também das vitaminas A, B, E, e também as do complexo B.

“Estes nutrientes possuem várias funções no organismo como proteger a visão, fortalecer os ossos, dentes, cabelos, e unhas. Garantem ainda o bom funcionamento cerebral, previnem anemias e muitas doenças. Outra vantagem, é que a soja também é rica em fibras, substância de extrema importância para o funcionamento adequado do intestino, além de ter a capacidade de combater o aumento do colesterol”, explicou a nutricionista.

Auriane Saldanha explicou ainda que o cardápio da alimentação escolar oferecido pela Prefeitura de Porto Velho segue as recomendações nutricionais previstas na Resolução nº 38, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que determina a inclusão de vitaminas, minerais, proteínas, carboidratos e gorduras na merenda escolas, na quantidade exata para cada faixa etária, sendo todos importantíssimos para o desenvolvimento e crescimento dos alunos, e melhoram ainda o rendimento escolar. O cardápio contém frutas, verduras, legumes variados, cereais, feijões, soja, carnes, leite e iorgute.

“Os alunos do Ensino Infantil e das creches da prefeitura, do turno da manhã, têm duas refeições ao dia (café e almoço). Para os da tarde a refeição é lanche e jantar. Os que freqüentam o Programa Mais Educação têm setenta por cento das suas necessidades nutricionais atendidas, pois recebem três refeições ao dia com uma grande variedade de alimentos”, frisou.

 Fonte: Joel Elias
 

Mais Sobre Educação

Laerte Gomes se reúne com secretário de Educação e anuncia indicação do plano de segurança nas escolas públicas

Laerte Gomes se reúne com secretário de Educação e anuncia indicação do plano de segurança nas escolas públicas

Parlamentar informou que indicará ao Governo implantação de Plano Estratégico de Segurança nas escolas públicas do EstadoO presidente da Assembleia

Programa de Desenvolvimento Executivo proporciona dupla certificação FGV em tempo reduzido

Programa de Desenvolvimento Executivo proporciona dupla certificação FGV em tempo reduzido

Programa de Desenvolvimento Executivo (PDE)O Programa de Desenvolvimento Executivo (PDE) da Sapiens FGV está com turmas abertas para Manaus e Porto

Sapiens FGV recebe evento de fomento ao comércio exterior nos dias 09 e 10 de abril

Sapiens FGV recebe evento de fomento ao comércio exterior nos dias 09 e 10 de abril

O Grupo Sapiens é parceiro do Business Day Rondônia, encontro empresarial voltado para importação e exportação que acontece nos dias 9 e 10 de abril,

Mestrado Acadêmico em Psicologia - Divulgado edital do Processo Seletivo 2019 para ingresso discente

Mestrado Acadêmico em Psicologia - Divulgado edital do Processo Seletivo 2019 para ingresso discente

O Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) torna público o03/2019/Mapsi/Unir, relativo ao Processo