Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Educação

Prefeitura de PVH poderá fechar parceria com o CIEE


O prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif, estuda a possibilidade de firmar convênio com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) para a inserção no mercado de trabalho de pelo menos 100 jovens da capital, por meio do programa “Aprendiz Legal”, desenvolvido pelo CIEE em parceria com a Fundação Roberto Marinho, do Rio de Janeiro. O programa foi apresentado ao prefeito pelo gerente do CIEE em Rondônia, Sérgio Alencar. Para o prefeito, a parceria é positiva, pois inserir os jovens no mercado de trabalho é um grande desafio devido à falta de experiência, e uma boa qualificação ajuda a vencer as barreiras para que eles possam ingressar no primeiro emprego.

Para ele, a capacitação profissional significa habilitar o jovem para o desempenho de uma determinada função, pois oferece a oportunidade de adaptação para um mercado competitivo, oferecendo opções de atividades importantes para o seu desenvolvimento profissional. “Por termos esse entendimento, já determinamos que a Semad, a Semdestur e Semed, reúnam com os representantes do CIEE para ver o que é possível se fazer para que pelo menos, nessa primeira etapa, consigamos assegurar essa capacitação para pelo menos cem jovens na faixa etária de 14 a 16 anos”, disse o prefeito.

O Programa busca contribuir para a formação de jovens autônomos, que saibam fazer novas leituras de mundo, tomar decisões e intervir de forma positiva na sociedade, e está voltado para a preparação e inserção de jovens no mundo do trabalho. A Lei determina que empresas de médio e grande porte contratem jovens de 14 a 24 anos, para capacitação profissional (prática e teórica), cumprindo cotas que variam de 5% a 15% do número de funcionários efetivos qualificados. É facultativa a contratação de aprendizes pelas microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP). “Por acreditarmos que o jovem deve ser protagonista, visto como responsável, capaz e decisivo, o método utilizado para a formação do aprendiz estimula a autonomia e a pró-atividade. Sua inserção social através do trabalho e da geração de renda está centrada no desenvolvimento de cidadãos social e economicamente bem-sucedidos, que façam a ponte entre a infância e a vida adulta conquistando autoestima e responsabilidade”, adiantou Sérgio Alencar.

O programa garante ao jovem capacitação profissional como etapa do seu processo educativo. A metodologia é dividida em dois módulos: um básico, comum a todas as formações; e um específico, voltado para a área de atuação do jovem na empresa. O contrato com o aprendiz tem validade por prazo determinado de dois anos, com salário mínimo/ hora, ou condição mais favorável. O CIEE é responsável pelo recrutamento, seleção e capacitação teórica dos aprendizes e conta com o suporte pedagógico da Fundação Roberto Marinho na formação inicial e continuada dos educadores do programa.

Fonte: Joel Eias

 

Mais Sobre Educação

Acadêmicos de engenharias da Uniron sensibilizam governador Daniel Pereira com o livro “A vida secreta das árvores”

Acadêmicos de engenharias da Uniron sensibilizam governador Daniel Pereira com o livro “A vida secreta das árvores”

De uns tempos para cá, a ciência comprova que as árvores e o homem têm muito mais em comum do que poderíamos imaginar. Da mesma forma que o ser humano

Movimento Rondônia pela Educação vai apresentar planejamento estratégico a candidatos ao governo de Rondônia

Movimento Rondônia pela Educação vai apresentar planejamento estratégico a candidatos ao governo de Rondônia

O movimento Rondônia pela Educação, liderado pela Federação das Indústrias de Rondônia e composto por mais de cem entidades e instituições rondoniense

ENEM: Aulão na rede acontecerá em outubro

ENEM: Aulão na rede acontecerá em outubro

A Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (RO) começou os preparativos para realização do projeto “Aulão na Rede” que acontecerá os dias 30 e 31