Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Prefeitura capacita professores de escolas multisseriadas


A secretaria municipal de Educação (Semed) através do Departamento de Educação (DE) e Divisão de Ensino Rural (DIER) abriu na manhã desta segunda-feira, 05, o terceiro módulo de formação com o tema: Alfabetização e Letramento, do programa Escola Ativa. Durante a cerimônia estiveram presentes 90 professores que atenderão 1460 alunos cadastrados. Implantado pelo Ministério da Educação, com o objetivo de minimizar uma lacuna no sistema educacional brasileiro: a ausência de metodologia adequada para o atendimento de escolas multisseriadas (turmas de 1° ao 5° ano), o Escola Ativa iniciou no município de Porto Velho no ano de 2010, contemplando 68 unidades educacionais nos distritos de Calama, São Carlos, Ponta do Abunã e Porto Velho na área Rural.

Voltado a combater as causas do fracasso escolar, o processo de formação utiliza métodos e materiais adequados para o atendimento dessas escolas através de estratégias inovadoras que permitem a formação integral do aluno, respeitando a diversidade e priorizando a identidade e o exercício de cidadania. “O programa tem seis módulos, já estudamos a Educação no campo; Metodologia do programa Escola Ativa; esse terceiro módulo; o próximo será gestão democrática. Hoje trabalharemos o processo de alfabetização, o ambiente necessário para leitura e escrita e também o planejamento, estratégias de como podemos chegar ao processo concreto da alfabetização”, afirma Rosenilda Caetano, técnica pedagógica da Semed.

Raquel de Souza Almeida, professora da escola 3 de Dezembro, linha 1° de maio, quilômetro 8 em União Bandeirante, disse que vive um momento novo onde os familiares participam da vida escolar. “Atendo dezoito crianças e essa nova metodologia convida os pais a participarem de forma ativa. Outra coisa interessante é que tenho a possibilidade de trabalhar com a realidade do local onde leciono, com base nisso experimentei fazer um cantinho de aprendizagem, onde as crianças trazem de casa algo diferente para a gente aprender, um dia falamos sobre um ovo de galinha, outro sobre o cacau e assim as crianças despertam o interesse e não faltam”, afirma Raquel Almeida.

Durante evento que irá até às 18h do dia 06 de setembro, os educadores fizeram atividades em grupo sobre a memória da alfabetização e montaram um painel e receberam orientações sobre a Horta Escolar e a confecção de materiais pedagógicos. “Nós propomos uma estratégia metodológica que combina uma série de elementos de caráter sócio-pedagógico e administrativo, aumentando a qualidade de ensino na área rural, e o que desejamos é que estes educadores possam estar mais bem preparados para atender as necessidades dos alunos”, afirma Edvânia Aparecida, técnica pedagógica da Semed.

José Pereira dos Santos, supervisor do núcleo de ensino Ponta do Abunã disse que existe um ensino através da troca de experiências. “O professor não é mais apenas o responsável por colocar conhecimento na cabeça dos alunos, ele agora participa adquire conhecimento através da vivência. Acompanho o trabalho nas escolas, e vejo que essa iniciativa da prefeitura em colocar em prática o Escola Ativa proporciona além de um entrosamento maior da família com a comunidade escolar possibilitando a melhoria do ensino, também gera uma administração mais democrática. A escola se torna um espaço onde podemos discutir, e tomar decisões em conjunto, algo muito diferente das escolas tradicionais”, esclarece José Santos.

Fonte: Rebeca Barca

 

Mais Sobre Educação

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas  de espanhol, francês e italiano

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas de espanhol, francês e italiano

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Vilhena, abre inscrições para os cursos de Formação Inicial e Conti

Senai oferece cursos gratuitos de  aprendizagem industrial na Capital

Senai oferece cursos gratuitos de aprendizagem industrial na Capital

Inscrições em cursos de aprendizagem industrial básica estão abertas e 70 vagas estão disponíveisEstudantes com idade mínima de 14 anos e cursando a p

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Na última quinta-feira (14) a FIMCA teve a honra de realizar a colação de grau dos formandos dos cursos de Administração Agronomia, Biomedicina, CIênc