Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Palestra sobre a dengue nas escolas de Porto Velho


Desde o dia 26 de março, a prefeitura de Porto Velho, através das secretarias municipais de Saúde e Educação vem promovendo palestras de prevenção à dengue nas escolas da capital. Nesta terça feira, 10, foi a vez da escola Joaquim Vicente Rondon, na zona Sul.

Durante os turnos da manhã e da tarde, alunos do 1º ao 5º ano da escola, participaram da palestra que abordou sobre os sintomas e causas da doença, para que ao sentir quaisquer uns deles, os alunos procurem imediatamente uma unidade de saúde e este fator também é utilizado para que eles percebam o quanto a doença é desconfortável e perigosa e previnam.

Para a prevenção, as técnicas das duas secretarias trazem ao conhecimento das crianças a evolução do mosquito aedes aegypti (agente transmissor da dengue): “Nas palestras trazemos todas as informações sobre esta doença que, infelizmente, é muito comum no nosso município. Como lidamos com crianças, abordamos o assunto de uma forma lúdica mostrando mosquito, que é uma das nossas colegas fantasiada para que eles conheçam a estrutura do mosquito e utilizamos os sintomas da doença como forma de motivação para que os alunos previnam a doença eliminando os focos na escola, nas suas casas e também na vizinhança”, explica a Coordenadora do Núcleo de Educação e Saúde da Semusa.

A escolha do público alvo destas palestras foram as crianças porque elas são nossos melhores multiplicadores. Elas, além de participarem ativamente do evento, fazendo perguntas e dividindo experiências, levam tudo o que aprendem para casa e à comunidade em que estão inseridas.

As palestras que iniciaram no dia 26/03 vão até o dia 18/04 e já passaram pelas escolas Vôo da Juriti, Ulisses Soares Ferreira, Engº Francisco Erse, Pedro Tavares Batalha, Olavo Pires, Antonio Ferreira da Silva, Padre Chiquinho, Meu Pequeno Jones, Maria Izaura, Areal da Floresta e Joaquim Vicente Rondon, mas a maratona continua, e segue nos próximos dias nas escolas Rio Guaporé, Castanheira, Tancredo de Almeida Neves, Ermelindo Brasil, João Afro e Maria Angélica. As escolas são escolhidas de acordo com dados do LIRA que aponta os bairros com maiores índices de incidência da doença, este é um modo que a prefeitura encontrou de baixar estes índices no próximo levantamento.

Fonte: Edina Silva
 

Mais Sobre Educação

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas  de espanhol, francês e italiano

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas de espanhol, francês e italiano

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Vilhena, abre inscrições para os cursos de Formação Inicial e Conti

Senai oferece cursos gratuitos de  aprendizagem industrial na Capital

Senai oferece cursos gratuitos de aprendizagem industrial na Capital

Inscrições em cursos de aprendizagem industrial básica estão abertas e 70 vagas estão disponíveisEstudantes com idade mínima de 14 anos e cursando a p

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Na última quinta-feira (14) a FIMCA teve a honra de realizar a colação de grau dos formandos dos cursos de Administração Agronomia, Biomedicina, CIênc