Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

Mec recebe comando de greve da Unir


A audiência foi marcada pela bancada federal a pedido do comando de greve dos docentes. Participarão dessa reunião, representando o comando de greve dos professores, Carlos Luís Ferreira da Silva (Papagaio) e Elizabete Martinez, e representando os alunos, Vinícius Ortigosa e Talita Soares. Também participará da reunião, a convite dos parlamentares, o reitor da UNIR Januário Amaral.

O objetivo da audiência, segundo o requerimento da bancada apresentado ao MEC, é “tratar dos graves problemas enfrentados pelos professores e alunos da Universidade Federal de Rondônia – UNIR que se encontra em Greve desde o dia 14 de setembro de 2011”. O documento destaca que a “situação na UNIR se encontra crítica, pois a greve já atinge a comunidade rondoniense e todos os setores da comunidade acadêmica”.

Na reunião com a SESu/MEC, na busca de encontrar soluções, os representantes dos comandos de greve da UNIR apresentarão ao secretário Luiz Claudio Costa um dossiê, contendo mais de 1.500 páginas, acompanhado de um relatório circunstanciado contendo 35 itens das principais irregularidades praticadas pela administração superior da UNIR.

Os professores e estudantes unificaram a luta enfatizando de que a solução imediata para os graves problemas pelos quais passa a UNIR é o afastamento do reitor Januário Amaral, a instalação de auditoria para apurar as irregularidades existentes e a assunção da vice-reitora, professora Maria Cristina Victorino de França, ao cargo de reitor, até que sejam apuradas as denúncias de irregularidades.

Ontem, 10, em Brasília, os representantes dos docentes estiveram em reunião na Secretaria da Presidência da República, quando apresentaram o relatório circunstanciado e receberam a promessa de que caso o problema não seja solucionado no âmbito da SESu/MEC, será agendada uma reunião o mais rápido possível com o ministro da educação Fernando Hadad.

Hoje pela manhã, professores e estudantes somaram forças com a categoria dos bancários, trabalhadores dos correios em greve e Cut, realizando uma passeata pelo centro de Porto Velho, culminando com uma manifestação pública em frente ao prédio da reitoria. Na ocasião, bancários e trabalhadores dos correios somaram ao coro puxado pelos estudantes e professores do “fora Januário”. As faixas portadas na passeata refletiam bem o espírito da comunidade universitária como, “Eximimos trabalho e ensino decente: condições dignas de trabalho, educação de qualidade e respeito aos movimentos sociais”; “Corrupção não combina com educação – abaixo a corrupção na UNIR”; ‘Não queremos salafrário, Januário, reitor Autoritário”.

Em pronunciamento, durante o ato público em frente à reitoria, um membro do comando de greve dos estudantes ressaltou que há disposição dos discentes em permanecer ocupando a reitoria até que o reitor seja afastado.

Fonte: Adilson Siqueira
 

Mais Sobre Educação

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

Aqueles que almejam oportunidade de fazer um curso gratuito para se qualificar profissionalmente, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de R

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

Uma completa renovação dos parquinhos das escolas municipais foi providenciada neste ano para acontecer em breve. A Secretaria Municipal de Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Por meio do Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Depesp), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia-IFRO, Cam