Porto Velho (RO) domingo, 5 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

Inscrições abertas para 1,8 mil vagas no IFRO


Mais 1.800 vagas serão ofertadas pelo IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia) neste primeiro semestre de 2013. As inscrições começaram nesta segunda-feira (25) e vão até 17 de março. Os cursos serão realizados via educação a distância para candidatos com Ensino Médio completo, que podem optar entre os Cursos Técnicos em Finanças, Informática para Internet, ou Agente Comunitário de Saúde. Nesta seletiva, há vagas para 12 polos: Ariquemes, Buritis, Cacoal, Cerejeiras, Colorado do Oeste, Guajará-Mirim, Jaru, Ji-Paraná, Porto Velho, São Francisco do Guaporé, São Miguel do Guaporé e Vilhena.

Atualmente, a instituição possui quase 10 mil alunos, mais de 500 professores e técnicos administrativos, 40 cursos presenciais em andamento, além de três pós-graduações e sete cursos a distância. O Processo Seletivo EAD para os Cursos Técnicos Presenciais Virtuais é a décima seleção de alunos realizada pelo IFRO, aumentando a cada período a oferta de capacitação técnica aos estudantes rondonienses.

Para o Reitor Raimundo Vicente Jimenez a abertura de mais este certame demonstra o quanto o IFRO vem se empenhando em trazer para Rondônia ensino profissionalizante de excelência aos estudantes e trabalhadores, com o objetivo de prepará-los para o mundo do trabalho, mas sem perder o foco na formação cidadã e no desenvolvimento regional. “Todos os nossos cursos têm a finalidade de fomentar o conhecimento tecnológico, a pesquisa e a inovação voltados para as tecnologias industriais e serviços”.

Serviço

Para ingresso em um dos três cursos ofertados, não haverá provas e nem cobrança da taxa de inscrição. O processo seletivo será realizado em uma única etapa, que consistirá na classificação do candidato pelo seu desempenho em disciplinas do Ensino Médio. Como comprovação, serão aceitos: Histórico Escolar do Ensino Médio, Certificado de Conclusão de Ensino Médio com base nos resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), Certificado de Conclusão via ENCEEJA ou o Certificado de Conclusão via provão.

Além das notas do Histórico Escolar, a classificação dos candidatos também se dará por meio das ações afirmativas, instituídas pela Lei 12.711/2012, que dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de nível médio. Portanto, 50% das vagas serão destinadas a candidatos oriundos de escolas públicas, sendo metade destas estão reservadas às famílias com renda igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo per capita. E, a cada grupo indicado quanto ao critério de renda, serão reservadas vagas para os candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas na proporção estimada pelo último Censo Demográfico do IBGE.

Para mais informações e para conferir o número de vagas destinada a cada polo, acesse www.ifro.edu.br

Fonte:  Rosália Silva

Mais Sobre Educação

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

Aqueles que almejam oportunidade de fazer um curso gratuito para se qualificar profissionalmente, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de R

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

Uma completa renovação dos parquinhos das escolas municipais foi providenciada neste ano para acontecer em breve. A Secretaria Municipal de Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Por meio do Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Depesp), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia-IFRO, Cam