Porto Velho (RO) sábado, 4 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

Governo de Rondônia regulariza ensino indígena em duas áreas de Nova Mamoré


Gente de Opinião

Ensino Indígena cresceu a partir do Projeto Açaí, que iniciou o II Módulo

Cerca de 50 alunos da 1ª à 4ª série do Ensino Fundamental já se beneficiam dos Decretos nº 21.248/2016 e nº 21.249, assinados pelo governador Confúcio Moura, criando as Escolas Indígenas Top Aran Xijein, na Aldeia Linha 20 do Projeto Sidney Girão; e Awo Camip Oro Mon, na Aldeia Nova Esperança, ambas na Terra Indígena Igarapé Ribeirão, no município de Nova Mamoré.

Nessa região, a 250 quilômetros de Porto Velho, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) supervisionava o ensino desde o período em que Rondônia era território federal. “A situação melhorou consideravelmente, porque o governo recuperou o que existia e ofereceu melhores condições ao funcionamento das escolas, de acordo com as necessidades de cada uma”, elogiou o coordenador do ensino indígena na Seduc, Antônio Puruborá, nesta terça-feira (27).

Apesar dos entraves socioeconômicos e ambientais na região a Oeste do estado, a população indígena tem crescido. Essa situação, segundo Puruborá, implica na recuperação de espaços indígenas. “Todos agora estão bem próximos às escolas, e a população também ganhou postos de saúde”, assinalou.

Em 2016, a Seduc criou e instalou sete escolas em áreas indígenas no interior rondoniense. A Seduc contratou mais de trezentos professores indígenas que, em sua maioria, trabalhavam sob o regime de contratos emergenciais. O Projeto Açaí [para formação de professores indígenas] já ingressou no II módulo e deverá apresentar bons resultados até o fim do ano, previu o coordenador.

40 REUNIÕES ATÉ NOVEMBRO

Puruborá informou que no período de 10 de outubro a 30 de novembro Rondônia promoverá a Conferência das Comunidades Indígenas, preparatória à Conferência Estadual que irá subsidiar a 2ª Conferência Nacional de Educação Escola Indígena, em Brasília, em novembro de 2017.

“Faremos 40 reuniões, e nelas as comunidades aproveitarão para indicar nomes para a constituição do Conselho Estadual de Educação Escolar Indígena, que terá 14 integrantes”, adiantou.

Leia mais:
Crianças e jovens indígenas falam português, mas conservam língua Oro Nao em Deolinda
Indígena Paîter-Suruí é um dos vencedores do Prêmio Educador Nota 10; projeto virou museu
Projeto Açaí II abre quarto módulo em Presidente Médici para formação de professores indígenas


Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Secom
Secom - Governo de Rondônia

Mais Sobre Educação

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

Aqueles que almejam oportunidade de fazer um curso gratuito para se qualificar profissionalmente, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de R

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

Uma completa renovação dos parquinhos das escolas municipais foi providenciada neste ano para acontecer em breve. A Secretaria Municipal de Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Por meio do Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Depesp), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia-IFRO, Cam