Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Educação

Estudante rondoniense é premiada em concurso nacional da Controladoria-Geral da União


Ao lado da professora Francisca Elizabeth, a estudante Bianca França Oliveira apresenta o certificado de premiação da CGU - Gente de Opinião
Ao lado da professora Francisca Elizabeth, a estudante Bianca França Oliveira apresenta o certificado de premiação da CGU

A estudante rondoniense Bianca França Oliveira, 14, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Carlos Drummond de Andrade, de Presidente Médici, foi uma das vencedoras do Concurso Nacional de Redação e Desenho promovido pela Controladoria-Geral da União (CGU) de 2019, e torna-se orgulho da educação estadual.

Classificada entre as três melhores do país, para a admiração da população e da comunidade educacional rondoniense, Bianca concorreu com 818.317 estudantes de todo o Brasil, e bem orientada pela professora Francisca Elizabeth dos Santos, além do Certificado de Reconhecimento emitido pela CGU, foi premiada com um tablet para ajudá-la nas pesquisas e trabalhos da escola, e para produzir novas aventuras literárias.

Idealizado e promovido pela CGU, com a parceria da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), o concurso visa expandir as ações de Educação Cidadã nas escolas públicas para difundir entre os alunos do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano) temas como ética e cidadania de forma contínua e com material didático de qualidade. O projeto, segundo a Secretaria de Educação, tem todo incentivo do governador Marcos Rocha.

TEMA DA REDAÇÃO

O tema do certame desta edição do concurso (2019) foi “Mesmo que ninguém saiba, mesmo que ninguém veja, é preciso agir com responsabilidade fazendo sempre o que for correto”. Este assunto tão atual e tão importante para o jovem em sua formação e carreira foi abordado por Bianca França Oliveira, da 9ª série, dentro do universo de seu entendimento, com talento e marca de quem tem luz própria, orientação escolar adequada, e carrega em si valores fundamentais geralmente herdados da família.

Instigante, a temática “Faça o que é certo, ainda que ninguém veja”, nesta 11ª edição do concurso despertou o interesse de milhares de alunos de escolas públicas e privadas, com o indicativo de que vale a pena atuar e agir de forma correta, e tornar-se um modelo a ser seguido. Esta visão de mundo parece ter atingido em cheio os alunos das escolas de Presidente Médici em Rondônia – Carlos Drummond de Andrade e Dona Benta – que tiveram alunos premiados em 2014 e 2018, formando uma cultura de talento entre a juventude de Rondônia.

Em números exatos, conforme dados da organização e Assessoria de Comunicação da CGU, o Concurso de Redação e Desenho, nesta 11ª edição mobilizou, assim como a estudante Bianca França de Presidente Médici, 818.317 estudantes, 27.665 professores, 4.049 escolas em 1.192 municípios, resultando em 851.182 trabalhos produzidos nas salas de aula de todo o Brasil.

Mais Sobre Educação

Todos os 419 Professores de Ji-Paraná terão notebook para trabalhar em casa

Todos os 419 Professores de Ji-Paraná terão notebook para trabalhar em casa

Reunião realizada na manhã desta segunda-feira (06), no Gabinete da Prefeitura de Ji-Paraná para tratou sobre a aplicação de parte dos 25% do Orçament

FIMCA inova e realiza colação de grau de medicina de forma drive thru

FIMCA inova e realiza colação de grau de medicina de forma drive thru

Atendendo as convocações do Governo Federal e do Governo do Estado de Rondônia o Centro Universitário Aparício Carvalho – FIMCA, realizou na tarde d

Senac Recomenda, você aprende ainda mais

Senac Recomenda, você aprende ainda mais

Quer usar vídeos no YouTube para estudar, mas fica perdido no meio de tanto conteúdo e não sabe nem por onde começar? Siga o que o Senac recomenda p

Ancar: qualificação de colaboradores ganha força durante pandemia

Ancar: qualificação de colaboradores ganha força durante pandemia

A Ancar Ivanhoe, uma das maiores empresas de shopping center do Brasil, apostou na Universidade Ancar Ivanhoe neste momento de isolamento social e adi