Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

ENEM: autores e períodos literários que caem no exame

Apesar de não ter lista obrigatória, saber sobre a literatura ajuda na hora de resolver as questões


ENEM: autores e períodos literários que caem no exame - Gente de Opinião

O ENEM não tem uma lista de livros obrigatórios, o que leva muitos estudantes a imaginar que não precisam ler nada para fazer uma boa prova. No entanto, de acordo com especialistas, a realidade é diferente: “embora a prova do ENEM não cobre livros específicos, há períodos e autores que aparecem com mais frequência”, afirma Cícero Gomes, da Evolucional, startup de educação baseada em evidências que realiza simulados modelo ENEM.

A prova do ENEM tem uma clara tendência à cobrança de autores e obras da Literatura Contemporânea e do Modernismo. “Considerando não só a aplicação principal, mas também a segunda aplicação, a prova PPL (para Pessoas Privadas de Liberdade), os exames cancelados e as provas em Libras, entre 2014 e 2018, o ENEM cobrou 63 itens de literatura contemporânea e 54 de Modernismo”, diz Cícero. “Todas as outras escolas literárias cobradas (Realismo, Naturalismo, Parnasianismo, Romantismo, Pré-modernismo, Barroco, Arcadismo, Classicismo, Simbolismo e Trovadorismo) somam apenas 27 itens nesses cinco anos”, completa o especialista.



Gráfico: Evolucional


E dentro das escolas literárias, existem autores preferidos pela banca elaboradora do ENEM? Ainda de acordo com análises feitas pela Evolucional, a resposta varia de acordo com o período. “Na Literatura Contemporânea, há uma variedade muito grande. Apenas alguns autores, como Chico Buarque e Luis Fernando Veríssimo, aparecem mais de uma vez nos últimos cinco anos.”, explica Cícero.

Quando se considera o Modernismo, há um grupo considerável de autores que aparecem com maior frequência. O professor Cícero Gomes traz os números: “Guimarães Rosa, Graciliano Ramos, Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector, Mário de Andrade e Manuel Bandeira aparecem em 27 dos 54 itens dessa escola cobrados entre 2014 e 2018”. Portanto, o estudante que conhecer a obra desses autores tem uma alta probabilidade de se sair melhor na prova.

Seria errado concluir, no entanto, que conhecer profundamente os livros e autores citados é garantia de bons resultados. A prova do ENEM é conhecida por valorizar a leitura, muito mais do que exigir a memorização de livros e escolas específicas. “Não se desespere se não conhecer algum autor ou obra citados no exame”, aconselha o especialista da Evolucional. “Leia o texto-base e, principalmente, o enunciado do item com atenção. Quase todas as questões de Linguagens do ENEM podem ser resolvidas com uma interpretação cuidadosa”.

 

Mais Sobre Educação

Prorrogadas as inscrições de seleção do IFRO para o primeiro semestre de 2022

Prorrogadas as inscrições de seleção do IFRO para o primeiro semestre de 2022

Foi prorrogada até o dia 20/12/2021 a seleção de alunos que ingressarão no primeiro semestre de 2022 no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tec

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

Aqueles que almejam oportunidade de fazer um curso gratuito para se qualificar profissionalmente, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de R

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

Uma completa renovação dos parquinhos das escolas municipais foi providenciada neste ano para acontecer em breve. A Secretaria Municipal de Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a