Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

Docente da Unir participa de evento nacional sobre reforma do Estatuto do Estrangeiro



     A professora doutora Marília Lima Pimentel, docente do Departamento de Línguas Vernáculas da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir), será uma das debatedoras do “I Ciclo de Altos Estudos – Justiça Sem Fronteiras”, promovido pelaSecretaria Nacional de Justiça (SNJ). O evento será em Brasília, no dia 30 de outubro, das 9h às 17h.Docente da Unir participa de evento nacional sobre reforma do Estatuto do Estrangeiro - Gente de Opinião

     O I Ciclo de Altos Estudos – Justiça Sem Fronteiras” faz parte do organograma de trabalhos definidos pela comissão de especialistas que elabora um anteprojeto para substituir o Projeto de Lei 5655, que tramita no Congresso para reformular o Estatuto do Estrangeiro (Lei 6.815 de 1980). O evento conta com professores especialistas convidados pela SNJ de vários estados do Brasil para debater o fluxo migratório e tem como objetivo discutir encaminhamentos para a nova Lei de Migrações.

     O convite para a professora Marília participar da reunião partiu do diretor do Departamento de Estrangeiros, João Guilherme Lima Granja Xavier da Silva, e do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Adocente realizará uma apresentação sobre como o campo teórico pode contribuir para a reorientação das políticas migratórias brasileiras.

    “Já é praticamente consenso no Governo Federal, sobretudo para os representantes do Ministério da Justiça que o PL que tramita no Congresso Nacional, desde 2009 e que visa substituir o atual Estatuto do Estrangeiro (de 1980), não serve mais, pois houve muita mudança no cenário da migração no Brasil, acordos foram assinados, como o Mercosul, por exemplo. Nesse sentido, é preciso ampliar a discussão sobre o assunto com todos os segmentos, Governo, sociedade civil, academia, organizações não governamentais, e aprovar uma nova lei que se paute, especialmente nos direitos humanos, nos direitos fundamentais de qualquer cidadão, dentre outras demandas que precisam entrar na pauta da discussão”, explicou a docente da Unir.

     A professora Marília, que é doutora em Linguística, realiza há pouco mais de dois anos pesquisas sobre os fluxos migratórios de estrangeiros na Amazônia brasileira, mais especificamente no Acre e em Rondônia. Em parceria com o antropólogo Geraldo Cotinguiba, Marília Pimentel está contribuindo sobremaneira com as pesquisas no âmbito da crescente imigração no Brasil.

Fonte: Ascom /  Unir

Mais Sobre Educação

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

Uma completa renovação dos parquinhos das escolas municipais foi providenciada neste ano para acontecer em breve. A Secretaria Municipal de Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Por meio do Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Depesp), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia-IFRO, Cam

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) divulgou nesta quarta-feira, 24/11/2021, na Seção 3 do Diário Oficial da Un