Porto Velho (RO) sábado, 23 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Docente da São Lucas destaca influência da saúde bucal em tese de doutorado


Avaliação da influência da saúde bucal na qualidade de vida de pré-escolares no município de Porto Velho/RO foi destacada pelo Professor Mestre Ricardo Pianta, coordenador de Extensão da Faculdade São Lucas, em sua tese de doutorado na Universidade de São Paulo (Faculdade de Odontologia de Bauru). O trabalho mostra que nas últimas décadas tem sido registrado um grande avanço no estudo das relações organizacionais com relação à saúde. O estudo, segundo Ricardo Pianta, teve por objetivo avaliar o impacto das condições bucais na qualidade de vida de pré-escolares matriculados em creches comunitárias no Município de Porto Velho-RO e verificar o perfil socioeconômico das famílias e seu estado nutricional.

A amostra foi constituída por 210 pré-escolares entre 3 e 5 anos de idade onde foi adotado o Índice ceod para avaliação de cárie dentária e o Índice de Massa Corpórea para avaliação do estado nutricional. Foram aplicados questionários de avaliação de influência da saúde bucal na qualidade de vida (ECOHIS) e perfil socioeconômico aos pais ou responsáveis dos respectivos pré-escolares. A estatística descritiva foi realizada por meio de frequências relativas e absolutas e a sua análise por meio do teste de Correlação de Spearman, observando-se 49,52% de crianças livres de cárie dentária.

A classificação socioeconômica mostrou que 80,95% encontram-se na classe média inferior e que 40,29% tem renda familiar inferior a 2 salários mínimos. Quanto ao estado nutricional, 60,48% encontravam-se eutróficas e 25,71% magreza, não apresentando influencia significativa quanto à saúde bucal. Foi verificada relação estatisticamente significativa entre o ceod e seus componentes na qualidade de vida, concluindo-se que o impacto das condições socioeconômicas e influência da saúde bucal na qualidade de vida de crianças na idade pré-escolar podem nortear novas práticas em saúde objetivando reduzir as desigualdades na distribuição da cárie dentária na população.

A Banca avaliadora foi composta pelo Professor Doutor José Roberto de Magalhães Bastos (orientador), Professora Doutora Sílvia Helena de Carvalho Sales Peres (FOB/USP), Professora Doutora Maria Aparecida Miranda de Paula Machado (FOB/USP), Professor Doutor Alex Tadeu Martins (FEB/FAMEMA) e Professora Doutora Tânia Adas Saliba Rovida (UNESP/ARAÇATUBA).

Fonte: Chagas Pereira
 

Mais Sobre Educação

6ª Olimpíada de Língua Portuguesa é lançada e recebe inscrições

6ª Olimpíada de Língua Portuguesa é lançada e recebe inscrições

Uma cerimônia com homenagens e muita emoção marcou o lançamento na última quarta-feira (20) da 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa, no Auditório Guajuvi

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam triagens no projeto "Posso escolher"

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam triagens no projeto "Posso escolher"

Nesta quarta-feira (21), acadêmicos do curso de Biomedicina da FIMCA participaram do projeto "Posso escolher", realizado pela Prefeitura de Porto Velh

ONU declara, 2019 será  o Ano Internacional das Línguas Indígenas

ONU declara, 2019 será o Ano Internacional das Línguas Indígenas

Iniciativas apoiadas pela Fundação Banco do Brasil reforçam a relevância dos povos na história, cultura e preservação do meio ambienteA ONU (Organizaç

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi